quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Crônica: O lugar onde vivo



Na cidade onde vivo tudo é diferente, as pessoas não são tão amigas e sim concorrentes, aqui algumas pessoas tem a língua afiada, cuidam da vida alheia e da vida deles não cuidam em nada.

Na minha cidade a política não é legal, os partidos se caçam como se fossem caçar animais, às vezes fico indignada com esse lugar, muitas pessoas reclamam da política, e se candidatam dizendo que vão melhorar a cidade, só que depois de um tempo vemos que o que diziam não era verdade.

Eles pregam uma política de honestidade só que quando chega a hora de cumprir...Não é bem assim, eu sei que nem tudo são flores, mas ultimamente aqui só tem dado espinhos, eu falei as coisas ruins, e muita gente vai dizer 'a ela não ama a cidade em que mora', só que é totalmente o contrario, eu amo minha cidade e por isso abro os meus olhos e vejo que temos que melhorar, pois se não o fizermos agora, lá na frente vamos lamentar.

(Por Tattila Yara S. Santos, Aluna do 9º do Colégio Maria Regis Valente de São Domingos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário