quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Formosa/GO: Transgênero consegue direito para mudar nome nos documentos pessoais



Desde os cinco anos de idade, Raí* não se identificava com a imagem de menino no espelho. Sonhava em se vestir como suas irmãs. O pai tentou impor comportamentos masculinos na criança, mas não adiantou. Na adolescência, o rapaz decidiu deixar o cabelo crescer e tomar hormônios femininos.

Adotou o nome social de Renata* e, a partir de então, todos que o conhecem só o chamam assim. Faltava, contudo, alterar seus documentos pessoais – pleito deferido, agora, em sentença pela juíza Marina Cardoso Buchdid, da 2ª Vara de Formosa.

“O julgador deve analisar as razões íntimas e psicológicas do portador do nome e estar atento à realidade que o cerca e às angústias de seu semelhante. E, na hipótese da transexualidade, a alteração do prenome da pessoa segundo sua autodefinição tem por escopo resguardar a sua dignidade, além de evitar situações humilhantes, vexatórias e constrangedoras”, destacou a magistrada.

Na petição, Renata considerou que mudar seu registro de identidade seria “a maior vitória”. Alegou que em todas as situações nas quais precisava apresentar sua identidade, sofria preconceito. Segundo depoimento de testemunhas, apenas poucas pessoas conheciam, de fato, seu nome original, esquecido no passado.

A conquista foi alcançada mesmo sem antes passar por cirurgia para mudança de sexo. Renata está cadastrada na fila para o procedimento no Hospital Universitário de Brasília (HUB), onde passa por acompanhamento multidisciplinar. A aparência e os trejeitos da autora, contudo, já indicam o novo gênero.

Para a juíza, a autora foi bem-sucedida nas alegações – juntou testemunhas e certidões negativas cível, criminal, entre outros documentos que atestaram não haver pendências no nome original de Raí.  “O nome em seu assento de nascimento a expõe à situação vexatória, uma vez que sua aparência física é, nitidamente, feminina, enquanto seus documentos constam o nome masculino. Vale ressaltar que há a possibilidade de mudança do prenome sem a cirurgia de transgenitalização, vez que a requerente não se identifica com seu sexo biológico”.

Mais do que a função de identificar e individualizar a pessoa perante a família e a sociedade, o nome é um fator de autodeterminação, que repercute nas relações privadas e públicas, conforme completou Marina Buchdid.

“Nesse sentido, o reconhecimento judicial do direito dos transexuais à alteração de seu prenome conforme o sentimento que eles têm de si mesmos, ainda que não tenham se submetido à cirurgia de transgenitalização, é medida que se revela em consonância com o princípio constitucional da dignidade da pessoa humana”.

*os nomes foram trocados para preservar a identidade da parte.

Fonte: TJGO

Goianos podem denunciar crimes eleitorais por aplicativo de celular



O Tribunal Regional Eleitoral em Goiás (TER-GO) disponibilizou um aplicativo gratuito chamado Pardal, que permite que a população denuncie crimes eleitorais cometidos por candidatos em todo o estado.

Os alertas são feitos por meio de fotos, vídeos ou áudios enviados ao órgão, que avalia se o caso configura ou não crime eleitoral. Dispositivo começou a operar no estado na segunda-feira (29).

“Se o eleitor entender que é uma irregularidade, ele já faz a foto ou grava o vídeo e a Justiça Eleitoral e o Ministério Público de Goiás [MP-GO] julgam se é realmente uma irregularidade ou não”, explicou o chefe de sistemas eleitorais, Patrício Rios.

Para fazer a denúncia, o eleitor deve registrar em vídeo, foto ou áudio a irregularidade e enviar a mídia pelo aplicativo. Segundo o TRE-GO, o denunciante precisa informar o nome e o Cadastro de Pessoa Física (CPF), mas pode pedir que esses dados fiquem em sigilo.

Entre as irregularidades que os eleitores podem denunciar estão cavaletes com propaganda dos candidatos no meio da rua, distribuição de brindes e outdoors divulgando os candidatos. O aplicativo já recebeu 80 denúncias de possíveis crimes eleitorais até o início da noite desta terça-feira (30), conforme dados do TRE-GO.

O aplicativo pode ser baixado de forma gratuita em smartphones e tablets dos sistemas Androide ou iOS. As denúncias também podem ser feitas por meio da página do TRE-GO. 

Fonte: G1

Polícia realiza operação para capturar foragidos do presidio de Posse/GO. Um foragido morreu em troca de tiros com a polícia




Uma operação realizada na madrugada desta quarta-feira (31) entre a Polícia Civil, GPT e COD, resultou em confronto com foragidos da justiça no Povoado de Impueiras no município de Iaciara, no nordeste goiano.

O alvo da operação eram os foragidos Leonino Pereira de Sousa, acusado de ter cometido 18 homicídios em Iaciara, e Alex de Sousa Silva, suspeito de ter participado do assassinato de um cigano.

Os dois fugiram do presidio de Posse no ultimo dia 27 de agosto.

Durante a operação houve resistência por parte dos foragidos que atiraram nas equipes policiais.

A polícia revidou, e o foragido Alex de Sousa Silva foi alvejado, o mesmo foi socorrido e encaminhado ao hospital de Iaciara, más não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Leonino Pereira conseguiu fugir e adentrou em uma mata nas proximidades do local.

As equipes policiais estão fazendo cerco no local no intuito de localizar o foragido.

A operação foi coordenada pelo Delegado Eduardo Carrara, pelo Capitão Borba e pelo agente da inteligência da polícia civil, Sergio Trindade.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Servidor da Saneago encontrado morto tinha depressão e havia se separado recentemente, diz delegado



O engenheiro civil Claudionor Francisco Guimarães Filho, de 53 anos, encontrado enforcado em uma árvore, no Jardim Botânico, em Goiânia na manhã desta segunda-feira (29), apresentava quadro depressivo e tinha se separado da mulher recentemente, disse o delegado titular do 8º distrito policial Alessandro Tadeu.

A informação foi contada em depoimento de um cunhado da vítima, que foi o primeiro a dizer a Polícia Civil sobre o caso.

Segundo Tadeu, o resultado da perícia do local de crime, que será entregue daqui cerca de 30 dias, poderá confirmar se o que aconteceu foi um suicídio. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) também esteve presente no local do crime e deve apresentar o laudo cadavérico nos próximos dias.

Claudionor era supervisor de qualidade da Saneago, empresa de saneamento de Goiás, e investigado da Operação Decantação.

Ele foi alvo de um mandado de condução coercitiva para depor e de busca domiciliar pela Polícia Federal (PF) na última quarta-feira (24).

Com informações O Popular

Fatima Bernardes e William Bonner se separam após 26 anos de casamento



Fátima Bernardes e William Bonner anunciaram a separação, após 26 anos de casamento. O titular do "Jornal Nacional" e a apresentadora do "Encontro" divulgaram a notícia no Twitter, na noite desta segunda-feira (29):

"Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando. Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis. É tudo o que temos a declarar sobre o assunto. Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre. William e Fátima", publicaram Bonner e Fátima na rede social.

Casal 20 do jornalismo da Globo durante mais de 20 anos, Bonner e Fátima se conheceram em 1989, quando o jornalista mudou-se para o Rio de Janeiro para apresentar o "Jornal da Globo" ao lado da então colega. Os dois se apaixonaram e casaram em 1990.

Em 1997, Fátima realizou inseminação artificial e deu à luz trigêmeos, Vinícius, Laura e Beatriz. No ano seguinte, ela passou a apresentar o "Jornal Nacional" ao lado de Bonner. Ficaram 13 anos juntos, até que em 2011 ela deixou a bancada do "JN" para lançar o "Encontro", sua estreia no Entretenimento.

Bonner dividiu o telejornal com Patrícia Poeta e, depois, com Renata Vasconcellos. Fátima reapareceu no "Jornal Nacional" em abril de 2015, no especial de 50 anos da Globo, e julho deste ano, durante o "Criança Esperança".




Fonte: UOL

Sogra de Ronaldo Caiado morre e senador não comparece à cremação devido ao impeachment

Dona Odete com a filha Gracinha e o genro Ronaldo Caiado

A sogra do senador Ronaldo Caiado (DEM), a produtora rural Odete Carvalho, 88 anos, morreu de infarto por volta de 4h30 da manhã desta segunda-feira (29), em Salvador (BA), onde morava.

"Essa perda me abalou muito, pois ela era minha mãe em vida", afirmou o senador goiano em uma homenagem na rede social.

Dona Odete, como era chamada, já era viúva e deixa os filhos Maria das Graças Landim de Carvalho (mulher de Ronaldo Caiado), Décio e Patrícia Carvalho, além de netos. O corpo de dona Odete foi cremado às 17h30.

O senador Ronaldo Caiado não compareceu a cremação, pois está no julgamento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), no Senado Federal, em Brasília (DF). De acordo com Caiado, os familiares insistiram para que ele ficasse na capital federal.

"Dona Odete estava ansiosa por um desfecho que ajudasse o País. É pelo Brasil e por minha família que vou fazer esse esforço, apesar de minha cabeça estar em Salvador" afirmou o senador.

Fonte: O Popular

Servidor da Saneago investigado em ação da PF é achado morto



O supervisor de Qualidade da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago), Claudionor Francisco Guimarães, de 53 anos, foi encontrado morto nesta segunda-feira (29), em Goiânia.

 O engenheiro civil era investigado na Operação Decantação, deflagrada pela Polícia Federal para apurar desvios de verbas no órgão na ordem de R$ 4,5 milhões.

A Polícia Civil apura o caso. Segundo o titular do 8º Distrito Policial, delegado Alessandro Tadeu Lopes, Claudionor foi encontrado enforcado em uma árvore, no Jardim Botânico, parque próximo à casa dele, na Vila Redenção.

"Um cunhado o encontrou. Ele afirmou que a vítima não havia sofrido nenhuma ameaça e estava atualmente com um quadro depressivo. Tudo indica que foi suicídio, mas preciso do laudo de local de crime e da necropsia para concluir a investigação", disse o delegado.

Ainda de acordo com Lopes, Claudionor havia se separado recentemente e tinha duas filhas que não moravam com ele.

Em nota, a Saneago lamentou a morte e disse que está prestando toda assistência necessária aos familiares. A empresa afirmou que antes do atual cargo, o profissional também já foi coordenador de Projetos da Superintendência de Estudos e Projetos da Companhia.

Buscas e condução coercitiva

Claudionor foi alvo de dois mandados cumpridos durante a Operação Decantação, deflagrada pela PF na última quarta-feira (24): um de condução coercitiva e outro de busca e apreensão em sua residência.

No processo, para justificar os mandados contra ele e outros três servidores da Saneago, o juiz federal Eduardo Pereira da Silva estes funcionários "foram citados ou estão entre os interlocutores de ligações interceptadas".

Além disso, também foram cumpridos 14 mandados de prisão temporária, sendo dois deles contra o presidente afastado da Saneago, José Taveira Rocha, e o diretor de Expansão da Saneago e presidente do PSDB em Goiás, Afrêni Gonçalves.

Eles foram soltos nesta madrugada após o prazo da detenção expirar. Também já deixaram o presídio o diretor de Gestão Corporativa da Saneago, Robson Salazar, e a empresária Nilvane Tomas de Sousa Costa, que obteve a liberdade na noite de quinta-feira (25).

A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSP-GO) confirmou ao G1 que os outros dez presos, que cumprem prisão preventiva, permanecem no Núcleo de Custódia.

Fonte: G1

domingo, 28 de agosto de 2016

Carreta tomba e mata dezenas de bois na GO-118 em Monte Alegre de Goiás




Uma carreta carregada de dezenas de bois tombou na GO-118, próximo à cidade de Monte Alegre de Goiás, nordeste de Goiás, numa curva conhecida na região como "curva do Rio Sucuri".

O acidente ocorreu por volta das 21h deste sábado (27). 

O veículo, que pertencia ao Grupo Honorato, segundo informações, descia do município de Taguatinga (TO) e transportava o gado para uma outra fazenda, na região nordeste de Goiás.

O motorista, de acordo com testemunhas, sofreu apenas ferimentos leves e foi levado para um hospital na cidade de Campos Belos (GO).

Já os animais, novamente, pagaram pela irresponsabilidade.

O número não foi divulgado, mas dezenas morreram na hora e outros tantos foram sacrificados.

Quem passava pelo local no momento do acidente, não deixou de ouvir os urros de sofrimento e dor dos bichos.

Este é quarto acidente registrado próximo a Monte Alegre de Goiás, em pouco espaço de tempo.

Três deles apenas na curva do Sucuri. Um deles foi registrado na curva da taboca, no outro extremo da cidade.

Moradores informam que a responsabilidade pode ser quase que atribuída à Agência Goiana de Transporte e Obras de Goias ( Agetop), órgão público que cuida das rodovias estaduais.

"Não existem placas de sinalização; redutores de velocidade, guard rails. Ou seja, falta o básico de sinalização nesta rodovia", reclama o morador.

A propósito, outro ponto perigosíssimo que está sem qualquer sinalização é a "Curva do Caixão", há 10 km da cidade de Teresina de Goiás, no sentido Tocantins.

A curva, que já matou dezenas de pessoas, ocorre logo após uma descida de alta velocidade.

Depois da reconstrução da GO-118, a Agetop simplesmente esqueceu de colocar as placas sinalizadores de "curva perigosa" e os redutores de velocidade que existiam no local.

Para quem conhece o perigo da Curva do Caixão, desce a rodovia já reduzindo a velocidade.

Já para quem passa por ela pela primeira vez, a possibilidade de cair no desfiladeiro e sofrer um gravíssimo acidente é muito grande.

A pergunta é: o que os técnicos e gestores da Agetop têm feito, se não cuidam do mais básico e urgente?   

O certo é que pessoas e animais têm perdido a vida todos os dias por conta dessa grande irresponsabilidade.

Com informações: Dinomar Miranda, Jovan Vieira e Gustavo Ribeiro



Quatro cidades goianas têm apenas um candidato a prefeito



Dados parciais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), indicam que em Goiás, os municípios Moiporá, Mutunópolis, São João da Paraúna e Vianópolis terão apenas um candidato na disputa para prefeito. Isso é o que acontece em 97 cidades brasileiras.

Neste caso, o candidato que tiver a candidatura homologada e disputar a eleição já será o primeiro prefeito eleito em 2016.

Em 2.620 cidades, a eleição será polarizada entre dois candidatos. Em Goiás, são 246 cidades, sendo que 116 prefeituras contam com dois candidatos.

Outros 1.586 municípios terão a eleição disputada entre três candidaturas. O levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) ainda indica que Goiás terá 80 municípios com três candidatos e 30 com até quatro.

Após análise dos dados divulgados pelo TSE, o número de candidaturas varia entre 1 e 9 no estado.

De acordo com a entidade municipalista, o levantamento foi realizado com as bases de candidatos disponibilizadas pelo TSE na última segunda-feira (22). A CNM afirma que foram realizados cálculos e estatísticas levando em conta os candidatos ao cargo de prefeito, sendo que os dados serão processados e deferidos pelo TSE. As convenções partidárias ocorridas em julho definiram os candidatos a prefeito e vereadores para as eleições municipais deste ano. Foram registrados 16.297 candidatos a prefeitos.

De acordo com o presidente da Federação Goiana de Municípios (FGM) e representante da CNM na região Centro-Oeste, Divino Alexandre da Silva, as eleições municipais têm um caráter especial, uma vez que os gestores municipais estão próximos ao cotidiano da população.

Dados

Os dados apresentados pela CNM são preliminares e estão sujeitas às alterações do TSE. A entidade municipalista optou por utilizar as candidaturas deferidas ou aguardando julgamento, retirando da análise as que estão com situação indeferida, renúncias e falecimentos. Portanto, os dados podem apresentar divergências em relação aos divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Fonte: O Popular

sábado, 27 de agosto de 2016

Verdão é pentacampeão de futebol em Divinópolis de Goiás




O Verdão conquista o quinto titulo seguido do campeonato municipal de Divinópolis de Goiás.

O time confirmou o seu favoritismo e venceu o União da Vazante por 4 a 3, neste sábado (27), no Estádio municipal Roserleide Pimentel, e conquistou o pentacampeonato.

O Verdão como sempre entrou em campo com muita garra e união entre os jogadores, e mostraram dentro de campo que clássico não existe favorito.

Clássico existe jogadores que chamam a responsabilidade para si, e outros que somem do jogo, que não aguentam a pressão.

Esse é o Verdão que eu torço, sofro, vibro e me emociono. Aquele time que tenta, chuta, busca, dribla, sofre, perde, ganha e encara de frente!

O Verdão conquistou o caneco de forma incontestável. Venceu os dois maiores rivais, e provou mais uma vez que está acima de todos.

A história desse Verdão que se reinventou começou lá atrás, com esses garotos que no começo eram chamados de “Verdinho” pelos rivais. Eles cresceram, tem vontade, raça, paixão e são bons de bola, e hoje já ganharam mais títulos que muitos times por ai.

Parabéns geração “Verdinho” que se tornou “Verdão” e calou a boca de muita gente.



Pistoleiro suspeito de 18 homicídios em Iaciara/GO foge do presidio de Posse/GO



O lavrador Leonino Pereira de Sousa (foto), apelidado de “Léo”, e conhecido em Iaciara, no Nordeste de Goiás, como um suposto pistoleiro suspeito de cometer 18 homicídios na região.

Leonino fugiu na madrugada deste sábado (27) do presidio de Posse, também no nordeste goiano.

O suspeito é considerado de alta periculosidade, uma vez que já foi condenado por homicídio e responde na Justiça por vários outros crimes (homicídios e roubos).

A justiça havia determinado que ele aguarde o julgamento preso, inclusive para a garantia da ordem pública.

O suspeito tem uma extensa ficha criminal, e é foragido e está sendo procurado pela polícia.

Qualquer informação sobre o paradeiro entrar em contato com a polícia civil.

De Monte Alegre de Goiás: A vida do jogador Douglas ainda vai virar um Best Seller



A história de Douglas no Barcelona parece que chegou ao fim. Não tem volta.

Uma das contratações mais contestadas da história do clube catalão acaba de ser emprestado, de graça, para o modesto Sporting de Gijón, clube também da série A da Espanha.

No Brasil, Douglas se transformou em um símbolo de piada e, com o tempo, também na Espanha. Ninguém achava que ele merecia jogar no melhor clube do mundo.

Realmente Douglas praticamente nem jogou, nunca recebeu a confiança necessária de seu treinador para render o que sabe. Douglas é mais um daqueles jogadores que se abatem fácil, que precisam de carinho e de sequência de jogo. Pois é, no Barça ou você responde rápido ou você fica pra trás. O zagueiro Henrique, o atacante Keirrison, o atacante Giovanni, entre outros brasileiros, também não foram longe neste objetivo no gigante Barça.

Então quer dizer que podemos concluir que Douglas não passa de uma piada, de um fracassado?

Acho que não, temos que olhar muito mais além. A história da vida de Douglas ainda vai virar tranquilamente um livro, uma biografia de sucesso, ou até Best Seller!

Douglas ainda vai contar que um dia sonhou em ser um jogador de futebol. Como eu, como você aí também com certeza já deve ter sonhado, tentado e não conseguiu. Mas ele conseguiu, e como.

Douglas ainda vai contar que saiu de uma minúscula cidade do estado de Goiás, a pequena Monte Alegre de Goiás, com menos de 10 mil habitantes.

Douglas ainda vai contar que começou como atacante, virou meia e depois então lateral, despontando e chegando ao maior time de seu estado, o Goiás Esporte Clube.

Douglas ainda vai contar que chegou à seleção brasileira sub-20 e muito rapidamente despertou interesse dos melhores clubes do país.

Douglas ainda vai contar que teve problemas sérios de contusões e que um problema no púbis fez com que o gigante Internacional de Porto Alegre desistisse de sua contratação.

Douglas ainda vai contar que superou todas essas quedas e foi jogar no maior centro do futebol do Brasil, em um dos maiores clubes do país, com a terceira maior torcida, o único time brasileiro tri campeão do mundo. Douglas ainda vai contar que jogou no São Paulo Futebol Clube. Fez mais de 100 partidas por lá.

Douglas ainda vai contar que no São Paulo marcou seu primeiro gol logo no seu terceiro jogo com a camisa do clube.

Douglas ainda vai contar que jogou com Rogério Ceni, vai contar como foi conviver com o M1to.

Douglas ainda vai contar que conquistou a Copa Sulamericana naquele time com Lucas Moura arrebentando.

Douglas ainda vai contar que já deu uma volta olímpica em um Morumbi lotado.

Douglas ainda vai contar que foi vendido para o melhor time do planeta por mais de 4 milhões de euros.

Douglas ainda vai contar que no São Paulo marcou seu primeiro gol logo no seu terceiro jogo com a camisa do clube.

Douglas ainda vai contar que jogou com Rogério Ceni, vai contar como foi conviver com o M1to.

Douglas ainda vai contar que conquistou a Copa Sulamericana naquele time com Lucas Moura arrebentando.

Douglas ainda vai contar que já deu uma volta olímpica em um Morumbi lotado.

Douglas ainda vai contar que foi vendido para o melhor time do planeta por mais de 4 milhões de euros.

Douglas ainda vai contar que foi morar na Europa. Sim, aquele magrelo veloz de Monte Alegre de Goiás foi longe, não?

Douglas ainda vai contar que aprendeu uma nova língua.

Douglas ainda vai contar que vestiu o manto sagrado do F.C. Barcelona.

Douglas ainda vai contar que jogou no Camp Nou lotado.

Douglas ainda vai contar que jogou ao lado de um dos melhores da história, Lionel Messi. E com Xavi, com Iniesta e cia.

Douglas ainda vai contar os bastidores de tudo que viu ali de dentro, do que viu e ouviu, Douglas ainda vai contar histórias que poucos jamais imaginaram viver. Douglas ainda vai contar sobre os vestiários, preleições e todos bastidores do Barcelona.

Douglas ainda vai contar que recusou oferta do gigante Cruzeiro Esporte Clube.

Douglas ainda vai contar que prefere viver o sonho europeu, que jogou a série A do Campeonato Espanhol pelo Sporting Gijón.

Os filhos e netos de Douglas ainda vão contar de onde ele saiu e onde ele chegou.

Douglas, um fracassado ou um vencedor?

Esse cara é um herói, como muitos outros atletas da bola e atletas olímpicos, que às vezes por não terem uma medalha ou a titularidade, são considerados derrotados.

Já passou da hora de mudarmos nossas cabeças. Vamos reconhecer mais e cornetar menos. Certo?

Boa sorte Douglas, continue escrevendo a sua história.





Fonte: ESPN Brasil

PRE/GO recomenda a suspensão imediata do lançamento do “Novo Programa Renda Cidadã”



A Procuradoria Regional Eleitoral em Goiás (PRE/GO) expediu, nesta sexta-feira, 26 de agosto, recomendação ao governador e vice-governador de Goiás e à secretária da Secretaria Cidadã do estado para que suspendam imediatamente a realização de caravana pelos municípios goianos para a realização de eventos de lançamento e entrega de cartões do “Novo Programa Renda Cidadã”.

Além disso, que a entrega dos referidos cartões seja realizada apenas após a apuração do resultado das eleições de 2016.

Recomendou, também, aos promotores eleitorais de todo o estado (caso não seja acatada a recomendação pelos dirigentes estaduais), que sejam propostas ações judiciais a fim de se obter tutela judicial para impedir a realização da entrega dos cartões nos municípios de sua respectiva zona eleitoral, bem como a realização de eventos de lançamento, até que seja finalizada a apuração das eleições.

Caso não se obtenha a tutela judicial, que seja fiscalizada a realização dos eventos e, posteriormente, após as devidas apurações, sejam propostas Ações de Investigação Judicial Eleitoral por abuso de poder político e econômico (art. 22, XVI, da LC nº 64/90) e Representação por Conduta Vedada (art. 73, inciso IV, e § 10, da Lei nº 9.504/97) contra os agentes públicos estaduais e municipais responsáveis pela conduta ilícita, assim como contra os eventuais candidatos beneficiários.

Conforme amplamente noticiado na imprensa goiana, o Governo Estadual lançou, no último dia 13 de agosto, o “Novo Programa Renda Cidadã” em Goiânia, sendo que iniciará uma caravana para a entrega de 64 mil cartões do programa em 49 dos maiores municípios goianos, entre os dias 26 de agosto e 1º de setembro. Para a entrega dos cartões, estão previstos eventos que contarão, inclusive, com a presença do governador Marconi Perillo e do vice-governador José Eliton, além de outras autoridades públicas.

Para o procurador regional eleitoral em Goiás, Alexandre Moreira Tavares dos Santos, autor da recomendação, as circunstâncias planejadas para a entrega do benefício configuram, além de abuso de poder político e econômico, uso promocional do programa social com finalidade eleitoral para favorecer os candidatos a prefeito e a vereador apoiados pelos governantes estaduais, conduta vedada prevista na legislação eleitoral (art. 73, IV e § 10, da Lei nº 9.504/97).

O lançamento do novo programa social foi iniciado sem execução orçamentária no ano anterior, sendo que o programa antecessor havia sido suspenso há mais de um ano. Outro indicativo de abuso de poder seria a escolha da data de entrega dos cartões em pleno período eleitoral, sob a forma de eventos em diversos municípios goianos com a presença pessoal de autoridades políticas apoiadoras de candidatos. Anteriormente a entrega dos cartões era realizada de forma impessoal com remessa pelos Correios.

Fonte: MPF/GO

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Prefeita de Buritinópolis/GO tem bens bloqueados após usar bens públicos em casamento da filha



A juíza Simone Pedra Reis deferiu pedido de liminar, feito em ação civil pública proposto pelo promotor Douglas Chegury, decretando a indisponibilidade de bens da prefeita de Buritinópolis, Maria Aparecida da Cruz Costa, e de seu marido e ex-prefeito, Jorgino Joaquim da Costa.

Ambos são acusados de usar serviços e bens públicos para realizar o casamento de sua filha, Kálita Rodrigues Costa Aquino, com Heryson de Moura Aquino, em junho deste ano. O casal também teve os bens bloqueados.

Segundo o apurado pelo MP, Kálita e Heyson se casaram em Buritinópolis no dia 4 de junho, no prédio do Ginásio Poliesportivo. A noiva teria sido conduzida até o local do casamento em carro oficial do Executivo, dirigido pelo motorista da prefeitura.

Já a festa, realizada no prédio da Escola Municipal Professora Alaíde Pereira Barbosa Brito, teria contado com os serviços dos funcionários da limpeza pública, que ficaram responsáveis pela limpeza dos prédios e pela cantina. De acordo com depoimentos destes servidores, a festa durou até de madrugada e não resultou em nenhum pagamento particular pelas funções desempenhadas.

O promotor Douglas Chegury, na ação, ressaltou que o uso dos bens e servidores públicos revela profundo desprezo e confusão perniciosa entre público e privado, já que os bens do povo foram utilizados para satisfazer interesses pessoais.

Já a juíza Simone Reis destacou que o dano ao erário ocorrido foi gravíssimo, já que o município é de pequeno porte e, ainda assim, grande parte da população não tem acesso aos serviços públicos essenciais.

A magistrada também afirmou que as provas apresentadas nos autos demonstram forte probabilidade de uso indevido de bens e serviços públicos em afronta aos princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade e moralidade. Para ela, se comprovados os fatos, estaríamos diante da velha prática de se tratar a coisa pública como coisa de ninguém, o que, na atualidade, não mais deve ser admitido.

Fonte: MPGO

Grampo da PF indica que deputado Giuseppe Vecci favoreceu empresa que doou ao PSDB de Goiás



O deputado Federal Giuseppe Vecci (PSDB-GO) caiu no grampo da Polícia Federal por agir em favor de uma empresa contratada pela companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) - alvo da Operação Decantação por suposto esquema de financiamento de partidos com recursos do PAC, do BNDES e da Caixa e pagamento de dívidas de campanha da reeleição do governo Marconi Perillo (PSDB), em 2014.

Segundo a PF, a empresa supostamente favorecida pela ação de Vecci, a JC Gontijo Engenharia, doou R$ 1 milhão para o PSDB depois de receber valores relativos ao contrato com a Saneago. A empresa havia doado R$ 1 milhão para o parlamentar nos dias 30 de outubro e 4 de novembro de 2014, maior quantia repassada ao então candidato à Câmara.

Decantação foi deflagrada nesta quarta-feira, 24. A PF prendeu o presidente do PSDB em Goiás, Afreni Gonçalves, e o presidente da Saneago, José Taveira Rocha, ex-secretário da Fazenda de Perillo.

A PF também grampeou diálogo entre o empresário José Cesário Lopes, da Gráfica Moura, e o presidente da Saneago. Os dois conversam sobre uma dívida de campanha de cerca de R$ 400 mil do governador, em 2014.

A malha de grampos da PF pegou Afreni Gonçalves no telefone e em mensagens por e-mail. Áudios evidenciam acertos entre o tucano e o diretor de Gestão Corporativa da Saneago, Robson Salazar, para favorecer o pagamento da JC Gontijo, detentora de contrato de empreitada com a estatal de saneamento da gestão Perillo.

A interceptação da PF pegou um e-mail, em 28 de agosto de 2015, de Edson Filizola para Afreni tratando das obras de ampliação da ETE de Goiânia e da obra de Águas Lindas.

"Em telefonemas realizados na sequência, Afreni Gonçalves e o deputado federal Giuseppe Vecci intercedem junto ao diretor de Gestão Corporativa, Robson Salazar, no sentido de que fosse liberado uma contrapartida da Saneago a empresa JC Gontijo", diz relatório da Operação Decantação.

Para os investigadores, "existem fundados indícios de que o investigado (presidente do PSDB em Goiás) dá provimento ao núcleo político da organização criminosa, dirige, age e interage na Saneago para beneficiar aliados políticos, direcionar contratos, abreviar pagamentos e percutir dinheiro para o PSDB e campanhas políticas".

O deputado Vecci não estava sob monitoramento. A competência para eventual

investigação sobre o parlamentar é exclusiva do Supremo Tribunal Federal. Ele caiu no grampo da PF indiretamente, como em 28 de setembro de 2015, quando recebeu telefonema de Afreni.

Nesta ligação, Vecci pede para o presidente do PSDB "conversar com Robson Salazar no sentido de que este pagasse José Celso (Gontijo), proprietário da JC Gontijo".

Antes mesmo, um áudio de 28 de agosto de 2015 pegou Salazar e Vecci, no qual o deputado pediu para o diretor de Gestão da Saneago "receber José Celso Gontijo na Saneago".

No dia 16 de setembro de 2015, Salazar recebe outro telefonema em que o deputado tucano diz "Tião Caroço e o Zé Celso estão esperando a contrapartida deles".

No mesmo dia, o empresário José Celso Gontijo "conversa com Robson Salazar, diz que já falou com Vecci e que tudo estava certo para a liberação da contrapartida da Saneago".

Em 28 de setembro de 2015, aponta a rede de grampos da PF, Vecci pede para Afreni "conversar com Robson Salazar para pagar o José Celso". Em outra ligação, o presidente do PSDB de Goiás conversa com Robson Salazar, que diz que 'está tudo certo'. No mesmo dia, Afreni em conversa novamente com o deputado afirma que "o JC Gontijo já foi pago".

Para os investigadores, "no contexto mais amplo no qual os fatos se inserem não se pode afastar o entendimento de que os valores recepcionados pelo PSDB fora a título de propina, ainda que sobe a forma de doação, porque disfarçadas do seu real propósito".

Em nota oficial, o deputado Giuseppe Vecci, do PSDB em Goiás, afirmou que não pediu "pagamento não devido, indevido, nem além do que era devido". O deputado enfatizou que pauta sua atuação, no exercício do mandato, "pelo respeito institucional".

O gerente de Marketing da JC Gontijo Engenharia, Marcos Sant'Ana, informou que a empresa "não tem conhecimento" da investigação da Operação Decantação. "Informo que não temos conhecimento da investigação e, por isso, não podemos emitir qualquer tipo de posicionamento sobre o assunto."

Fonte: Uol/Estadão

Por falta de ambulância, Samu de São Domingos/GO não funciona há mais de um mês

Imagem Ilustrativa

Moradores do município de São Domingos, no nordeste goiano denunciam que a única ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) está quebrada há mais de um mês.

Sem ambulância, os pacientes que solicitarem o Samu não poderão serem atendidos.

O Samu de São Domingos atende também a população do município de Divinópolis de Goiás.

De acordo com informações, o conserto da ambulância teria ficado caro, e a prefeitura ainda não conseguiu arcar com os custos.

A população aguarda o conserto e funcionamento da ambulância.

Vale lembrar que o Samu é um programa do Governo Federal que em São Domingos firmou acordo de despesas com a prefeitura municipal.

De Alvorada do Norte/GO: Paciente diagnosticada com câncer necessita de ajuda



Euzi de Souza era empregada doméstica em Alvorada do Norte, na região nordeste de Goiás. Ela e o esposo, que trabalha como pedreiro, sustentavam a família de duas filhas e um neto.

Às vezes, no trabalho, Euzi sofria com sangramentos; frequentemente sentia-se fraca, cólicas atrapalhavam sua rotina. Mesmo com diversas visitas ao médico, o tumor em estágio avançado não era diagnosticado. Alvorada do Norte, uma cidade de 7.600 habitantes, não contava com os equipamentos necessários para constatar o câncer de reto.

Um dia, fortes dores e sangramentos obrigaram Euzi a deixar o trabalho e, novamente encaminhada à emergência, uma médica novata no hospital reconheceu seus sintomas – até então confundidos com os de hemorróidas comuns – e a enviou à cidade de Formosa para que realizasse exames. De lá, foi encaminhada à Brasília, onde esperou por atendimento por mais de um mês.

Em Brasília foi aconselhada a vir à Goiânia, onde, no Hospital Araújo Jorge, o atendimento seria mais rápido. Dois anos e sete cirurgias depois, Euzi de Souza se mostra esperançosa e satisfeita com a qualidade dos serviços do hospital.

Entretanto, manter a qualidade de vida nessas condições é um desafio. O esposo continua trabalhando em Alvorada e uma das filhas vive com Euzi, cuidando da mãe. Sua principal forma de sustento são as doações que recebe de pessoas sensibilizadas.

Em Alvorada do Norte, as amigas de infância Maria do Socorro e Cicinha – “duas irmãs que Deus me deu” – organizam almoços beneficentes, bingos e rifas com o intuito de arrecadar fundos para o sustento de Euzi e de sua família.

Além disso, Euzi de Souza recebe o Auxílio-Doença, um benefício do Governo Federal devido ao contribuinte do INSS que for acometido por uma doença ou acidente que o incapacite para o trabalho. Essa é a situação de milhares de interioranos que se mudam temporariamente para capitais com intenção de realizar um tratamento.

Em seu último senso, o Auxílio-Doença era concedido a 1,8 milhões de brasileiros, em um total de R$ 23 bilhões por ano; e em Goiânia, diversas casas de apoio oferecem ajuda voluntária a cidadãos do interior do estado que, por razões médicas, vêm encaminhados pelas prefeituras ou entidades sociais.

Mesmo sem conseguir deixar a cama, Euzi se mostra otimista e pretende retornar para Alvorada do Norte na próxima terça-feira. Ela vai à cidade de origem sempre que pode, para rever a família e amigos, e só retorna ao fim de sua alta. “Só fico lá no tempo que o médico autoriza, né? Matar a saudade só enquanto durar o tempo da alta.”

Euzi de Souza depende de doações para sustentar a família e disponibilizou um número de telefone para interessados em ajudá-la: (62) 99651-3521.

Com informações O Hoje

PSDB e PMDB têm maior número de candidatos a prefeito em Goiás



Os dois partidos que há duas décadas polarizam a política estadual lançaram o maior número de candidatos a prefeito neste ano, segundo números do TRE.

O PSDB liderado pelo governador Marconi Perillo e pelo vice José Eliton encabeça 137 chapas municipais.

Já o PMDB lançou 112 candidatos a prefeito. A vantagem numérica da base governista em Goiás cresce consideravelmente se forem somados os candidatos a prefeito de todos os seus partidos: total de 461, mais do que o dobro das 211 chapas municipais encabeçadas por partidos da oposição.

Convém lembrar que em muitos municípios há dois ou mais candidatos a prefeito tanto de partidos da base governista como da oposição.

A superioridade numérica da base também se repete nas maiores zonas eleitorais do Estado. Na Grande Goiânia, por exemplo, os governistas têm 50 candidatos a prefeito, contra 15 da oposição. No Entorno do Distrito Federal, segundo maior colégio eleitoral, são 54 chapas encabeçadas por partidos da base contra 24 da oposição.

Fonte: O Popular

Há 17 anos o Brasil perdia o cantor Leandro




Por Leon Carelli,

Memoráveis anos 90. No dia 23 de junho de 1998, há 17 anos, se despedia do mundo o cantor Luiz José da Costa, mais conhecido como Leandro, da dupla sertaneja Leandro & Leonardo, responsável por hits inesquecíveis e arrebatadores da música sertaneja de sua geração.

Alguns dias antes dessa data, quando eu tinha pouco mais do que cinco anos, estava me entretendo com o vento amarelado das plantações de soja batendo com força no meu rosto, durante uma viagem para a fazenda dos meus avós, no interior de Goiás.

Havia uma revista no banco de trás. Meus primos a folheavam, da maneira que se folheia uma revista quando se é criança. Eu estava distraído, mas durante as duas horas de viagem reparei que a página que mais recebia a atenção e os comentários de todas as pessoas do carro era uma que tinha a foto do Leandro. Ele estava careca. Todo mundo achou estranho. “Continua a luta do cantor Leandro contra o câncer”, era o que provavelmente dizia a revista.

Nessa época as crianças se perguntavam e perguntavam seus pais o porquê das pessoas doentes rasparem a cabeça. “Mãe, por que o Leandro está careca?” Minha mãe disse que o Leandro tinha uma doença chamada câncer, cuja mera pronúncia causava “avemarias” e “misericórdias” das tias. Ela disse também que ele estava assim porque ele plantava tomates quando pequeno, e que de tanto respirar veneno para insetos ele tinha ficado doente.

Todo mundo no carro queria que ele se curasse logo. Eu não cheguei a acreditar que ele morreria de verdade. Descartei a possibilidade. Ficava pensando no tanto que o Leonardo ia ficar triste. “Se ele morrer, não vai mais existir Leandro & Leonardo.” Isso não fazia o menor sentido. Era uma época em que o sertanejo tinha uma composição mais suave, que conquistava gente de qualquer idade. Era cheio de arranjos orquestrais e histórias realistas, que fugiam à pompa dos compositores da MPB, mas trazia reflexões poéticas de coisas práticas da vida.

Morte

Quando ele morreu, dias depois do episódio da viagem, demorou pra cair a ficha. Que eu me lembre, foi uma das primeiras vezes que eu parei pra pensar mais fundo sobre morte. Eu pensava que era impossível alguém tão rico e famoso morrer assim. Os médicos iriam tentar ressuscitá-lo um pouco mais, já que era tão importante. Eu ficava pensando em como Deus teria coragem de levar um cara tão famoso e que tanta gente gostava.

Fiquei com medo de ter câncer, fiquei com medo de alguém da minha família ter câncer, fiquei com medo do meu irmão morrer e fiquei com medo de comer tomate. A televisão mostrou o velório do Leandro. O Leonardo chorava sem parar em cima do caixão dele. Apareceu um monte de gente famosa no velório. Eu mesmo só fui entender o que significava essa história de velório depois que o Leandro morreu. Nos meus poucos anos de vida ainda não havia sido exposto a tal evento.

Todo mundo que eu conhecia estava triste. Até meu pai, que quase nunca ficava triste, e minha avó, que só escutava as músicas da igreja. Parecia que tinha uma nuvem de tristeza envolvendo Goiânia. A cidade tinha perdido uma espécie de herói. Eu li na wikipédia que foram mais de 150 mil pessoas no cortejo dele. Tocava Leandro & Leonardo nas rádios o dia inteiro, e era quase impossível esquecer que o Leandro tinha morrido. Não era difícil encontrar alguém introspectivo, olhando pro nada, pensando na vida.

Hoje o Leandro tem uma memória áurea, heroica, meio santificada. Acho que também é por causa do jeito que ele morreu. Todo mundo acompanhava o sofrimento dele, que durou pouco mais de dois meses. Ele descobriu a doença em abril. Tem a história da infância pobre também. Ele era meio caladão, parecia ser um cara bem simples, matuto. E tinha uns olhos muito bonitos, que chamavam a atenção.

Parece que é isso mesmo que vem na cabeça das pessoas quando alguém revive a memória do Leandro, principalmente pro pessoal mais velho. Esses dias eu senti uma emoção estranha e boa quando assisti a um vídeo dele no youtube, em que ele cantava sozinho a música Catedral. Com o passar do tempo, o sertanejo dos anos 1990 vem conquistando com o envelhecimento o status de nostalgia, e perdendo aos poucos a imagem de brega indigerível, que fãs radicais de outros gêneros musicais apontam.

VOLUME 4

O Volume 4 dos garotos de Goianápolis, lançado em 1990, ocupa até hoje o pódium dos discos mais vendidos de todos os tempos na música brasileira. O sucesso estrondoso da canção Pense em mim ajudou no embalo das vendas, que ultrapassaram a casa dos três milhões e 100 mil cópias. Esses números colocam esse disco atrás apenas de Xou da Xuxa 3 (1988) e Músicas para louvar ao Senhor (Padre Marcelo Rossi, 1998).

O disco por inteiro é considerado um clássico por fãs do gênero. Além de Pense em Mim, outros sucessos consagrados no LP foram Desculpe, mas eu vou chorar, Cadê você (versão de Odair José) e Talismã. Difícil é não saber cantarolar – nem que seja o refrão – de uma dessas canções. Todas essas canções ultrapassam em 2015 a barreira temporal vinte e cinco anos.

Fonte: DM

Polícia prende acusado de homicídio em Goiânia, escondido em Alvorada do Norte/GO



A Delegacia de Polícia de Alvorada do Norte, chefiada pelo Delegado George Aguiar Muniz, em uma ação coordenada com a Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), cumpriu o mandado de prisão temporária contra Raul Rodrigues Naves.

A operação policial ocorreu na manhã da última quarta-feira (24), em Alvorada do Norte, no nordeste goiano.

Raul é suspeito de ter matado Caius Luciliuis de Lima, por disparos de arma de fogo, no dia 23 de julho de 2016, em Goiânia.

Após o crime, ele teria se refugiado na casa de parentes no município de Alvorada do Norte. O detido foi encaminhado para a Unidade Prisional de Simolândia, no Nordeste Goiano, onde permanece à disposição do Poder Judiciário.

Fonte e texto: Polícia Civil

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Indícios mostram que esquema da Saneago pagou dívida de Marconi Perillo, diz Procuradoria



A Operação Decantação, deflagrada na manhã de quarta (24) e que levou para a prisão o presidente do PSDB de Goiás Afrêni Gonçalves Leite, tem como um dos alvos o governador Marconi Perillo (PSDB-GO).

Segundo o procurador Mário Lúcio Avelar, há indícios de que o dinheiro ilícito do esquema da Saneago, empresa de saneamento de Goiás (GO), envolvendo contratos fraudulentos com fornecedores da companhia, foi direcionado para pagar dívidas da campanha de 2014 do tucano ao governo de Estado.

As investigações apontam que R$ 4,5 milhões de dinheiro público pode ter sido desviado por meio de contratos fraudulentos contratados pela estatal. "Detectamos um desvio R$ 4,5 milhões porque a execução das obras está no início", relatou Avelar.

Entre as provas da investigação coletadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal estão interceptações telefônicas de Leite e do presidente da Saneago José Taveira Rocha, outro preso na operação e que já ocupou o cargo de secretário da Fazenda de Perillo.

Nas ligações, ambos são cobrados a fazerem pagamentos ligados à campanha do tucano. Além de presidente do PSDB de Goiás, Leite também ocupa o posto de diretor de expansão na Saneago.

O procurador afirma ainda que o presidente do PSDB goiano teria negociado R$ 1 milhão em doações para a legenda com uma companhias que são fornecedoras da Saneago, como a JC Gontijo, investigada no Mensalão do DEM.

A investigação também mostra que foram supostamente repassados R$ 400 mil e R$ 500 mil à campanha de Perillo que teriam sido destinados a uma empresa de publicidade.

A Operação Decantação tem como alvos os contratos dos Sistemas Corumbá IV envolvendo R$ 117,3 milhões e do Sistema Meia Ponte, que recebeu aplicação de R$ 67,4 milhões. Na avaliação do Ministério da Transparência existia um prejuízo potencial de R$ 11 milhões que não foi realizado porque as obras não foram concluídas, segundo o promotor.

Tanto Leite quanto Rocha estão presos temporariamente.

OUTRO LADO

Em nota, o governo de Goiás afirmou que "apoia as investigações em curso na Polícia Federal e no Ministério Público Federal" e que está "inteiramente à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos".

Segundo o governo, os procedimentos licitatórios realizados pelos órgãos, autarquias e empresas da administração estadual são pautados pela legalidade e pela transparência.

A nota também afirma que o governo "acredita na idoneidade dos diretores e superintendentes da Saneago (Saneamento de Goiás S.A.) e tem a plena certeza de que os fatos apresentados serão plenamente esclarecidos".

A reportagem já procurou o PSDB goiano, mas a sigla ainda não comentou.

Com informações Folha/Uol