domingo, 13 de novembro de 2016

Ricardo Rocha nega participação em duplo homicídio em Alvorada do Norte/GO



O comandante do Policiamento da Capital (CPC), tenente-coronel Ricardo Rocha Batista, disse, em entrevista de quase 5 minutos à TV Serra Dourada (SBT) ontem, que não tem envolvimento com a morte de Pedro Nunes da Silva Neto e de Cleiton Rodrigues, em fevereiro de 2010, em Alvorada do Norte, como investiga a Polícia Federal na segunda fase da Operação Sexto Mandamento, deflagrada na sexta-feira.

Foram cumpridos dois dos três mandados de prisão temporária, 19 mandados de busca e apreensão e 17 conduções coercitivas. Uma delas era do tenente-coronel Ricardo Rocha.

Na entrevista, o militar disse que prestou depoimento na sede da Polícia Federal em Brasília e que esclareceu fatos acerca do desaparecimento de duas pessoas em Alvorada do Norte e que foi questionado sobre uma reunião com fazendeiros, sob a alegação de que o encontro seria para pegar dinheiro com os fazendeiros para executar pessoas.

“Eu não recebi nenhuma pecúnia, nenhum dinheiro em relação à minha candidatura”, disse ao ser questionado sobre um provável financiador da campanha de Rocha a deputado estadual, em 2014. Ele reclamou que a Polícia Federal, em momento algum, teria procurado a prestação de contas da campanha dele junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Ao longo da entrevista, o militar confunde-se em relação às informações prestadas à imprensa pela Polícia Federal, que apreendeu no curso da operação de sexta-feira, R$ 30 milhões em dinheiro, cheques, títulos, notas promissórias, joias, armas e maconha na casa de um investigado.

“Não fui vítima de busca e apreensão em minha residência”. Ricardo Rocha disse que não tem conhecimento de quem foi ouvido pela PF na sexta-feira.

Emocionado, o tenente-coronel disse que a vida dele é trabalhar com idealismo há 26 anos na Polícia Militar (PM). “Eu não ordenei nem pratiquei nenhum crime em relação a este fato. Na verdade, com essa máxima de grupo de extermínio, tentam lançar na minha responsabilidade enquanto comandante da região de Formosa.”

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário