quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Um ano difícil para a Liberdade de expressão.



E termina 2014. Um ano bastante difícil para a liberdade de expressão. Abordamos aqui diversos temas, inclusive o mais polemico deles, a politica, e não imaginava as inúmeras violações democráticas que nos aguardava.

Tivemos inúmeros vilões da liberdade de expressão, mas sem duvida alguma o povo foi quem mais ganhou com esse canal de comunicação. Aqui sempre prevaleceu a expressão e o direito da comunidade de exercer o que lhe foi garantido pela constituição “A liberdade de expressar”.

O nosso País acolheu a teoria libertária, que pressupõe que o estado não pode intimidar, ameaçar e nem ditar o que deve e o que não deve ser dito pelos veículos de comunicação.

No entanto, o ano de 2014 foi bastante tenso nos bastidores deste veículo de comunicação, seja pela atuação de políticos, seja pela compreensão equivocada de alguns, seja pela maldade de pessoas que nunca somaram para essa pagina, e que apenas tem o dom de fazer criticas.

O ano foi marcado, sofremos intimidação, ameaças, retaliações em redes sociais, perfis falsos foram criados para atacar exclusivamente esta pagina e a pessoa responsável pela mesma. Pensei inúmeras vezes em desistir, porém, o elo e o prazer pela comunicação não me deixaram cair nos momentos de turbulências.

Com muita alegria e satisfação, abro um parêntesis aqui para agradecer a todos pelos elogios e pelas criticas, as pessoas que opinaram de forma democrática e com respeito entre si.

Não há justiça sem imprensa. A publicidade é o princípio, que preserva a justiça de corromper-se. Todo o poder, que se oculta, perverte-se.

Esgoto vaza e incomoda moradores em São Domingos/GO.



Moradores da Avenida Capitão Antonio Carlos, no centro da cidade de São Domingos/GO, estão há alguns dias sofrendo com mau cheiro vindo de um vazamento de esgoto.

Segundo um morador que não quis se identificar, parte do esgoto escoa pela rua e ninguém toma providencias, pois o mau cheiro é insuportável e incomoda toda a vizinhança.

Se a situação é desconfortável para quem passa pela região, é pior ainda pra quem tem como parte da rotina o mau cheiro.

Quando será que este tipo de ocorrência será atendida de forma rápida? De quem é a responsabilidade?

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Movimento #MeuPartidoÉSãoDomingos (Meu Adesivo)



Por Dalvan Gomes da Silva,

Após a reunião realizada no dia 24.12.2014 colocamos os adesivos do movimento nos carros. Sai pensando como as pessoas iriam reagir a esse “meme virtual” agora tomando as ruas. E não demorou, para alguém questionar “esse partido”? Logicamente não se trata de um novo partido político com registro no TSE.

É um movimento apartidário, ou seja, seus membros não defendem nenhuma sigla partidária mesmo àqueles filiados a algum partido. Esses jovens almejam sim que a ação pública seja baseada em valores éticos em nosso município.

Foi esse sentimento que consegui observar durante a reunião. Por falar em valores, lembrei-me das ideias do filósofo Immanuel Kant sobre o valor moral das ações. Para ele, toda ação boa é realizada sem o menor interesse. Já a ação ruim é exatamente o contrário, a pessoa pratica com algum tipo de interesse. Pois é, hipoteticamente podemos imaginar onde esses jovens querem chegar com esse movimento: #MeuPartidoÉSãoDomingos.

 O movimento #MeuPartidoÉSãoDomingos, não é contra os grupos políticos majoritários da cidade. Não são contra a sigla 100 nem contra a sigla 200, o que se busca é a autonomia da população para corrigir os rumos e os interesses das ações assumidas até aqui.

O entusiasmo desses jovens é contagiante, lembro que em meados dos anos 80 e 90 participei de um grupo de jovens que tentava articular em reuniões com lideranças da época o questionamento de algumas ações e propondo outras sem confrontos raivosos. Para o movimento atual, só tem uma maneira de a população ajudar nessa correção de rumos: PARTICIPANDO. Como? Nas reuniões da Câmara de Vereadores você pode dialogar, questionar, observar, cobrar, articular e até propor  projetos. 

O movimento #MEUPARTIDOESÃODOMINGOS nasceu da desesperança dos jovens com a política partidária que representam o desgaste de São Domingos. Esses jovens não acreditam mais que a solução seja a simples troca dos grupos políticos na administração do paço.

 A população tem que sair da apatia e participar; conhecer o “jogo” para estruturar as cobranças com perspicácia e isenção. Não é fácil se reestruturar com tantas situações de baixo astral, mas o desafio está colocado para a população Dominicana.

 Por isso devemos apoiar esses jovens e acredito na lisura de suas ações. A maioria reside em Goiânia, e alguns em Brasília, deixam o conforto da capital para vir aqui participar de reuniões. Necessariamente esses jovens cumprem com o dever de cidadão.

O movimento não se configura uma ameaça à hegemonia dos grupos políticos da cidade, uma vez que não é esse o objetivo. O que esses jovens querem é cobrar dos agentes públicos que já foram ou vierem a ser eleitos o zelo e o altruísmo com a constituição municipal.

Estão chamando a população para desqualificar os representantes que insistem em práticas antagônicas aos interesses do bem comum. Quem tiver disposto a participar do movimento podem usar o adesivo #MeuPartidoÉSãoDomingos que não se trata de uma nova sigla partidária e sim uma coalizão idealista para o nosso São Domingos partido.

Moradores denunciam falta de coleta de lixo em São Domingos/GO.

Foto: Facebook Marcio Guedes

Moradores da cidade de São Domingos/GO, no nordeste do estado, denunciam a falta de coleta de lixo nas ruas do município.

 De acordo com um morador da cidade a coleta vem ocorrendo apenas na região central da cidade, em outros bairros periféricos não esta sendo feito a coleta há quase uma semana.

Outro morador disse em uma rede social que faz tempos que o caminhão da coleta recolheu o lixo da sua porta.

O resultado é tambores derramando lixo e sacos de lixo abertos com restos de comida, papel, dejetos. No entanto, a situação persiste.

IMB divulga estudo social sobre idosos em Goiás.



O Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos da Secretaria de Gestão e Planejamento (IMB/Segplan) elaborou estudo com o objetivo de compreender a realidade dos idosos em Goiás.

 No trabalho, esse grupo populacional é formado por pessoas acima de 64 anos de idade considerando sua heterogeneidade socioespacial.

O objetivo do estudo do IMB/Segplan é oferecer subsídios às ações e políticas públicas que contemplem distintas realidades e, assim, garantir melhor qualidade de vida para os idosos goianos.

 Nesse sentido, são analisadas questões como a feminização da velhice, o quadro educacional e de trabalho, as causas de mortes e as condições de moradias dos idosos. Além disso, foi feita a espacialização de alguns dados pelas microrregiões do Estado.

A transição demográfica desencadeada pela diminuição da mortalidade e da natalidade a partir da década de 1950 possibilitou a alteração da composição populacional. Nesse cenário, houve o aumento da longevidade e a consequente elevação do número de pessoas com 65 anos ou mais. O envelhecimento da população brasileira, portanto, é algo real e que seguirá em constância por um longo período. Essa constatação do trabalho é corroborada por dados da IBGE (Censo Demográfico e Pnad), além das projeções populacionais do IMB.

Idosos

Os idosos no Estado de Goiás eram 2% da população em 1970 e passam para mais de 6% em 2010. O crescimento da participação desse grupo deve continuar nas próximas décadas, com estimativa de alcançar 11,4% em 2030. O aumento dos idosos e a redução da fecundidade feminina resultarão num acelerado processo de envelhecimento da população, sendo que haverá em 2030 mais de 65 idosos para 100 crianças.

Os pesquisadores do IMB/Segplan destacam a feminilização da velhice. Em Goiás, no ano de 2010 as mulheres representavam 52,4% dos idosos e elas serão 55% em 2030. A participação das idosas aumenta na medida em que a idade avança: em 2010 elas, por exemplo, eram 58% daqueles com 90 anos ou mais e serão 61% em 2030.

Outra questão trazida pelo estudo diz respeito à morte dos idosos. Os falecimentos estão concentrados em apenas três tipos de doenças, havendo diferenças regionais no Estado das causas de mortes desse grupo populacional. A compreensão das diversas dimensões que envolvem os idosos permite o enfrentamento da realidade de forma a não considerar a velhice como algo penoso, mas como uma possibilidade de ganhos sociais.

Fonte: Goiás Agora

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Menos pessoas estão morrendo nas estradas.



Segundo dados parciais da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), desde o feriado de Natal, morreram 3 pessoas em acidentes de trânsito nas GOs. No mesmo período do ano passado, 11 perderam a vida nas estradas estaduais.

Os números também são positivos, quando comparados o total de acidentes no resto do ano. Em 2013 foram registrados 82 acidentes e 88 pessoas feridas. Já esse ano, foram registrados até agora, 45 acidentes e 66 feridos.

O Batalhão Rodoviário da Polícia Militar segue em operação de fim de ano, intensificando a fiscalização nas barreiras, até o dia 5 de janeiro.

Concursos públicos para Goiás.



Com o início do ano, as pessoas desejam mudanças em suas vidas, algumas pretendem mudar a situação financeira. Em busca de melhores ganhos financeiros, várias pessoas participam de concursos públicos.

Em Goiás, o período de inscrições de alguns concursos termina ainda neste ano, outros no início de 2015, entre eles na Câmara Municipal de Pontalina, do Conselho Nacional do Ministério Público, do Ministério da Previdência Social, da Polícia Civil de Goiás, da Prefeitura de Nazário, a Prefeitura de Rubiataba, Prefeitura de Uruaçu e o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás.

Na Câmara Municipal de Pontalina, Goiás, são oferecidas vagas para os cargos de Agente de Vigilância, Assistente Contábil, Auxiliar de Recepção, Auxiliar de Serviços Gerais, Contador, Controlador Interno, Executor Administrativo, Motorista, Procurador Jurídico. O período para inscrições teve início no último dia 15 e vai até o dia 05 de janeiro.

O Conselho Nacional do Ministério Público oferece vagas para Brasília. As inscrições terão início a partir do dia 21 de janeiro. As vagas são para os níveis médio, técnico e superior.

A Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás oferece vagas para o cargo de Papiloscopista Policial. No total, são oferecidas 100 vagas. 

Amanhã, termina o prazo para inscrições no concurso da Previdência Social. As vagas são para Brasília.

O concurso para provimento de vagas e formação de cadastro da Superintendência da Polícia Técnico-Científica de Goiás teve o período para inscrições prorrogado. Ao todo, são oferecidas 250 vagas para o nível superior e 60 vagas para o nível fundamental. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de janeiro.

O período para inscrições no concurso da Prefeitura Municipal de Nazário termina amanhã (30). Entre as vagas oferecidas estão a de Agente de Combate a Endemias, Assistente Social, Atendente de Farmácia, Auditor de Controle, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Serviços Gerais, Enfermeiro, Farmacêutico, Professor e outras. 

Nesta segunda-feira, termina o prazo para inscrições no concurso da Prefeitura de Rubiataba. As inscrições tiveram início no último dia 8. 

A Prefeitura Municipal de Uruaçu também oferece vagas por meio de concurso. O período para inscrições vai até o dia 4 de janeiro. As vagas são para os níveis fundamental, médio e superior, entre elas Agente de Limpeza, Auxiliar de Serviços Gerais, Almoxarife, Motorista, Fiscal de Vigilância, Assistente Social e outras.

Fonte: DM

Programas levam moradia digna e cidadania a todo o Estado.



A Agência Goiana de Habitação foi reestruturada na atual administração estadual para assumir o papel de construtora e indutora do processo de desenvolvimento da habitação de interesse social em Goiás.

Mais ágil e moderna, em apenas quatro anos, a agência transformou o Estado em referência nacional na área de políticas habitacionais, com dois programas-modelo: o Cheque Mais Moradia (construção, reforma e melhoria habitacional) e o Casa Legal (regularização fundiária). O Estado tornou-se líder absoluto no ranking de contratação de moradias.

Desde 2011, a Agehab vem desenvolvendo programas que estão beneficiando milhares de famílias goianas, realizando o sonho da casa própria ou da melhoria das condições da moradia, além da conquista da escritura registrada de imóveis. Parceira dos municípios e entidades sociais na execução de uma política habitacional que já mudou a realidade de Goiás, tanto na zona rural quanto nas cidades, a agência tem como prioridade o atendimento de famílias com renda mensal de até três salários mínimos, que representam 91% do déficit habitacional do Estado. De acordo com as necessidades e o perfil dos municípios, a equipe da Agehab viabiliza parcerias e convênios que estão garantindo os recursos e a construção das moradias.

Cheque Mais Moradia

O Cheque Moradia foi reformulado e transformou-se no Cheque Mais Moradia, o que possibilitou à Agehab atuar em parceria com todos os programas federais e municipais de habitação. Atualmente, o governo estadual não entrega somente o cheque, mas garante também, por meio de convênios e parcerias, a construção da moradia, que é assumida pela Agehab. Ao final do processo construtivo, que dura em torno de 18 meses, a família beneficiada recebe as chaves da casa.

No balanço geral, desde 2011, o Governo de Goiás já liberou, por meio do Cheque Mais Moradia, mais de R$ 256 milhões para construção, reforma e ampliação das moradias e equipamentos comunitários. Um total de 243 dos 246 municípios goianos já foram beneficiados na área habitacional.

 A meta de contemplar todos os municípios na área de moradia foi cumprida, uma vez que apenas três municípios não manifestaram interesse em se conveniar com o Estado. Na parceria, os municípios doam as áreas regularizadas e assumem a infraestrutura básica, e a Agehab viabiliza o convênio que melhor atende ao perfil e às necessidades do município, aportando até R$ 20 mil na modalidade construção por unidade habitacional.

A agência fecha 2014 com o maior empreendimento de interesse social de Goiás em andamento: o Residencial Nelson Mandela, no Conjunto Vera Cruz, em Goiânia. A primeira etapa das cinco mil moradias contratadas será concluída até o final de 2015.

Fonte: Goiás Agora

sábado, 27 de dezembro de 2014

Três pessoas morreram em grave acidente na BR-020.




Um grave acidente na manha deste sábado (27) ceifou a vida de três pessoas na BR-020 próximo ao posto da Policia Rodoviária Federal em Alvorada do Norte/GO.

De acordo com as informações um veiculo Space Fox colidiu frontalmente com um corsa classic, o acidente ocorreu por volta das 07:45 da manha.

Além de três vitimas fatais que ficaram presas nas ferragens, uma quarta vitima do sexo feminino foi transportada pelo helicóptero da policia Rodoviária Federal ate o pronto socorro.

Ainda segundo as informações um dos veículos estava vindo de São Domingos/GO e a causa do acidente está sendo investigada pela PRF.

A PRF já registrou mais de 120 acidentes de transito em estradas federais que cortam o estado de Goiás desde o último dia 25, foram 99 feridos, 8 mortes, 120 autuações por alcoolemia sendo que 20 foram presos.



FCO Rural contempla produtores e estimula geração em Goiás.



Este ano mais de 13 mil empregos foram gerados por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Rural (FCO Rural), em Goiás.

Os dados coletados pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro) mostram que, desde 2011, foi grande a procura e o número de cartas manteve a média, o que possibilitou investimento, em valores aprovados pelo FCO Rural, na ordem de R$ 3,17 bilhões, num total de 5,48 mil cartas aprovadas, entre 2011 e 2014.

Em 2011, foram aprovadas 1.745 cartas, perfazendo R$ 863 milhões (3.904 empregos gerados). Em 2013, o saldo foi praticamente mantido, com 1.590 cartas e valor aprovado de R$ 922 milhões. O FCO Rural constitui conjunto de financiamentos direcionado ao setor produtivo agropecuário e agroindustrial e tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento econômico e social da Região Centro-Oeste.

Créditos disponíveis

Entre as linhas de crédito disponíveis  estão o FCO Rural para o desenvolvimento rural e o FCO para financiamento de retenção de fêmeas bovinas, além da linha de financiamento especial para adequação do sistema de produção agropecuário e desenvolvimento da pesca, dentre outros. São beneficiados produtores rurais, pessoas físicas e jurídicas, além de suas cooperativas e associações. O valor financiável é de R$ 20 milhões (por cliente, grupo empresarial ou agropecuário).

Fonte: Goiás Agora

Sorteio da mega sena da virada será em Posse/GO.




A cidade de Posse, nordeste de Goiás, será palco do sorteio da Mega Sena da Virada, que deve ocorrer no dia 31 de dezembro.

A estrutura da Caixa Econômica Federal, que deve contar com um ator global, será instalada na Praça da Liberdade.

O pedido foi do prefeito municipal José Gouveia à Caixa Econômica Federal, em Brasília.

As apostas para este concurso especial, que terá o número 1.665 da Mega Sena, serão feitas em um volante específico.

A Mega da Virada é considerada a mais popular das loterias da Caixa e teve sua primeira edição em 2009. Com o evento, a cidade espera receber um grande número de apostadores do Nordeste Goiano e Oeste Baiano.

O objetivo do Prefeito José Gouveia foi projetar Posse a nível regional e nacional para que os brasileiros conheçam um pouco sobre a cidade, a história e seus costumes.

As informações são de Ivan Carlos Brasileiro

Idoso morre cerca de duas horas depois da morte da mulher em Goiás.



Um casal de idosos morreu com cerca de duas horas de diferença em Anápolis, a 55 km de Goiânia. José Mendes Boaventura, 75, e Luzia Alves Mendes, 74, foram casados por 55 anos e morreram na quinta-feira (25), dia de Natal.

Segundo familiares, eles estavam em locais separados quando a mulher, que estava doente há algum tempo, sofreu uma parada respiratória. “Minha tia chegou até ela [Luzia] para acordar, dar um café para ela e notou que ela já não estava respirando. Tentamos chamar o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para reanimar, mas ela veio a falecer”, conta um sobrinho do casal, Jhonatas Guimarães.

Enquanto Luzia era atendida, José, que estava em uma chácara, também se sentiu mal. Ele foi levado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) onde sofreu uma parada cardíaca e morreu, antes mesmo de saber que Luzia tinha morrido.

“Quando chegaram para me dar a notícia que a esposa dele tinha morrido, ele já estava morrendo lá no hospital. Não teve como nem eles saberem da morte um do outro”, diz outro sobrinho, Orias Alves Guimarães.

O casal foi velado em uma igreja evangélica e enterrado nesta tarde, no Cemitério Municipal de Abadiânia. Filha dos idosos, Tereza Rodrigues de Abreu afirma que apesar do momento de sofrimento, admira a união dos pais. Ela conta que esse era o desejo do casal, que um não tivesse que viver sem o outro. “Apesar de ser muito doído, foi muito bonito, foi um exemplo para qualquer casal”, disse.

Fonte: G1

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Economia goiana avança acima da média nacional.



Nos últimos quatro anos, o Estado de Goiás tem se mantido na dianteira da evolução econômica nacional, mesmo diante de um cenário macroeconômico com fortes indícios de retração.

 Dados consolidados do Produto Interno Bruto (PIB) referentes a 2011 comprovam seu crescimento acima da média nacional. Enquanto o Brasil totalizava a produção de riquezas no patamar de R$ 4,143 trilhões, correspondendo a um crescimento de 2,7%, Goiás encerrava 2011 atingindo a soma de R$ 111,269 bilhões, o que representou um avanço de 6,7% na somatória de riquezas produzidas, um crescimento 4% superior ao nacional.

Segundo estimativas do Instituto Mauro Borges de Pesquisa e Estatística (IMB/Segplan), o PIB goiano em 2012 deve ser consolidado em um patamar de aumento de 3,7%, enquanto o nacional tende a ficar por volta de 1%. Em 2013, calcula-se que o crescimento goiano fique em torno dos 3,9%, enquanto o País tenha alcançado 2,5%; e a previsão para 2014 é que Goiás encerre o ano com crescimento de 2%, enquanto o Brasil deve amargar 0,5% de avanço na geração de riquezas.

Mas o que fez Goiás continuar avançando a níveis superiores ao do restante do País? A resposta a essa pergunta está contida em um plano de governo adotado por Marconi Perillo em seu terceiro mandato. Ao se deparar com um quadro de escassez de recursos e áreas carentes de investimentos, Marconi comandou a elaboração do Plano de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI), onde foram definidas as áreas estratégicas de investimento e quais fontes de recursos que seriam aplicadas em cada uma delas. Em seu escopo foi previsto o montante de R$ 46 bilhões em investimentos até 2014, em projetos que levassem o selo de prioridade do programa nas seguintes áreas: social, econômica, infraestrutural, desenvolvimento regional, gestão e comunicação/institucional.

Além disso, foi determinado que os projetos que levassem tal selo de prioridade ganhariam maior celeridade na sua execução. Para isso, foram reduzidos os procedimentos burocráticos, por meio da reformulação de normas, decretos e legislações voltadas a propiciar agilidade aos processos de alto interesse da administração pública estadual. Segundo cálculos do IMB/Segplan, as ações contempladas no programa estratégico devem ser responsáveis por um incremento de 3,5% no PIB goiano ao ano, permitindo a criação de 230 mil postos de trabalho e ampliando a média anual de investimentos privados para cerca de R$ 10 bilhões. Este desempenho permitiu a Goiás se manter na nona posição do ranking das maiores economias brasileiras.

Ao se analisar a evolução do PIB goiano nos últimos anos é possível notar que a consolidação da economia goiana está amparada na diversificação da agroindústria, da indústria de transformação, e no bom desempenho do comércio e do setor de serviços. A atração de indústrias para abastecer as cadeias produtivas de automóveis e da indústria química de medicamentos também foi preponderante para garantir o pleno desenvolvimento do cenário goiano.

Situado em uma região de forte apelo ao agronegócio e à pecuária, Goiás tem buscado fortalecer o segmento agrícola, sem se esquecer de estimular a modernização e diversificação de seu parque industrial, ao focar na atração de novas empresas para incrementar o setor industrial e de serviços, que são os grandes geradores de postos de trabalho. E tais cadeias produtivas só foram mantidas, principalmente, pelos incentivos fiscais oferecidos pelo governo.

Polo de convergência de novos negócios

Com o traçado das suas prioridades em mãos, o Governo foi em busca de investidores privados interessados em estabelecer parcerias que pudessem contribuir com o seu projeto de desenvolvimento pleno e sustentável. Uma das formas de se estimular a captação de investimentos para o Estado é o oferecimento de recursos a título de financiamento disponibilizados pelo Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), administrado pelo Ministério da Integração Nacional, Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste e Banco do Brasil. Com juros atrativos e um longo período de carência, os recursos do FCO representam um forte atrativo para geração de novos negócios. Atualmente, a taxa cobrada é de até 6,75% ao ano, o que o torna um dos recursos mais atrativos disponíveis no mercado. Nos últimos três anos, 2011 a 2013, foram revertidos R$ 5.982 bilhões nas áreas rural e industrial. Ao todo, foram realizadas 81.936 operações de crédito capitalizadas pelo Fundo.

Outro forte argumento capaz de redirecionar os investimentos de uma empresa para o Estado de Goiás é a política de incentivos fiscais contida no programa Produzir/Fomentar, conduzido pela Secretaria de Indústria e Comércio. Além de representar uma segurança jurídica ao empresário que escolhe o Centro-Oeste para potencializar seus negócios, o programa ainda o torna mais vantajoso ao financiar grande parte dos impostos referentes ao ICMS recolhido aos cofres estaduais.

Para garantir que os benefícios concedidos pelo Produzir não sejam alterados foi aprovada a lei 18.360, de 30 de dezembro de 2013, que estende de 2020 para 2040 o prazo de vigência do programa. E ainda foi promulgada a lei 18.307, de 30 de dezembro de 2013, que contempla as regiões Nordeste e Oeste do Estado com isenção de 98% do ICMS para empresas contempladas. Nas demais regiões, esse percentual é de 73%. Conforme explica o analista do Produzir Reinaldo Jubé, a medida visa tornar as duas regiões mais carentes de investimentos, em polos atrativos de geração de riquezas, emprego e renda. “A readequação do programa com a aprovação da recente lei já tem permitido colher importantes resultados, como a ida de uma indústria de pivôs agrícolas para a região Nordeste do Estado e uma de produtos alimentícios congelados para a região Oeste. Ambos protocolos de intenções assinados no último mês de setembro”, declara.

Segundo levantamentos da Secretaria de Indústria e Comércio, nos últimos quatro anos o Produzir foi responsável por contemplar 343 projetos de expansão ou de inauguração de novas plantas industriais. Tais empresas reverteram ao Estado investimentos na casa dos R$ 4,8 bilhões, contribuindo para a criação de 28.010 novos postos de trabalho. “O benefício oferecido é determinante para a vinda de empresas para o Estado. No entanto, a posição geográfica privilegiada que coloca Goiás no centro do País, próximo aos principais centros de consumo das demais regiões, também é preponderante na hora de se optar pelo aporte em terras goianas”, esclarece o analista.

Crescimento com solidez

Contando com ambiente propício para geração de novos negócios e estrategicamente posicionado para a sua distribuição em escala nacional, Goiás tem conseguido manter o seu índice de crescimento industrial ascendente, contrastando com o cenário nacional de pleno desaquecimento e descrédito. Em 2010, a produção industrial goiana cresceu 17,1%, enquanto no total nacional avançou-se 10,5%. No ano seguinte, a margem de crescimento goiano ficou em 6,02% enquanto o restante do País evoluiu 0,3%. Já em 2012, enquanto o índice nacional decretava um déficit de 2,7%, a produção industrial goiana avançava 3,8%. E em 2013 – último índice divulgado – Goiás atingiu a margem de 5% enquanto o Brasil ficou em 1,2%.

Para garantir o escoamento da produção de forma ágil e mais eficaz, o atual governo também investiu maciçamente na construção, reconstrução e duplicação da sua malha viária, criando um Fundo de Investimentos próprio para financiar tais obras. Segundo cálculos da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), responsável pela sua execução, R$ 1,8 bilhão foram revertidos para a reconstrução de cinco mil quilômetros de estradas; R$ 4,5 bilhões para a construção de 2,5 mil quilômetros de novas vias e R$ 587 milhões para a manutenção de 20 mil quilômetros de rodovias.

Devido à sua posição estratégica, a cidade de Anápolis foi eleita como principal polo logístico do Estado e recebeu nos últimos anos R$ 800 milhões em investimentos voltados para ampliar a sua capacidade aeroportuária, com a construção do Aeroporto de Cargas, que será diretamente beneficiado com os trâmites aduaneiros realizados pelo Porto Seco local. O início das operações da Ferrovia Norte Sul, que corta Anápolis também proporciona um novo modal de transporte para escoamento da produção. O entroncamento da BR 153 que liga o Estado ao Sudeste e Norte do País e a construção do maior e mais moderno Centro de Convenções da Região Centro-Oeste tem permitido à cidade consolidar as operações promissoras do seu Distrito Agroindustrial (Daia).

Fonte: Goiás Agora

Sensação de dever cumprido.



Em 2014 abordamos diversos tópicos e assuntos aqui no Blog Antônio Carlos. Você ficou por dentro de altos e baixos da nossa região, conheceu o trabalho dos políticos, as ações do MP, os perigos da BR-020 e interagiu com textos de vários leitores reproduzidos nesse Blog.

Aqui repercutirmos noticias que poucos sites, jornais e rádios locais teriam coragem de informar, o nosso blog conquistou espaço e hoje tem credibilidade e responsabilidade em noticiar os fatos.

Nesses 12 meses de 2014 o Blog aumentou consideravelmente o numero de seguidores e de acessos a pagina, em janeiro o blog tinha uma media de 4.000 acessos, em dezembro o blog esta com uma media de 33.250 acessos, ou seja, estamos crescendo mês a mês, com informações exclusivas, e acima de tudo pela confiança dos leitores do blog, que são fieis, para se ter uma ideia, estamos fechando dezembro com uma media de 1.200 acessos por dia.

Além de consolidar o blog Antônio Carlos em 2014, por aqui fizemos trabalhos sociais, matérias investigativas, crônicas, entrevistas, noticiamos queda de políticos, tristezas, alegrias e demos voz ao povo local, oportunidade de expor opiniões e colaborar com informações da sua localidade.

Fecharemos 2014 com a sensação de dever cumprido, porém, sabemos que 2015 será um ano muito mais desafiador, por isso contamos com o apoio dos leitores para nos ajudar cada vez mais, trazendo problemas e soluções de suas comunidades.

Que venha o próximo ano, que venha novos desafios, que venha novas dificuldades, que venha novas polemicas, sem perder a seriedade e a credibilidade adquirida ao longo desse ano de 2014.

Muito obrigado a todos, principalmente quem nos ajudou de forma construtiva. 

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Aberto edital com 500 vagas para Gestão Administrativa na UEG.



A UEG informa que foi lançado edital de Concurso Público para vagas de nível médio e superior nos cargos de Analista de Gestão Administrativa e Assistente de Gestão Administrativa em seus Campi e Administração Central.

 As inscrições começam às 8 horas do próximo dia 31 e terminam às 23h 59min do dia 15 de fevereiro de 2015. A responsabilidade do concurso é da Fundação Universa.

Acesse Aqui o edital completo do concurso.

Vagas e provas

Para o cargo de Analista de Gestão Administrativa estão destinadas 247 vagas. As outras 253 vagas são para Assistente de Gestão Administrativa.

Os salários iniciais são de R$ 1.848,59 para Assistente de Gestão Administrativa e R$ 3.080,97 para Analista de Gestão Administrativa. As provas serão realizadas no dia 12 de abril.

De São Domingos (GO): Alessandro Arantes passar a ser comandante de aeronaves da PMGO.





Na última sexta-feira (19), na sede do Grupo de Radiopatrulha Aérea – GRAER, na Cidade de Goiânia, o capitão da Polícia Militar do Estado de Goiás, Alessandro Arantes Neres de Sousa, nascido na cidade de São Domingos, cidade que mantém fortes laços familiares e amigos,  foi elevado à função de comandante de Aeronave de Segurança Pública.

Ele assumiu o comando após um longo processo seletivo e de formação, que começou no ano de 2008, e após atingir mais de 500 horas de voo de helicóptero, em missões policiais e salvamento, supervisionadas por um piloto mais experiente, assumiu a função de comandante de aeronave do GRAER.

"Estou muito feliz com a nova função e também ciente da enorme responsabilidade que acaba de assumir. Espero que vários jovens da nossa Região  possam buscar seus sonhos e garantir o sucesso profissional para si", disse o capitão Arantes.

Foram vários anos de estudo, cursos e dedicação exclusiva ao trabalho. Dentre um grupo já seleto que é ser um oficial da PMGO, agora sua função ainda é mais restrita, pois em toda história da Polícia Militar do Estado de Goiás, ainda só existem  11 Comandantes de Aeronaves Policiais, dentre os quais um cidadão do Nordeste Goiano, dominicano, exerce a função.

Acensão vem após uma longa jornada 

O Comandante de Aeronave de Asas Rotativas da PMGO é escolhido através de uma seleção interna entre os oficiais do quadro combatente, iniciada em uma longa jornada de estudos e treinamentos, onde o o militar selecionado é encaminhado para uma escola de formação de pilotos, sendo submetido a vários cursos teóricos e exames de capacidade técnica junto a Agencia Nacional de Aviação Civil - ANAC.

Após esta fase, o oficial desenvolve mais de 100 horas de vôos práticos em uma escola de formação. Ao final é novamente submetido a uma prova prática por examinador credenciado da ANAC, onde obtém a Carteira de Piloto Comercial de Helicóptero.

Com o termino desta segunda fase, o Oficial Piloto, inicia-se uma longa caminhada dentro do Grupo de Radiopatrulha Aérea, assumindo a função de Comandante de Operações Aéreas e Segundo Piloto em Comando – 2P, nesta terceira fase, o mesmo é responsável por coordenar e comandar as operações policiais e  realiza voos que o preparará para assumir o Comando de uma aeronave de Segurança Publica, tudo isso auxiliado pelo Piloto em Comando – 1P.

Com o passar dos anos e aquisição de varias horas de voo, como segundo piloto em comando e após atingir a quantidade mínima de 500 horas de voo, o segundo piloto em comando passa para a fase final do Programa de Ascensão Técnica – PAT de Pilotos do GRAER.

Nesta etapa, conhecida como Fase Delta, é formado um Conselho de Voo, tendo como Presidente o Comandante do GRAER e mais dois pilotos comandantes de aeronave, que durante alguns meses vão avaliar e realizar com o futuro comandante de aeronave, todas as missões que uma Aeronave de Segurança Publica poderá ser empregada, como por exemplo: pousos em locais restritos, missões de rapel, combate a incêndio com aeronave, tiros embarcado e etc.

O futuro Comandante de Aeronave, também é encaminhado para um treinamento de emergência que envolve a parte pratica, onde são simuladas de forma real, diversas panes que um helicóptero poderá sofrer, onde até mesmo o motor da aeronave e desligado em voo.

Após cumprir todas estas etapas o Conselho de Voo se reúne para deliberar sobre o aproveitamento de cada piloto avaliado, sendo que havendo o consenso, o então Segundo Piloto em Comando – 2P é elevado a Função de Comandante de Aeronave da Polícia Militar do Estado de Goiás – GRAER, cabendo a ele agora tomar todas as decisões e também todas as responsabilidades desde o acionamento dos motores ate o seu corte.

Assim, os Pilotos que ascenderam agora em dezembro, capitão Franco e capitão Arantes, já estão em formação e cumprindo todas etapas citadas, desde o ano de 2008.

Assista ao vídeo e conheça mais sobre os pilotos da PMGO




Fonte: Blog Dinomar Miranda

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Vote na Enquete: Como você definiria o Governo do prefeito Filoneto?



O Blog Antônio Carlos quer saber a opinião do leitor sobre os dois anos do prefeito Filoneto (PSDB) no Município de Divinópolis de Goiás.

Se você é eleitor na Cidade, poderá ajudar-nos, a saber, o seu pensamento destes dois anos da Gestão Filoneto, opinando na nossa Enquete ao lado direito da pagina do blog.

Para tanto, basta responder a pergunta: Como você definiria o Governo Filoneto? 

Hora de pegar a estrada! Atenção ao trafegar pelas rodovias nesta época do ano, principalmente na BR-020.



Chegou a hora de viajar! Com a proximidade das festividades de natal e final de ano, e a alta temporada de férias, o fluxo de veículos aumenta nas rodovias estaduais e federais.

Com a quantidade elevada de carros trafegando simultaneamente e, muitas vezes, com a pressa e imprudência dos motoristas, o risco de ocorrência de acidentes também aumenta.

Na região do nordeste goiano a BR-020 é a rodovia mais movimentada e o fluxo de veículos aumentam cerca de 40% nesta época do ano.

Portanto, alguns cuidados devem ser tomados antes de pegar a estrada, os motoristas que pretende viajar devem conferir se os veículos estão em condições de trafegabilidade, com documentos em dia e sistemas de freios e iluminação estão devidamente funcionando.

Além disso, alerta para a importância de estabelecer a rota e tempo estimado para percorrê-la, para que não haja a necessidade de andar acima da máxima permitida.

Todos os anos vários acidentes acontecem nas rodovias, por isso, fique atento e ande com responsabilidade.

Boa viagem e boas festas a todos.

domingo, 21 de dezembro de 2014

Motorista perde controle de carro e sofre acidente na GO-110, rodovia que liga São Domingos a Divinópolis de Goiás.



Um veículo VW Voyage de cor branca capotou na GO-110, rodovia que liga São Domingos a Divinópolis de Goiás, neste domingo (21).

De acordo com as informações o motorista trafegava pela rodovia quando perdeu o controle do veiculo e capotou.

Ainda segundo as informações o veiculo capotou e parou as margens da rodovia com as rodas no chão.

Apesar do susto houve apenas danos materiais, sem nenhum ferido.

A GO-110 tem pouco trafego de veículos e o numero de acidente nos últimos anos assustam os usuários da rodovia.

Colisão entre carreta e carro mata família na BR-020.




Uma família morreu na manhã deste domingo, 21, após bater o carro em que estava em uma carreta carregada com uma máquina agrícola na BR 020, na região do Rosário, no município de Correntina.

No carro estava o motorista, a esposa e um filho. Todos ficaram presos nas ferragens e foram retirados do carro pelo corpo de bombeiros da cidade de Posse/GO, já que o estado da Bahia não dá assistência naquela região.

Luís Lucas Soares, 71 anos, era condutor do Fiat Pálio que bateu de frente com uma carreta na manhã de hoje, 21, na BR 020, próximo ao distrito do Rosário. Além do seu Luís, morreram no acidente, sua esposa Maria Antonia Soares, de 67 anos, e o filho do casal, Edivaldo Soares, de 45 anos.


A família viajava de Brasília/DF para a cidade de Crato/CE.

Fonte:Blog do Sigi Vilares

São Domingos/GO: Haverá metas à serem cumpridas.



Por Dalvan Gomes da Silva,

Olá Cleiton Martins, eu também vou entrar nessa “roda de prosa” e fazer algumas observações, questionamentos e até sugestões. Enfim, sinto que o pessoal de São Domingos está tentando mobilizar e o caminho inicial deve ser exatamente o dialogo.

Esse é o momento de todos opinarem para que a escolha do futuro “pretendente municipal” não aconteça de maneira surpreendente. As ideias dialogadas ajudam na formulação de programas e projetos alicerçados nas reais e legítimas necessidades do município oriundos dos anseios da população. 

Eu peguei “emprestado” a sua fala para dar título a esse artigo exatamente por exprimir a minha preocupação quanto à questão da inadimplência “histórica” da Prefeitura Municipal de São Domingos com os órgãos Federais (INSS, FGTS, RECEITA FEDERAL) e Estaduais (CELG e SANEAGO). Essa inadimplência inviabiliza qualquer possibilidade de capitação de recursos federais para o município. Como todos sabem, sem esses recursos a administração municipal (prefeito e secretariado) não consegue atender a demanda que por fim não cumprem meta alguma.

Em um artigo postado nesse Blog alguns meses atrás, eu falava da última Renegociação da Dívida acertada entre a administração 2009-2012 e os órgãos credores.  De forma geral, os termos da Renegociação foram estabelecidos para que a Prefeitura Municipal assumisse o repasse de 200 prestações mensais (não me recordo o valor de cada prestação, mas superava 50 mil mensais). A partir dessa renegociação alguns recursos foram alocados.

Todavia, em meados de 2012 não houve continuidade no repasse mensal da Renegociação e a Prefeitura voltou à condição de inadimplente. Essa mesma situação ocorreu na administração 2005-2008, que também não deu continuidade nos repasses mensais da negociação. Dito isso, eu gostaria de saber qual a sua ideia para que a Prefeitura Municipal resolva essa pendência? (Desconsiderar essa pergunta se a administração 2013-2016 viabilizou um novo acordo dessa dívida)

Pra ter uma ideia, se acontecer uma nova Renegociação nos termos da anterior, serão necessários 4 (quatro) ou 5 (cinco) administrações subsequentes cumprindo rigorosamente o pagamento mensal da dívida para a Prefeitura voltar à condição de adimplente.

Acredito meu caro Cleiton Martins que a sua iniciativa é importante. O debate com a comunidade certamente trará subsídios para você desenvolver um antídoto para cada problema a ser enfrentado. Desde que esse debate seja racional sem qualquer envolvimento da paixão das siglas partidárias. A única paixão que convém é a que brota do fundo da alma e diga a nós mesmos: é possível reconstruir o elo desfeito.

Acompanhei sua resposta anterior e penso que o Esporte assim como a Cultura e a Educação são essenciais para levantar a autoestima desse povo.

 Na próxima oportunidade voltarei com sugestões e ideias nessas áreas. Do ponto de vista econômico, concordo que a Agricultura é a nossa base para o crescimento financeiro. Nesse sentido, devemos aproveitar a proximidade com os avançados conhecimentos técnicos desenvolvidos nessa área e tentar importá-los para o nosso município.

Lembre-se: Não se deixe sobrepujar com a futilidade de uma corte aviltada. Afinal de contas, AS MARIPOSAS NÃO MUDAM. A LUZ É QUE SE APAGA.

Já cumpri 60% do meu plano de governo, diz prefeito de Divinópolis de Goiás, Filoneto.



Político experiente, Filoneto José dos Santos (PSDB) é prefeito de Divinópolis de Goiás, no Nordeste Goiano, pela quarta vez.

Com metade do atual mandato expirada, Filó - como é conhecido - é bem generoso ao julgar seu próprio desempenho. "Acredito que já cumpri 60% do meu plano de governo", destaca.

O tucano cita como maior realização a reativação do hospital municipal, que recebeu em 2013, quando assumiu a prefeitura, interditado pela Vigilância Sanitária do Estado, por não apresentar condições de funcionamento.

"É obrigação de todo prefeito oferecer ao menos o básico em termos de saúde. Ainda não resgatamos todos os recursos e convênios da rede hospitalar, mas estamos batalhando para reverter isso", disse o prefeito.

Ainda na área de saúde, Filó anuncia que está construindo três unidades de saúde. Atualmente, o município conta com duas. "Os recursos são minguados, mas com criatividade e buscando parcerias a gente tem conseguido vencer este tempo difícil", afirma.

De acordo com o mandatário, uma escola está sendo construída no distrito de Vazante, que ajudará o município a atender as crianças que moram nos assentamentos próximos.



Fonte: Jornal do Norte

sábado, 20 de dezembro de 2014

Após constantes reivindicações da população do Nordeste Goiano, MP proíbe operadora Vivo de habilitar novas linhas no estado.



O Ministério Público (MP) de Goiás, por meio de uma liminar, proibiu a empresa de telefonia Vivo S/A de vender assinaturas ou habilitar novas linhas com o DDD 62.

 A determinação abrange 80% do estado de Goiás, incluindo Goiânia. Além disso, conforme a liminar, a Vivo não pode disponibilizar a portabilidade de códigos de acessos de outras operadoras na área 62.

De acordo com o MP, a ação civil contra a operadora foi proposta devido a reivindicações da população da Região Nordeste de Goiás.

As reclamações são referentes à má qualidade dos serviços da empresa. Foi feito um abaixo-assinado narrando o problema e descrevendo o congestionamento de linhas, o que impossibilita a efetivação de ligações; falhas e ausência de sinal; interferências e ruídos que dificultam a ligação e a falta de conexão da internet móvel.

Conforme o MP, a empresa de telefonia não se encontra dentro das normas estabelecidas pela Anatel. Segundo a ação, a proibição permanece até a Vivo comprovar que instalou e estão em perfeito funcionamento os equipamentos necessários para atender as demandas dos consumidores.

Em caso de descumprimento, a telefonia terá de pagar R$ 10 mil por cada nova habilitação.

Foi estipulado o prazo de 60 dias para que a empresa apresente projeto de ampliação da rede, aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Ainda de acordo com a decisão, a Vivo deverá prestar serviços eficientes, adequados e ininterruptos aos clientes do município, dentro dos padrões técnicos estabelecidos pelo órgão normatizador, no prazo de 120 dias, sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Jovem do Nordeste Goiano é detido na Bulgária sob suspeita de terrorismo.

Imagem Ilustrativa

Um brasileiro de 18 anos, nascido em Formosa (GO), aguarda a extradição para a Espanha, onde deve responder pelo crime de terrorismo.

Em nota divulgada pela internet, a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) confirmou, na tarde de ontem, que três homens procurados pelas autoridades de Madri foram detidos no posto de controle Kapitan Andreevo, na fronteira da Bulgária com a Turquia, na noite de segunda-feira.

Dois deles viajavam com passaporte marroquino e um terceiro tinha documentos brasileiros. De acordo com a Interpol, os suspeitos estariam a caminho da Síria, onde lutariam nas fileiras do Estado Islâmico. As detenções ocorreram horas depois de a polícia internacional emitir um alerta. A reportagem entrou em contato, por telefone, com o escritório da Interpol em Madri, que se negou a confirmar a identidade do goiano.

Em comunicado à imprensa, o Itamaraty informou que presta assistência consular ao brasileiro preso na Bulgária. “O nacional já foi contatado pela Embaixada do Brasil em Sófia e será visitado em breve por funcionários” da representação, afirmou o Ministério das Relações Exteriores. “Em respeito à privacidade de cidadãos brasileiros no exterior e de suas famílias, o Itamaraty não tem autorização para fornecer mais informações sobre o caso em apreço”, acrescentou. Em Formosa, uma emissora de rádio divulgou a notícia e pediu contato com familiares do rapaz. No entanto, até o fechamento desta edição, não havia obtido sucesso.

A prisão do goiano e dos dois marroquinos, suspeitos de “envolvimento em um grupo terrorista”, começou a se desenhar às 12h30 (8h30 em Brasília) de segunda-feira, quando a Agência Nacional de Segurança da Bulgária (SANS, pela sigla em búlgaro) foi informada sobre a presença dos suspeitos em seu território. Cerca de 45 minutos depois, eles foram capturados quando tentavam ingressar na Turquia. O trio permanece detido na carceragem da SANS em Haskovo, no sudoeste do país.

 A extradição é que a previsão ocorra em até 48 horas — os suspeitos estão à disposição da promotoria e do Ministério do Interior. Como o brasileiro mora há alguns anos em Barcelona, ele deverá ser devolvido à Espanha.

Fonte: CorreioWeb

MP recomenda que Comando da PM convoque, de forma eficiente, aprovados no concurso de 2012.



A promotora de Justiça Villis Marra recomendou ao Comando-Geral da Polícia Militar do Estado de Goiás que faça uma nova convocação dos aprovados no concurso público para soldado da PM, regido pelo Edital n° 001/12, devendo ela ser divulgada no Diário Oficial do Estado de Goiás, no site da corporação, em jornal goiano de grande circulação, devendo a comunicação também ser feita via telefone e por e-mail.

Outra orientação da promotora refere-se ao curso de formação de praças, especialmente para a reposição de aulas para os alunos soldados convocados de forma ineficiente, ou então, que se inicie um novo curso de formação de praças.

O caso

A promotora de Justiça esclarece que o concurso continua em vigor, ocorrendo ainda convocações e nomeações para o cargo, seja por força de medida judicial ou de forma voluntária pela PM.

Ela ressalta que, no dia 25 de setembro de 2014, foi realizada uma convocação de aprovados, noticiada apenas no site da corporação, sem publicação em jornal de grande circulação, não constando também no site da UEG, responsável pela realização do concurso.

Villis Marra acrescenta ainda que candidatos aprovados, mesmo não tendo sido convocados de forma eficiente, estão recebendo faltas no curso de formação de praças, o que poderá provocar o desligamento da corporação. A Academia de Polícia Militar, inclusive, já notificou alunos sobre reprovação em diversas disciplinas do curso, por terem ultrapassado o limite de 25% de faltas.

O MP alerta o Comando da Polícia Militar que a reprovação no curso e o consequente desligamento da corporação, provocadas por defeito na convocação dos aprovados, acarretará um grande número de ações judiciais, fato que irá tumultuar ainda mais o certame, havendo grandes chances de sucesso em eventuais medidas judiciais movidas por eles.

Fonte: MPGO

Governador de Goiás é diplomado pelo TRE-GO



O governador Marconi Perillo reafirmou o compromisso de trabalhar incansavelmente para que Goiás se insira cada vez mais no cenário nacional como um estado desenvolvido.

 A declaração aconteceu durante a diplomação feita pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE) aos candidatos eleitos nas Eleições 2014, realizada no Campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás (UFG), nesta sexta-feira, dia 19.

Além do governador, foram diplomados o vice-governador José Eliton, 41 deputados estaduais, 17 deputados federais, 38 suplentes e um senador.

A diplomação dos eleitos integra o Calendário Eleitoral e representa o ato por meio do qual a Justiça Eleitoral atesta quem são, efetivamente, os eleitos e suplentes, habilitando-os ao exercício dos mandatos para os quais foram eleitos. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes, ressalta que a diplomação é a última etapa desse processo eleitoral, que aconteceu conforme todas as ações previstas.

Agradecimento

O governador Marconi Perillo, em discurso, agradeceu a todos pela oportunidade de governar Goiás pela quarta vez. “É com honra que recebo este diploma que é o sétimo diploma após uma eleição democrática em minha vida. Quase 15 milhões de votos ao longo da minha vida nas eleições que disputei”. Ele também agradeceu o TRE e o Ministério Público Eleitoral pela agilidade e lisura nas eleições.

O vice-governador, José Eliton, afirmou que esta sexta-feira, 19, é marcada por muita alegria, mas também é dia de reflexão e de pensar em novos passos. Além de vice, ele foi anunciado pelo governador no último dia 9 como titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológica. “Nós temos uma responsabilidade muito grande com os próximos passos para a economia de Goiás e quero buscar contribuir com ações importantes buscando avanços tecnológicos, as questões relativas a inovação, fortalecimento de agricultura e pecuária e fomentar o desenvolvimento regional com mais justiça”, conclui.

Fonte: Goiás Agora

Caravana da cidadania faz audiência em assentamento no município de São Domingos/GO.




O projeto Caravana da Cidadania, idealizado e realizado pelos promotores de Justiça do Nordeste goiano com o Ministério Público Federal, visitou comunidades e colheu depoimentos de moradores da comunidade quilombola calunga e dos cidadãos dos municípios da região.

Entre os dias 1º e 5 de dezembro, os promotores de Justiça Úrsula Catarina (Cavalcante), Paulo Brondi (Campos Belos), Douglas Chegury (São Domingos) e Diego Braga (Posse) e o procurador da República Onésio Amaral percorreram grande parte do território calunga promovendo audiências públicas e encontros informais com a comunidade.

As atividades tinham início diariamente às 6 horas, com deslocamentos em regiões de difícil acesso, onde obras inacabadas, projetos abandonados e queixas recorrentes de ausência do Estado foram relatadas aos membros do Ministério Público. No entanto, iniciativas, práticas e projetos exitosos também foram conhecidos pelo grupo.

No último dia da caravana foi visitado o assentamento do Incra existente nos municípios de São Domingos e Divinópolis de Goiás.

 Durante audiência pública realizada no local, os assentados puderam narrar as dificuldades vivenciadas diariamente, desde a ausência de água encanada e de luz elétrica, até problemas com o transporte escolar, falta de merenda, precariedade de estradas e desvios de recursos.

No encontro, o procurador Onésio Amaral assumiu o compromisso de dar encaminhamento prioritário a todas as demandas dirigidas à procuradoria. Ele também fez questão de acentuar a importância da mobilização popular e da união dos assentados para a melhoria das condições de vida do assentamento, e acrescentou que os promotores de Justiça são também os olhos, ouvidos e as mãos da procuradoria na região, distante mais de 500 quilômetros.

O promotor de Justiça Douglas Chegury colocou à disposição do MPF a estrutura, o tempo e a atuação da Promotoria de Justiça de São Domingos para que, juntas, as instituições trabalhem pelo resgate da cidadania e da dignidade dos assentados do assentamento Marco Correia Lins, e na concretização de seus direitos fundamentais.

Fonte: MPGO

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

MP e Polícias Civil e Militar deflagram operação em Campos Belos/GO: tráfico e corrupção na cadeia.




O Ministério Público de Goiás, em conjunto com as Polícias Militar e Civil de Campos Belos, deflagrou hoje (18/12) a “Operação Cobal”, decorrente do Procedimento de Investigação Criminal nº 201400234965, que investigou crimes relacionados a tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídio e corrupção.

Os crimes de tráfico, associação e corrupção ocorreram, sobretudo, no interior da Agência Prisional de Campos Belos, envolvendo reeducandos e agentes prisionais.

Seis pessoas foram presas, dentre elas um agente prisional, cinco foram conduzidas coercitivamente e três lugares foram alvos de busca e apreensão, dentre eles a própria agência prisional. Foram apreendidos esquipamentos de celulares, pen drives e um HD.

Dos presos, dois já se encontram recolhidos em virtude da “Operação Avalanche”, que investigou organização criminosa voltada para o tráfico de drogas em Campos Belos, Formosa e Goiânia, deflagrada em fevereiro deste ano. Os presos envolvidos são Deidson Ramalho da Silva Batista e Leonardo Ramalho dos Santos.

O nome da operação é uma alusão à prática conhecida como “Cobal”, quando alimentos e outros itens levados por familiares são, não raras vezes, utilizados para introduzirem na agência prisional armas, drogas e aparelhos celulares.

Ação conjunta

Atuaram na investigação, em conjunto, a Promotoria de Justiça de Campos Belos, o Centro de Segurança e Inteligência (CSI) do MP-GO e Polícias Militar e Civil de Campos Belos.

As investigações iniciaram-se por meio de interceptação telefônica judicialmente autorizada, após prévio trabalho de campo realizado pela inteligência da Polícia Militar.

Os pedidos de prisão temporária, busca e apreensão e condução coercitiva foram assinados por uma força-tarefa de promotores de Justiça e deferidos pelo juízo da comarca.

A operação contou com equipes do CSI, Batalhão do Choque da PM de Luziânia, a PM de Campos Belos e a Polícia Civil de Campos Belos.

Três promotores de Justiça estão realizando os interrogatórios dos investigados e oitivas dos conduzidos.

Fonte: MPGO

Joalheria é assaltada em Posse/GO.



Mais um assalto foi registrado em Posse/GO, dessa vez em uma das avenidas mais movimentadas do centro da cidade, durante à tarde da última quarta-feira (17).

Os bandidos renderam funcionários de uma joalheria em Posse/GO e anunciaram o assalto por volta das 17:00hs.

 A guarnição da Polícia Civil foi acionada e se empenharam na ocorrência e o clima foi de tensão e medo. Pois funcionários do local foram feitos de reféns pelos bandidos.

Depois de uma rápida negociação da polícia, os bandidos libertaram os reféns e se entregaram. Ninguém ficou ferido.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Prefeitura de Alvorada do Norte terá que indenizar mulher por mal atendimento em hospital municipal.



A Prefeitura de Alvorada do Norte foi condenada a pagar indenização por danos morais, arbitrados em R$ 5 mil, a uma mulher que não recebeu atendimento adequado no hospital público da cidade.

 Segundo o desembargador Amaral Wilson, em decisão monocrática, o Município deve reparar os prejuízos de ordem moral à autora da ação.

“É incontrastável que a recorrida sofreu enormes constrangimentos e transtornos, ante a inobservância dos cuidados necessários ao devido atendimento, como se constata do acervo probatório jungido aos autos”, conforme frisou o magistrado.

Segundo a denúncia, o hospital não detinha estrutura mínima para o atendimento da mulher, vítima de acidente de carro, que precisou de transporte para centro médico no Distrito Federal.

Descaso

Consta dos autos que a mulher acidentou-se na BR-020, trecho entre as cidades de Posse e Alvorada do Norte, sendo levada para essa última para receber socorro. Chegando ao hospital municipal, não havia aparelho de Raio-X para detectar se havia lesões na coluna cervical, conforme suspeita dos médicos plantonistas do local.

 Ela precisava ser removida, mas, mesmo havendo ambulância disponível no pátio do centro médico, o veículo não foi oferecido e, segundo consta da denúncia, os funcionários teriam afirmado que só era permitido transportar moradores da própria cidade, excluindo, assim, a paciente, habitante de Damianópolis.

Mesmo com dores na região lombar, a mulher contou que teve de esperar outra ambulância do município vizinho para, então, transportá-la. Contudo, ela enfrentou outro problema: o hospital não disponibilizou nenhum enfermeiro ou profissional de saúde para acompanhá-la no trajeto e, durante a viagem, a agulha do soro deslocou-se na veia, formando um edema em seu braço. A ambulância precisou, então, parar em duas cidades para buscar novo atendimento – na primeira, o posto de saúde estava fechado e, na segunda, onde, finalmente, havia expediente, precisou esperar por mais de uma hora por atendimento para, apenas, recolocar a agulha.

 Na petição, a mulher alegou ter chegado, em fim, ao hospital destino mais de seis horas após seu acidente, tendo de suportar dores e problemas por descaso da saúde municipal de Alvorada do Norte.

Em primeiro grau, na vara única da comarca, a sentença já havia sido arbitrada em favor da autora.

O município recorreu, alegando que a mulher não teve danos graves, “que não passaram de mero aborrecimento, chateação ou dissabor, os quais não geram direito à indenização”.

Contudo, o desembargador manteve a decisão, embasado na “teoria da responsabilidade objetiva, na modalidade do risco administrativo, fundamentada na existência do nexo da causalidade entre a atuação estatal e os danos dela decorrentes, independentemente de demonstração de culpa administrativa ou do serviço”.

Fonte: TJGO