domingo, 30 de novembro de 2014

Acidente na BR-020 deixa seis pessoas feridas.





Um grave acidente na madrugada deste domingo (30) deixou seis pessoas feridas na BR-020 próximo ao Povoado Novo Paraná.

De acordo com as informações um veículo Gol seguia sentido Roda Velha e um Crossfox seguia sentido Luis Eduardo Magalhães, quando houve a colisão.

 O Gol era ocupado por um casal, o condutor ficou preso nas ferragens, fraturou a perna e teve varias escoriações, a mulher que também estava no gol, teve varias lesões, ainda segundo informações a mesma está grávida.

 No Crossfox tinham quatro ocupantes que vinham de uma festa, dois homens e duas mulheres, que tiveram lesões graves.

As vítimas foram socorridas pelo Samu e encaminhadas para o Hospital de Luiz Eduardo Magalhães.

O acidente foi registrado pela Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal.

sábado, 29 de novembro de 2014

20 de Dezembro tem Open Verão em Campos Belos/GO.


Ambulância de Arraias/TO se envolve em acidente e hospital fica sem veiculo para transporte de pacientes.




Uma ambulância, aliás, a única ambulância que o Hospital Regional de Arraias (TO), possui se envolveu em um acidente na manhã desta quarta-feira (26) próximo à cidade de Porto Nacional, a cerca de 50 quilômetros da capital do Palmas, destino da paciente que se encontrava no veículo.

É assim que funciona. Essa é a política adotada pelo governo do Estado, que acha mais conveniente transferir os pacientes para a capital, ao invés de trazer, para as chamadas referências, médicos especialistas, isso faz com que sejam causados muitos problemas, dentre eles o risco que todos correm.

Nesse caso específico, soma-se a isso a falta de compromisso do governo do Estado para com o bem público nessa reta final de mandato,que não consegue manter os compromissos adimistrativos causando inúmeros transtornos.

De acordo com as nossas informações, ao se encontrar com a chuva e consequentemente com o asfalto molhado, o veículo teria rodado na pista e o motorista perdido o controle capotando por várias vezes.

Logo em seguida, a ambulância capotou por cerca de 100 metros a uma velocidade de 130 KM/H.

Estavam no veículo, além do motorista, um técnico em enfermagem, a paciente e um acompanhante.

Contudo, ninguém se feriu gravemente.

O motorista Nilton Ramos e o técnico de Enfermagem Miguel ficaram no veículo até que fossem removido do local. Depois, de carona, voltaram para a cidade de Arraias.

Assim que ficou sabendo do acidente, o HRA’r enviou socorro mas não foi utilizado, já que o motorista e o técnico de enfermagem já estavam voltando.

A equipe do hospital então seguiu viagem para os procedimentos posteriores, verificando que o veículo ficou completamente destruído, conforme podemos observar nas fotos.

As informações são do Portal A1 de Arraias/TO


sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Funcionário do Samu de Posse/GO reclama das condições do serviço em vídeo.




Funcionário do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Posse/GO denuncia que o serviço está em condições precárias.

Um vídeo que circula pela internet de um funcionário do Samu da cidade de Posse/GO, onde o mesmo faz denuncias de que as duas ambulâncias da unidade não estão em condições de rodar por falta de manutenção.

No vídeo o funcionário diz “Nós somos do Samu Posse, considerada a princesa do nordeste goiano estou aqui para fazer um reivindicação, 21:00hs de um sábado, onde as duas viaturas do Samu estão baixada por falta de manutenção”.

Ainda de acordo com relatos do funcionário no vídeo, que sempre pediu para ser feito a manutenção dos veículos, porem, em vão. O mesmo relata ainda a falta de uniforme na unidade e reclama da falta de apoio da prefeitura municipal.



São Domingos, Iaciara, Monte Alegre de Goiás e Nova Roma estão entre os 10 piores no Índice de Desempenho dos Municípios (IDM).



A Secretaria de Gestão e Planejamento, por meio do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB), divulga a segunda edição do Estudo Índice de Desempenho dos Municípios (IDM).

O IDM é uma medida de desempenho dos municípios goianos em seis áreas: economia, trabalho, educação, saúde, segurança e infraestrutura. No ranking dos melhores colocados do IDM 2014 estão, pela ordem, os seguintes municípios: Caçu, Santa Helena de Goiás, Chapadão do Céu, Mineiros, Cachoeira Dourada, Quirinópolis, São Simão, Morrinhos, Catalão e Goiânia.

De acordo com o secretário de Gestão e Planejamento, Leonardo Vilela, o estudo do IDM tem como objetivo diagnosticar e comparar o desempenho dos municípios, assim como avaliar os resultados e subsidiar o planejamento das ações dos governos ao longo do tempo. “Mais do que apresentar números, o IDM é um importante instrumento capaz de nortear e avaliar as políticas públicas implementadas nos municípios, para responder às demandas locais levando em consideração diferentes contextos”, afirma. Ele acrescenta que a meta do IMB/Segplan é divulgar o índice a cada dois anos e que ele se torne referência para consultas por parte dos gestores públicos, políticos, comunidade acadêmica, empresários e público em geral.

Metodologia

O IDM é uma medida de desempenho dos municípios composta por seis dimensões, que contribuem igualmente para o índice final, ou seja, têm o mesmo peso. Essa medida assume valores entre zero e 10. Quanto mais próximo de zero, pior é o desempenho do município nas seis áreas contempladas. Quanto mais próximo de 10, melhor o desempenho. Caçu, no Sudoeste goiano, líder do ranking do IDM 2014, teve média de 7,72. O município sedia uma indústria sucroenergética.

 Na agropecuária os destaques são o cultivo de cana-de-açúcar, criação de bovinos, vacas leiteiras e produção de leite. Caçu foi destaque também na dimensão segurança, ao apresentar um dos melhores desempenhos entre os 246 municípios goianos.

Na outra ponta, o ranking dos dez municípios com pior desempenho no IDM, conforme o IMB/Segplan, inclui São Domingos, Iaciara, Monte Alegre de Goiás, Nova Roma, Campo Limpo de Goiás, Montividiu do Norte, Caldazinha, Bonópolis, Sítio D’Abadia e Anhanguera. Esses municípios têm uma combinação de baixa população, economia pouco expressiva e, consequentemente, baixo desempenho do mercado de trabalho.


Fonte: Goiás Agora

Blog Antônio Carlos completa 1 ano.




Hoje o nosso blog completa um ano! Muita coisa ocorreu durante esse período. Conseguimos nos manter como um dos meios de informação mais ativo, participativo e acessado da região.

Ao longo desse ano, publicamos mais de seiscentos e cinquenta post, recebemos vários comentários, chegamos à marca dos 191.000 acessos, uma média de mais de 500 acessos por dia, quase 1.000 fãs na pagina do facebook.

Por conta disso, queria aproveitar a oportunidade para agradecer a todos que estiveram juntos conosco durante esse período.

Venho aqui agradecer a todos os leitores que são os pilares mestre do blog, afinal, se não fosse vocês o mesmo não teria sentido de existência. Queria dizer que esse período foi muito proveitoso e prazeroso pra mim, pois aprendi bastante com erros e acertos.

Nesse período houve polêmicas, brincadeiras, homenagens, exclusivas, erratas, criticas, elogios, e a participação efetiva dos leitores do blog, colaborando com textos, denúncias, utilidades, fazendo tudo isso virar informação.

Hoje tenho contatos com pessoas que já mais conheceria se não fosse por meio deste blog. Por isso queria agradecer a todos os leitores, colaboradores, parceiros em geral, saibam que é um prazer tê-los como parte do nosso combustível para continuar seguindo em frente.

E um agradecimento especial a todos os leitores da região e de qualquer parte do Brasil, que são o nosso público especial e que todos os dias acessam as nossas matérias e tem aqui um espaço democrático de informação e cultura.

Obrigado à todos.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Mutirão Previdenciário realizou mais de 800 audiências no nordeste goiano.




Balanço divulgado nesta quinta-feira (27), pelo coordenador do Núcleo Previdenciário do Projeto Acelerar, juiz Reinaldo de Oliveira Dutra, aponta terem sido realizadas 802 audiências durante o Mutirão Acelerar Previdenciário, realizado de 17 a 26 deste mês, nas comarcas de Flores de Goiás, Iaciara, Posse, São Domingos e Alvorada do Norte.

 Em nove dias, incluindo o sábado (22), a força tarefa resolveu 587 dos casos de forma definitiva, com sentença, por onde passou.

Das 802 audiências realizadas, 344 tiveram a concessão de benefício, o que equivale R$ 3.675.622 milhões. Também foram proferidos 215 despachos.

Além de Reinaldo Dutra, os juízes Rodrigo de Melo Brustolin, Luciano Borges da Silva, Demétrio Mendes Ornelas Júnior e Fernando Oliveira Samuel presidiram as bancas. O coordenador do Acelerar Previdenciário agradeceu a colaboração de toda a equipe e dos servidores locais, bem como do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e da OAB-GO. “Sem o empenho de cada um, o projeto não teria êxito”, destacou.

A seguir, a avaliação do evento por magistrados, advogados, jurisdicionados e população.

“Não sei expressar o que estou sentindo, só sei que é muita felicidade para uma pessoa. Nunca tinha me sentido assim”, Eulina de Sousa Brito Dornelles Berni (foto), 73 anos – Alvorada do Norte.

“É a primeira vez que participo e estou admirada com o atendimento. É uma iniciativa muito válida e uma forma de agilizar a prestação jurisdicional”, Stela Sampaio – advogada de São Domingos.

“Eu sou extramente grata com a vinda do Mutirão Previdenciário na comarca. Acho que é um ato de extrema generosidade por parte dos magistrados, servidores e de toda equipe, que saem de suas comarcas. É preciso muita entrega e doação para se colocar no lugar do outro e essas pessoas têm essas características. É uma entrega e é no sentido mais amplo da palavra. É um trabalho belíssimo que faz com que a Justiça se aproxime do cidadão”, Simone Pedra Reis – juíza respondente da comarca de Alvora de Norte.

“É a demonstração de que a Justiça vai até o povo ainda mais na nossa região que é tão carente e precisa dessa atenção. A iniciativa engrandece a nossa cidade e atende aos anseios da população carente”, Antônio Manoel de Jesus – advogado de Posse.

“Obrigada a todos vocês. Com esse dinheiro, que passarei a receber, vou comprar meus remédios e tratar da saúde”, Maria Joaquina de Andrade – de Iaciara.

“Estamos aqui para colaborar com o Poder Judiciário goiano que, para mim, é um dos mais modernos do País. Parabéns para toda a equipe”, Joaquim Pedro da Silva – procurador federal.

Fonte: TJGO

Polícia prende quadrilha de estelionatários que atuava na região.




Por volta das 16h00m do dia 25/11/2014, estava sendo realizado bloqueio na entrada da cidade de Campos Belos, Comandada pelo Sgt Pimentel, como pratica do final do curso de POP 3ª Edição atualizada, quando um veiculo GM Vectra de cor azul, ao perceber a ação dos policiais retornou em direção a cidade de Arraias-TO e começou a jogar documentos para fora do veiculo.

 Nisso a guarnição do COD composta pelo Cb Magalhães, Cb De Farias e Sd Falcão e Sd Bispo foram acionados e deslocaram no encalço, ao mesmo tempo em que comunicou com a Co-irmão do Estado do Tocantins que fez o cerco, logrando êxito na abordagem dos meliantes na entrada da cidade de Arraias/TO

Participando do cerco o Sgt PMTO Cesar; Sgt PMTO Pereira; CB PMTO Sandro e Cb PMTO Tavares. Que durante a abordagem e busca pessoal e veicular, ficou constatado que tratava de uma quadrilha de estelionatário que tinha em sua posse diversos documentos falsos (Inclusive Identidade de Oficial do Exercito Brasileiro; COREM...) que os mesmos utilizavam para abrir contas nos bancos e sacar o limite, fazer empréstimos e utilizar cartões de créditos, sendo aprendidos cartões e talões de cheques.

 Sabendo que esta quadrilha teria agido recentemente na cidade de Posse/GO e Iaciara/GO, onde teve um veiculo apreendido pela Policia Militar, sendo um Fiat Pálio: KES-2337 de Aparecida de Goiânia.

Durante as diligências A polícia descobriu ainda que havia um Mandado de Prisão em aberto em nome de Raul Roberto dos Santos e antecedentes criminais de Samara Sibelle de Medeiros; Walter Filho Magalhães e ainda Valter Jose Dias, que foram conduzidos até a Delegacia da cidade de Campos Belos e autuados em flagrante por formação de quadrilha; uso de documentos falsos e estelionato, sabendo ainda que a quadrilha estava deslocando para a cidade de Palmas, capital do Tocantins com o fim de continuar as suas ações delituosas.

Com informações do CDPM Campos Belos/GO

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Quando a morte vira uma curtição



Calmo e frio. Foi esta a definição dada pelo titular da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), Kleyton Manoel Dias, sobre o menor de 16 anos que foi apreendido na madrugada de ontem acusado de matar Marcos Vinícius Monteiro Caixeta, de 18 anos.

O crime que foi filmado com um celular e contou com a participação de outro menor e um maior que estão foragidos.

As cenas registradas no aparelho celular que foi encontrado com o menor durante uma abordagem de rotina da Polícia Militar chocaram até mesmo os policias acostumados com uma rotina de violência.

O rapaz assassinado estava desaparecido desde o dia do crime, ocorrido no último sábado (22). Em conversa com o delegado Kleyton Dias, o menor confessou ser o autor da execução.

Segundo o titular da Depai, a motivação do crime teria sido uma “caguetagem” da vítima, ou seja, Marcos Vinícius teria denunciado um bandido conhecido como “Gordinho”, conforme os próprios jovens citam no vídeo que mostra o momento da morte de Marcos Vinícius.

Segundo o delegado, os jovens haviam combinado de se encontrar na última quinta (20) em uma praça no Setor Balneário Meia Ponte, para combinarem uma “parada”, ou uma espécie de serviço, que seria pago com drogas.

 Eles voltaram a se reunir na sexta-feira (21) para acertar tudo. No dia seguinte, data do crime, a vítima e mais três jovens, dois menores e um maior, entraram no carro que seguiria para Senador Canedo. Mas a viagem na realidade era para o fim trágico de Marcos Vinícius.

Local

“Ele disse que o carro entrou em uma estrada visceral e andaram por cerca de 10 km até começarem a filmar.” A execução aconteceu na região de fronteira entre a cidade de Leopoldo de Bulhões e Bonfinópolis. No vídeo é possível perceber que foram dez os disparados feitos contra Marcos Vinícius, todos na região da cabeça. O corpo só foi localizado cerca de duas horas depois por moradores da zona rural próximos do local.

O corpo do jovem estava no Instituto Médico Legal (IML), de Anápolis, como indigente desde sábado (22). A identificação do corpo só foi realizada ontem por um tio da vítima, que era órfão de pai e mãe e era criado pela avó.

Foragidos

De acordo com o delegado Kleyton Dias, o rapaz que dirigia o carro usado no crime já foi identificado como sendo o proprietário do veículo e da arma utilizada para o homicídio. O terceiro envolvido é um menor que, na filmagem, aparece no banco detrás ao lado de Marcos Vinícius e que também já foi identificado pela polícia. Segundo o titular da Depai, esse adolescente seria o mandante do crime.

De acordo com o delegado, as investigações estão bastante adiantadas e hoje ele encaminhará para o Poder Judiciário o pedido da internação provisória de 45 dias do menor. “O que depender da Polícia Civil será feito. Ele pode ficar até três anos preso, mesmo completando a maioridade”, explica o delegado.

“E aí, Caixeta, por quê você vai morrer?”

Um vídeo encontrado em um celular mostra uma face no mínimo monstruosa do tráfico, mas infelizmente corriqueira nos dias de hoje. Mais do que a prova de um crime, os registros de cenas fortes feitas com o aparelho mostram também a profunda crise de valores em que vive a nossa juventude.

Tratando a morte de um jovem de 18 anos (Marcos Vinícius Monteiro Caixeta) como uma mera curtição, assim como uma ida ao shopping ou um passeio no parque, três jovens se deixam filmar tranquilamente – talvez certos da impunidade –, cometendo um crime bárbaro e com requintes de crueldade.

O vídeo começa já dentro do carro onde estão os três menores e a vítima, com uma feição atônita – provavelmente já premeditando seu fim trágico –, pressionada a dizer o motivo pelo qual vai morrer.

“E ai Caixeta (apelido da vítima) por que você vai morrer?”, pergunta um dos jovens para a vítima dentro do carro.

“Porque você é cagueta (dedo duro)”, diz outro jovem.

Marcos Vinícius (a vítima) nega, em vão, que tenha entregado um bandido apelidado de “Gordinho”. Os jovens no carro, entre eles, o menor que atirou na vítima, insistem que ele é um “cagueta” e decretam sumariamente, em meio a risadas de deboche, o fim do jovem de 18 anos.

“Chegou sua hora”, diz um dos jovens.

“Você vai morrer Caixeta”, diz o outro seguido de uma longa risada.

Ainda dentro do carro, até a chegada ao local da execução, o menor acusado do crime e outros jovens (que também parecem ser menores), sem a menor preocupação em se deixar aparecer no vídeo, dizem palavras de ordens do mundo do crime: “É ‘molecão’, do crime é cobrado. A pisada é…”, afirma um; “Cê entendeu meu moleque! É desse modelo. Ôô (mostrando a arma) É o ‘doguinho’ da missão”, diz outro, seguido de uma risada. Em um dado momento os criminosos começam a cantar o que parece ser um rap, como se preparando para ir a uma grande diversão. Em meio à letra da canção, eles fazem uma brincadeira com o nome da vítima, reafirmando a sentença de morte decretada por eles.

Pé cheio de sangue

Ao final do vídeo, surgem as cenas mais fortes. Os autores do crime param no local escolhido para a execução. A vítima corre desesperada e gritando. Um dos jovens filma e outro atira. Marcos Vinícius é atingido na cabeça (aparentemente com dois tiros) e cai no chão. O menor autor dos disparos, mesmo vendo a vítima agonizando no chão, desfere vários chutes na cabeça de Caixeta.

Os jovens recarregam a arma e voltam a atiram várias vezes, mesmo com corpo inerte da vítima. Antes de entrar no carro o jovem que chutou a cabeça da vítima depois de atirar nela faz uma observação: “Meu pé ficou cheio de Sangue”. (Anderson Costa)

Discussão da redução da maioridade

Apesar da gravidade do crime cometido pelo menor de 16 anos aprendido ontem, pela lei, ele poderá ficar no máximo três anos em um Centro de Internação, como medida socioeducativa. A situação levanta mais uma vez a discussão sobre a redução ou não da maioridade penal. Para apresentar os argumentos desses dois pontos de vista, O OHOJE ouviu pessoas que atuam na área de segurança e jurídica.

O delegado e deputado federal por Goiás João Campos diz que tem buscado na Câmara Federal uma maneira de aprovar projetos que diminuam a maioridade. “Há quatro anos tramita na Câmara e no Senado um projeto com esta intenção, mas o que acontece é que o governo tem tentado de todos as formas burlar a diminuição da maioridade penal.” Segundo ele, a sociedade tem sofrido com a criminalidade cometida por menores. Para João Campos, se o menor pode eleger os governantes, ele pode responder por seus atos.

Já o presidente da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), Rodrigo Lustosa, é contrário à redução da maioridade penal, que, de acordo com ele, seria inconstitucional. Segundo o advogado, são três as vertentes que pesam para essa opinião. “Em primeiro, está o preparo psicológico. Não é possível ignorar a diferença entre um menor e um maior”, afirma. Para Lustosa, a própria Constituição é clara que a maturidade é gradativa. “Segundo ponto é que a diminuição não comprova que haverá diminuição da criminalidade. Se a lei não funciona com o maior, o que prova que funcionará com o menor”, argumenta. O terceiro ponto apontado por ele é a falência prisional existente no sistema carcerário brasileiro. “Temos casas prisionais, que não é exagero dizer, mais parecem campo de concentração”, destaca.

Texto: O Hoje

Provas do concurso de secretário auxiliar da Promotoria de Campos Belos serão aplicadas no dia 7 de dezembro



A banca examinadora do concurso público para provimento do cargo de secretário auxiliar da Promotoria de Justiça de Campos Belos publicou edital de convocação dos candidatos para a realização das provas discursiva e de múltipla escolha.

Os exames serão aplicados no dia 7 de dezembro, no Colégio Estadual Felismina Cardoso Batista, localizado na Rua Nossa Senhora da Conceição, s/n, Setor Aeroporto, em Campos Belos.

As provas estão marcadas para começar às 14 horas, com término às 18. A banca recomenda que os inscritos cheguem com 30 minutos de antecedência, munidos de documento original com foto e caneta azul ou preta. 

Fonte: MPGO

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Prefeitura de Divinópolis de Goiás paga férias e 13° salario de servidores.



A prefeitura de Divinópolis de Goiás, cidade a 490 km de Brasília, concluiu o pagamento de todos os vencimentos em atraso dos servidores públicos municipais da área da saúde referentes às férias e decimo terceiro salário.

Inicialmente, a gestão encontrou dificuldades em fazer os pagamentos dos servidores públicos da saúde, por falta de verba.

O prefeito chegou a fazer uma reunião com os servidores no último dia 13, alegando que a prefeitura não tinha dinheiro em caixa para pagar as férias dos funcionários.

Porém, menos de 15 dias após a reunião com os servidores, a prefeitura efetuou os pagamentos que estavam em atraso das férias e efetuou o pagamento do decimo terceiro salario.

Sendo assim, o prefeito Filoneto José dos Santos, (Filó), cumpriu com a palavra empenhada para com o funcionalismo.

Homem passa dois dias na estrada para se aposentar no fórum de São Domingos/GO.



Antes de se aposentar, Raimundo Alves de Carvalho, de 61 anos, passou dois dias na estrada para chegar ao fórum de São Domingos, às 9 horas, no sábado (22), data de sua audiência. Foram 120 quilômetros de ônibus, de carona e a pé. Essas foram as formas que seu Raimundo encontrou para se aposentar. “Compensou sair de casa bem antes. Agora sou aposentado”, disse.

O acordo foi homologado durante a realização do Projeto Acelerar – Mutirão Previdenciário, pelo juiz Demétrio Mendes Ornelas Júnior, que presidiu a banca 3. “Atender essas pessoas é gratificante. Elas precisam muito.”, disse o magistrado, que participa pela primeira vez do mutirão.

Raimundo contou que saiu de casa, na quinta-feira (20), com o único destino: fórum de São Domingos. Segundo ele, a viagem foi a passos rápidos. “Queria chegar logo. Eu saí do assentamento às 5 da manhã. Andei uns sete quilômetros e depois pedi carona”, contou. Chegou em Divinópolis de Goiás, distrito judiciário da comarca de São Domingos, onde dormiu para no outro dia seguir viagem. “Dormi na casa de um conhecido. Não tinha dinheiro para pagar hotel. Acordei na sexta-feira e andei mais um bocado para pegar um ônibus e chegar em São Domingos”, ressaltou.

Ao chegar em São Domingos, a caminhada continuou. Raimundo dormiu na fazenda de um amigo, que fica a 20 quilômetros da cidade. “Para não gastar o que eu não tenho, pedi a um conhecido e dormi na rede da casa dele”, relatou. Depois de uma longa viagem, ele afirmou que está “um pouco cansado”. Mas ele não vê problema. “Eu tô feliz demais. Só tenho que agradecer a Deus e a vocês”, falou.

O novo aposentado vive com a mulher, que ainda não é aposentada. Segundo ele, os oito filhos moram em outras cidades. “Foi cada um para cada canto. Hoje vive só eu, a mulher e Deus”, ressaltou. Ele interrompe a conversa para falar que precisava ir para casa. “Deixa eu ir minha filha. Tenho que dar um jeito de ir embora. Vou ter que pedir carona ou pegar um ônibus. Não sei quando vou chegar em casa”, finalizou.



Fonte: TJGO

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Suspeito de homicídio se entrega à polícia em Posse/GO



Um homem procurado pela polícia por homicídio se entregou na delegacia de Posse/GO, na tarde da última sexta-feira (21).

O homem é suspeito de ser o autor dos disparos que matou o jovem Emanuel Ribeiro, de 17 anos.

A Polícia Civil informou que o homem se entregou espontaneamente na delegacia de polícia, ainda de acordo com a polícia, a participação da população foi fundamental para que o suspeito se entregasse.

O crime aconteceu na noite da última quarta-feira (19) próximo a praça do skate em Posse/GO. O suspeito já tem passagem pela polícia.

Mutirão Previdenciário em São Domingos/GO realizou 69 audiências somente no sábado



O Projeto Acelerar – Mutirão Previdenciário realizou, no sábado (22), 69 audiências em São Domingos, município que fica a 615 quilômetros de Goiânia e é a comarca mais distante da capital. Ainda segundo dos dados divulgados pelo Núcleo Previdenciário, apenas no sábado, mais de 50 processos foram resolvidos de forma definitiva, com sentença, alcançando quase 50% de acordos.

Com uma população de cerca de 12 mil habitantes, a cidade de São Domingos é localizada no nordeste de Goiás e quase faz fronteira com a Bahia. O local é conhecido por turistas brasileiros por possuir o Parque Estadual de Terra Ronca, que abriga a maior concentração de cavernas da América do Sul – são quase 300 dentro do complexo.

O juiz Demétrio Mendes Ornelas Júnior (foto), titular da comarca de Bom Jesus e que responde por São Domingos, afirmou que o mutirão assegura a população carente da região maior acesso e oportuniza, especialmente a esses jurisdicionados, um atendimento mais célere e digno. “A comunidade poderá contar com uma Justiça mais próxima e eficaz”, ressaltou.

O magistrado lembrou que são ações como estas que mostram o Poder Judiciário mais próximo da população. Assim, segundo ele, a prestação jurisdicional se torna ágil, dando à comunidade maior conforto e confiança. “A cidade conta com uma grande população rural, cerca de metade dela”, frisou.

O juiz fez questão de agradecer a equipe do mutirão pelo empenho para que os trabalhos alcançassem os resultados positivos. “É uma equipe exemplar. Os colegas e servidores estão trabalhando em pleno sábado para atender essa população que tanto precisa”,  pontuou, ao agradecer também aos servidores do fórum local que preparam os processos para que tudo desse certo.

De acordo com o coordenador do Núcleo Previdenciário, juiz Reinaldo de Oliveira Dutra, todos os processos previdenciários pautados para audiência foram realizadas. “Em caso de acordo, quem tiver direito, o benefício será implantado em 60 dias. Já se o julgamento for improcedente, a pessoa poderá recorrer em segunda instância, em Brasília”, explicou. Para ele, o importante é que o jurisdicionado recebe a sua resposta e o processo chegue ao fim.

Juiz Demétrio Mendes Ornelas Júnior


Fonte: TJGO

O que seria “Comprar alguém”?



O que seria comprar alguém? Já ouvi varias pessoas comentarem "fulano foi comprado por politico tal" então podemos concluir q voltamos pra época da escravidão?

Época em que fazendeiros comprava e vendia pessoas negras no maior absurdo dos tempos antigos. E hoje me deparo com vários populares com a expressão "fulano foi comprado".

Tudo isso seria muito cômico se não fosse muito trágico. Ainda existem políticos e populares que apoiam esse tipo de pratica, e se não for assim não tem o apoio ou os votos de cabresto de certo líder comunitário.

Algo parecido a isso acontece com esse blogueiro na cidade de Divinópolis de Goiás, por exemplo, quando elogio a situação por uma atitude ou uma presteza benéfica, a oposição afirma que fui comprado pela situação. Quando elogio a oposição pelos mesmos motivos à situação afirma que fui comprado pela oposição.

É uma situação que me deixa constrangido, pelo simples fato de dois lados políticos acharem que todo mundo são disseminados e subsequentes como eles.

Fazemos um trabalho comunitário com a participação efetiva da população que nos ajuda com temas e discussões democráticas e colaborativas para este blog.

Aos políticos tenho apenas desprezo a esse jogo sujo pelo poder. Ha população peço apenas que não sejam escravos desses imundos que só visam enriquecimento e poder.

Segunda etapa de vacinação contra aftosa termina dia 30



A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) alerta os produtores rurais que a segunda etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa termina no próximo domingo, dia 30. Nesta etapa, todos os bovinos e bubalinos com até 24 meses devem ser vacinados, sendo aproximadamente 10 milhões de cabeças de um rebanho estimado em cerca de 21 milhões em todo o Estado.

O presidente da Agrodefesa, Antenor Nogueira, chama a atenção para a novidade a partir dessa etapa: a obrigatoriedade da emissão da nota fiscal eletrônica mediante a compra de vacinas contra a aftosa, a brucelose, doenças aviárias e a raiva. “Por meio da nota fiscal eletrônica será possível saber se a quantidade de vacinais vendidas será compatível com a quantidade de bovinos vacinados”, afirma o presidente. Os dados do comércio serão repassados online pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) à Agência.

No site da Agrodefesa, o produtor encontra o link para impressão do formulário de Declaração de Vacinação do rebanho, que também pode ser feita online, desde que a nota fiscal da compra da vacina seja eletrônica e com emissão no Estado de Goiás. Segundo o gerente de Sanidade Animal, Antônio Leal, em qualquer dos casos, o documento deverá ser enviado à Agrodefesa até cinco dias corridos após o encerramento da etapa.

O criador que não imunizar seus animais durante o período da campanha terá de fazer a vacinação assistida por fiscal estadual agropecuário e ainda pagar multa de R$ 7 por cabeça. Em caso de reincidência, o valor dobra. A Agrodefesa alerta ainda para a proibição de leilões presenciais ou virtuais nos dias 31 de outubro e 1º de novembro. Durante o período da campanha, qualquer animal para ser movimentado no Estado precisa estar vacinado respeitando-se o período de carência da vacina: 15 dias para animais com uma vacinação ou primovacinados, sete dias para animais com duas vacinações.

Simultaneamente, neste mês de novembro ocorrerá a vacinação contra a raiva dos herbívoros. Conforme Antonio Leal, também devem ser vacinados contra a doença todos os bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos e equídeos com idade até 12 meses nos 119 municípios considerados de alto risco para a doença. A lista com os nomes das localidades e mais detalhes sobre ambas vacinações estão no site da Agrodefesa.

Fonte: Goiás Agora

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

São Domingos: Nossa causa, Nossa luta.



Há muito tempo que as coisas não estão dando certo em nosso amado município de São Domingos: corrupção, favorecimentos, abandonos e muito descaso com a maior parte de nossa gente.

Enxergamos que já está passando da hora de um posicionamento dos dominicanos que desejam algum bem para a nossa estimada cidade.

Talvez o nosso silêncio tenha sido entendido como conivência ou como covardia, mas não dá mais para assistirmos todos esses descasos como meros espectadores sem relutar, sem nos sentirmos incomodados e sem nos posicionarmos: A MAIOR DAS COVARDIAS É FECHAR OS OLHOS ENQUANTO ALGUÉM TE CEGA.

Nossa cidade agoniza e pede socorro e, neste delicado momento, nos ausentar seria a maior das covardias.

Não procuramos denegrir imagens ou encontrar culpados, mas sim nos unir em busca de uma solução plausível para a calamidade que assola São Domingos e dizer um basta para essa decadência que o município enfrenta há décadas.

Consideramos que alguém precisa tomar alguma atitude e que NÃO EXISTEM EXÉRCITOS DE UM HOMEM SÓ.

Frente a esta terrível situação, decidimos nos unir em prol de um bem comum chamado SÃO DOMINGOS e de desejos ainda maiores, chamados melhoria e decência.

Não julgamos sensatas as formas viciadas com que estão sendo conduzidos os rumos da política dominicana... Não julgamos corretas e positivas tamanha exposição que a nossa cidade/município vem sofrendo.

Não desejamos ser salvadores da pátria, heróis ou santos. Pretendemos apenas não sermos coniventes, nem mesmo VILÕES ou os INIMIGOS da nossa necessitada cidade e de sua população .

Estamos começando uma reação e gostariamos de expor nossas ideias, convidá-los a contribuir com nossa cidade e colocar novas ideias em prática.

Precisamos agir juntos ou logo logo nossa cidade pode não ter mais solução.

MANIFESTE-SE. ABRACE A CAUSA. VEM COM A GENTE.

#‎MeuPartidoéSãoDomingos
Adenilson Ferreira
Alcides Fernandes Barbosa
Amélia Cristina Vieira
Amundson Cardoso
Clédson Lopes
Danival da Silva Sousa
Davillas Chaves
Dinalva Paz
Evandro Cristiano
Fabrício Costa
Jaimilton Passos
Jelber Lopes Dourado
João Aurélio Dias dos Santos
Júlia Guedes Chaves
Karla Costa Peregrino
Lawvrence Pitaluga
Lourdes Félix
Loyanne Oliveira de Jesus
Luiz Carlos Belo de Oliveira
Marcos Thainã B. de Freitas
Marinete da Silva Oliveira
Marília Vieira da Silva Melo
Murilo Guedes Chaves
Nilvan Cardoso
Paulo Ricardo Marques
Pedro Henrique Anes
Phablo Heenryque Cunha
Queila Nere
René Fernandes Alves
Renê Fernandes de Oliveira
Rubens Ferreira de Barros
Senildo Rangel
Vanderlan de Sousa Rodrigues Arantes
Vinicius Oliveira
Vinícius Valente Gomes
Victor Hugo Melo

Operação Coringa em Campos Belos/GO já ouviu mais de 45 servidores públicos em situação irregular.



Após a deflagração ontem (20/11) da Operação Coringa em Campos Belos com o objetivo de verificar a existência de irregularidades na contratação de servidores, a força-tarefa, coordenada pelos promotores Paulo Brondi, Douglas Chegury e Diego Braga, colheu depoimentos de cerca de 48 pessoas para investigar desvios de funções nos quadros da prefeitura.

Durante os depoimentos dos servidores, foram constatadas diversas irregularidades, tais como secretários municipais alocando e realocando, livremente, pessoas em outros setores; cargos comissionados concedidos por simples pedidos de clemência ao prefeito; pessoas sem a capacitação devida para ocupar os cargos para os quais foram nomeadas; servidores que foram reprovados no concurso público em andamento, mas que, mesmo assim, ocupam cargos de servidor, preterindo-se os aprovados no certame.

Além disso, foi comprovado que 90% dos cargos em comissão estavam em desvio de função, com muitos dos servidores nem sabendo realmente o cargo que ocupavam. Verificou-se também que todas as funções eram meramente administrativas, algumas até braçais. Uma das situações detectadas envolvia diaristas que não assinavam sequer contratos, e recebiam via cheque.

Diante disso, os promotores encaminharão ao prefeito e aos seus secretários recomendação para que vários desses servidores sejam exonerados de seus cargos, nomeando-se os aprovados no concurso. Eles avaliam também a possibilidade do ajuizamento de ações civis de improbidade administrativa, contra prefeito e secretários, bem como ações penais por crimes de falsidade ideológica, contra os secretários municipais, uma vez que os servidores desempenhavam função diversa daquela para a qual foram nomeados.

"Constatou-se hoje, pelas oitivas, a situação caótica e absurda que vive a administração pública da cidade. Com inúmeros cargos em comissão que não passam de engodo, existindo somente para agradar o povo e arrebanhar futuros ganhos eleitorais. Em Campos Belos, infelizmente, há muitos anos essas práticas acontecem. A prática, além de criminosa, revela todo o amadorismo da administração, jogando no ralo não só dinheiro público, mas a eficiência dos serviços, sobretudo. O administrador não tem que gostar de concursados, ele é obrigado pela Constituição a nomeá-los. Caso contrário, incide no mínimo em improbidade administrativa. Não há opção”, afirmou o promotor Paulo Brondi.

Há mais de um ano a Promotoria de Campos Belos vem investigando as irregularidades. Já foram abertos oito procedimentos, um para cada secretaria municipal, a fim de acompanhar a situação dos servidores públicos. Por mais de um ano, o MP tentou a solução pacífica, porém, em vários momentos a administração não seguiu as orientações, o que motivou a operação. As investigações, informam os promotores, vão prosseguir.

Fonte: MPGO

Presidente da Câmara de São Domingos/GO e vereador deverão manter distância de testemunha.



Acatando pedido formulado pelo Ministério Público, o juiz Demétrio Ornelas Júnior proibiu o ex-prefeito de São Domingos e atual presidente da Câmara Municipal, Rival Gonçalves da Silva, e o vereador João de Lú Gomes da Silva de se aproximarem ou manterem contato com uma das testemunhas na denúncia dos crimes de peculato e formação de quadrilha que ocorriam na cidade, envolvendo autoridades como ex-prefeitos, secretários, vereadores e servidores no desvio de combustível pago com verba pública.

 A prática foi revelada pelo MP na Operação Sétimo Mandamento, deflagrada em setembro de 2014, resultando na denúncia feita pelos promotores de Justiça Douglas Chegury, Diego Braga e Paulo Brondi contra 29 pessoas.

De acordo com a ordem judicial, a aproximação pessoal dos dois ou por intermédio de terceiros e também por meio eletrônico está proibida, devendo ser evitado ainda que eles frequentem os lugares que a vereadora testemunha costuma ir, como estabelecimentos comerciais, igrejas, casa de amigos em comum e escolas, mantendo dela distância mínima de 250 metros. O eventual descumprimento à determinação implicará a prisão preventiva de Rival da Silva e João de Lú.

A intimidação

De acordo com os promotores, após o oferecimento da denúncia criminal, a testemunha informou que estava sendo intimidada e constrangida pelos vereadores, dois dos denunciados pelo MP, uma vez que eles imprimiram e distribuíram pelo município cópias de seu depoimento.

Ao analisar os fatos e sentenciar, o magistrado afirmou haver riscos para a instrução criminal, pela intimidação e constrangimentos praticados pelos denunciados. Segundo ele, há fortes indícios de que os vereadores em questão tenham efetivamente feito circular no município cópias do depoimento da testemunha. Isso porque, conforme apresentado pelo MP, uma funcionária da copiadora onde o material foi feito confirmou que o serviço foi encomendado por Rival e João.

Para o juiz, embora não exista proibição legal de extração de cópias de documentos produzidos em processo criminal ou em investigações quando não sigilosas – apesar de não ter sido esclarecido para quem elas teriam sido distribuídas -, a conduta dos representados pode significar constrangimento velado à testemunha, sendo bastante incomum também a prática de divulgá-los.

Fonte: MPGO

#MeuPartidoéSãoDomingos



No universo político dominicano, a desconfiança e descrença da população para com seus representantes atingem níveis altíssimos, não sendo raras às vezes em que se escuta, nos mais variados locais e nas mais diversas regiões do município, que “Os políticos não prestam” ou que “Todo político é ladrão”.

Apesar de esta assertiva ser, de certa forma, historicamente repetida, (sempre houve, por parte do povo, uma confiança abalada em seus representantes, achando que estes não cumprem seu papel da maneira adequada) observa-se que a frequência de tais afirmações e, em especial no cenário político, tem aumentado a cada escândalo envolvendo os políticos da cidade.

No que diz respeito ao profundo sentimento de desconfiança dos cidadãos que cresce a níveis cada vez maiores com relação aos seus representantes. Cada escândalo revelado pelo Ministério Público local, cresce ainda mais o descredito da população com seus atuais políticos.

A cidade vive a sua maior crise politica da história, sua população pede por melhorias num momento em que o chefe do poder executivo vive um momento conturbado, com denuncias graves do MP. Podendo vim a perder o mandato a qualquer momento.

Mas afinal, qual o político que merece governar essa cidade de tão belas paisagens e de um povo tão apaixonado. Uma coisa é certa, São Domingos precisa de mudanças, e só a população tem esse poder. Nas urnas, escolhendo o que pode ser melhor para o município.

A internet é uma das coisas mais brilhantes já inventada pelo ser humano, através dela a população dominicana criou a campanha ou a hastag #MeuPartidoÉSãoDomingos seguida de uma foto fascinante do município. 

Essa foi uma forma da população se manifestar contra os políticos que vem sendo constantemente acusados pelo MP e se envolvendo em escândalos com a maquina do governo frequentemente, cada semana uma novidade. É impressionante.

Porém, para mudar o cenário político atual, a população tem que se unir, escolher representantes que ame a cidade, para colocar ordem na casa e se livrar das constantes acusações envolvendo políticos do município.

#MeuPartidoéSãoDomingos









Imagens da internet

Secretaria de Esportes de Divinópolis de Goiás promove primeiro peneirão de futebol na cidade.



A Secretaria de Esportes e Lazer de Divinópolis de Goiás, através do secretário Pedro Passos, promove nos dias 29 e 30 de novembro, primeira peneira de futebol na cidade.

O peneirão de futebol será realizado em parceria com o Campineira Futebol Club, time da cidade de Goiânia que estará no município para promover os testes.

O Campineira Futebol Club trabalha com as categorias de base sub-15, sub-17 e sub-20.

De acordo com o secretário de esportes, Pedro Passos, além de jogadores da localidade, irá participar da peneira jogadores de outras cidades como São Domingos, Monte Alegre e Campos Belos.

A expectativa é de que cerca de 40 a 60 jogadores participem da peneira, que será realizada no estádio Roserleide Pimentel, a parti das 08:00hs da manhã.

Secretaria de esportes emite nota de repúdio contra atos de vandalismo de torcedores do Verdão.



A Secretaria de esportes vem a público externar absoluto repúdio aos atos de vandalismo praticados por torcedores do Verdão no transcorrer do jogo da final do campeonato municipal.

Ao recriminar os atos ocorridos no dia do jogo, a secretaria de esportes é contra esse tipo de manifestação e afirma compromisso contra o vandalismo e apoio a paz no futebol.

Nesse contexto, a Secretaria de Esportes rechaça os atos e as condutas que violem a integridade do ser humano e do patrimônio público do município.

Sendo assim, a Secretaria de Esportes condena todo e qualquer ato de violência perpetrado em desacordo com a ordem local.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Mutirão previdenciário chega à cidade de São Domingos/GO neste sábado (22).



No próximo sábado (22) a Comarca de São Domingos/GO vai receber o projeto acelerar-mutirão previdenciário, a expectativa é que vários casos sejam resolvidos nas audiências.

Os juízes presidem as bancas de audiência e buscam a conciliação entre as partes e, quando não alcançam o acordo, realizam a instrução do processo e proferem a sentença imediatamente.

O trabalho será conduzido pelo juiz Reinaldo de Oliveira Dutra e conta com a participação dos juízes Rodrigo de Melo Brustolin e Luciano Borges da Silva, além dos procuradores federais Joaquim Pedro da Silva e Eulina Dorneles.

Segundo o coordenador do Núcleo Processual Previdenciário do Projeto Acelerar, Reinaldo Dutra, com a união de esforços é possível implantar imediatamente os benefícios previdenciários resultantes de acordos entre as partes e, logo após as audiências, são expedidas as Requisições de Pequeno Valor (RPV) referentes ao pagamento de valores atrasados em até 60 dias.

São Domingos/GO pode ganhar novo Banco do Povo.



Por Dinalva Paz,

Não sei se alguém se lembra do Banco do Povo, só sei que hoje estivemos reunidos com uma representante, da Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento (SEGPLAN).

Com o objetivo de trazer novamente este Banco para nosso município, sem nenhum custo para a prefeitura, onde o mesmo atenderá pessoa física e jurídica enquadrados no perfil. Para solicitar crédito com juros acessíveis.

Onde o sonho de muitas pessoas poderão ser realizados, difundindo assim seu próprio negócio, enfim, fizemos o que precisava ser feito e agora aguardar os tramites legais, lógico que com a aprovação de nosso administrativo que é de suma importância.

Tenho certeza que poderemos mudar esta nossa realidade.

Morre a quarta vítima do gravíssimo acidente em Campos Belos/GO.



É com profundo pesar que noticiamos a morte do jovem Joecymaik Júnior, 19, uma das vítimas do gravíssimo acidente que matou três pessoas em Campos Belos, no último dia 13 de novembro.

Joecymaik Júnior faleceu na madrugada desta quinta-feira, 20, no Hospital Universitário de Brasília (HUB).

Ele estava internado há sete dias e não resistiu aos graves ferimentos do acidente e teve a indicação de morte cerebral feita pela equipe médica.  

Os familiares já estão providenciando o translado do corpo de Brasília para Campos Belos, onde o corpo deve ser velado e sepultado.

Ele é a quarta vítima fatal. Morreram também no acidente Antônio Carlos Francisco Piedade, 20 anos, Josenildo Sena dos Santos, 16 anos, e Paulo Ricardo Pereira dos Santos, de apenas 15 anos.

A tragédia tomou contorno de dramaticidade e de perplexidade, porque vitimou dois adolescente de 15 e 16 anos e um outro jovem de apenas 20 anos.

Joecymaik Júnior Silva Santos saiu gravemente ferido e foi transferido no mesmo dia para Brasília.

As informações são do Blog Dinomar Miranda

Jovem é assassinado a tiros na cidade de Posse/GO.



Um jovem foi morto com vários tiros próximo a praça do skate, na cidade de Posse/GO. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (19).

Segundo informações o jovem se chama Emanuel Ribeiro, 17 anos. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O suspeito fugiu após os disparos, que acertou o jovem. Não se sabe a causa do crime.

A polícia procura o suspeito. Seu nome é Kelianderson. Qualquer informação sobre sua localização, informe a Delegacia de Polícia de Posse/GO ligando no 197 ou (62) 3481-2127.

Operação Coringa é deflagrada em Campos Belos/GO para coibir desvio de função de servidores municipais.



O Ministério Público deflagrou, na manhã de hoje (20/11), na cidade de Campos Belos, a Operação Coringa, com o objetivo de verificar a existência de servidores contratados e comissionados em desvio de função nos quadros da prefeitura.

A força-tarefa está sendo coordenada pelos promotores de Justiça Paulo Brondi, Douglas Chegury e Diego Braga. Desde o início da manhã, estão sendo realizadas inspeções em diversos órgãos municipais, com base em informações adquiridas pela Promotoria de Justiça local sobre as possíveis irregularidades.

São três equipes de servidores do MP, a cargo de cada um dos promotores, que visitam órgãos municipais e averiguam a prestação dos serviços, sendo que, pelo menos 20 servidores, devem ser convidados a comparecer na Promotoria de Justiça para prestar depoimento.

As investigações sobre desvio de função na administração municipal tiveram início há mais de um ano. Os promotores esclarecem que a Lei nº 1.136, editada em 2013, criou vários cargos em comissão, como os de chefe da Seção de Limpeza, da Seção de Esquadrias, da Divisão de Protocolos, da Seção de Protocolos e vários outros. Eles observam, entretanto, que a referida lei sequer descreve as funções de cada cargo. Além disso, vários servidores estariam exercendo tarefas que não guardam relação com o cargo que efetivamente ocupam.

Durante o ano, foram expedidas recomendações, como forma da solução do problema de modo informal. No entanto, a insistência da administração em manter servidores em situação irregular motivou a operação, afirmam os promotores.

Fonte: MPGO

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Uh sai do chão a torcida do Verdão!




Pensei muito antes de postar esse texto, por tudo que envolve e por grandes paixões que são capazes de quase tudo, duas torcidas que gostam de seus times. Mas, eu tinha que postar, a torcida do Verdão deu o maior show da história do futebol de Divinópolis de Goiás.

Eu já fui há centenas de jogos na minha vida, diversos times, vi várias finais.

Eu nunca vi uma torcida comemorar tanto um gol.

Eu nunca vi uma festa tão bonita.

Eu nunca vi um estádio tão bonito.

Eu nunca vi um time ter tanto medo de ser campeão.

Eu nunca vi uma torcida cantar tanto.

Eu nunca vi um drama tão desnecessário.

Eu nunca vi nada do que eu vi no jogo de sábado.

Eu nunca vi um time oscilar tanto numa final.

Eu nunca vi tanta gente feliz junta.

Eu nunca vi tanta paixão em um só lugar.

Eu nunca tinha visto. Sábado eu vi.

Aprendi a viver novamente essa coisa, chamada de paixão por futebol, coisa que não me acontecia desde o regional de 2005, quando o Verdão foi campeão. E naquele ano acompanhei quase todos os jogos do time pela região, vi o time crescer na competição, assim como em 2014, estive em quase todos os jogos.

Eu achava que sabia. Mas não sabia o que é ser Verdão.

Não, eles não são melhores do que os outros, mas também não são iguais.

Eles são únicos e amam aquela coisa de forma inexplicável.

E quando eles dizem “Uh sai do chão a torcida do Verdão” não é uma musica, é uma ordem.

Torcida eu sei que esperavam um belo texto, mas nada do que eu escreva vai ser mais bonito do que aquilo que vi.

Me desculpem, hoje estou escrevendo como torcedor fanático desse time, que faz parte da minha historia de vida. Faz parte de mim e não poderia jamais deixar de escrever o que vi e o que senti naquela tarde de sábado.

PS: No dia do jogo houve exageros por parte da torcida do Verdão, não todos, mas alguns torcedores jogaram latas de cerveja no campo (Atingindo até um jogador adversário) e subiram no alambrado. Foi um mau exemplo, a torcida foi maravilhosa, pecou nos excessos.