sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Goiás tem maior índice de furtos e roubos de carros do país



Dados divulgados nesta quinta-feira (3) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) mostra que Goiás é o estado com o maior índice proporcional de furtos e roubos de carros em todo o país. De acordo com a pesquisa, essa taxa é de 798 crimes para cada 100 mil veículos, a frente do Rio de Janeiro (775,8) e São Paulo (717).

Os dados referem-se a 2015, ano em que foram furtados ou roubados 28.294 automóveis em Goiás. De acordo com o estudo, houve um crescimento de 18,1% nos crimes em relação a 2014, quando ocorreram 23.195 delitos desse tipo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP), até quarta-feira (2), 14.835 veículos foram roubados em Goiás no ano de 2016, o que correspondem a uma média de 48 por dia. OU seja, a cada 2 horas, um carro é tomado por criminosos no estado.

Segundo o titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfrva), delegado Adriano Costa, este tipo de crime é considerado comum porque pode trazer maior lucro ao criminoso.

“Em relação as nossas investigações, o que nós acreditamos é que o veiculo, por ser o maior patrimônio do individuo é obvio que os criminosos intentam ter um maior lucro e por isso se voltam à atividade em relação à subtração do veiculo”, destaca.

Ele afirmou, no entanto, que o número de roubos e furtos vem caindo. Segundo destacou, cerca de 900 carros foram recuperados pelas forças policiais neste ano.

“É importante dizer que esse levantamento é feito com base no ano de 2015 e 2014, e os índices de lá pra cá, já diminuíram bastante. Como comparação nos meses de setembro e outubro de 2015 e setembro e outubro de 2016, nos já conseguimos uma queda de cerca de 20%. Isso é importante ser avisado, por que a população fica alarmada”, detalha.

Para o delegado, o trabalho para diminuir a atuação dos ladrões passa por três pilares principais, que são o foco de atuação da Polícia Civil.

“Primeiro é a prisão dos roubadores que cada vez mais jovens entram nesse mundo. Segundo é a prisão dos receptadores, que são esses indivíduos que compram esses veículos, seja pra corte, seja pra voltar à circulação. E o terceiro que é o individuo que adultera, que da um caráter de supostamente licito praquele veiculo que é produto de crime”, destaca.

Crimes

Diversos roubos de carros foram registrados por câmeras de segurança em Goiás. No Jardim Santo Antônio, em Goiânia, pai e filho foram rendidos na porta de casa. O assaltante se aproxima do dono do carro e aponta uma arma para a cabeça da vítima, que entrega a chave.

Em seguida, ele dá uma volta, entra no carro, sai, volta a apontar a arma para as vítimas e vai embora. Na fuga, o assaltante acabou batendo no muro de uma casa.

Outro registro mostra quando dois criminosos rendem uma família no Jardim das Hortências, também na capital e levam o carro. Já um cliente foi roubado na porta de uma pizzaria do Jardim Novo Mundo.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário