terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Conab visita extrativistas para debater políticas de apoio ao setor em Posse e São Domingos/GO. Estarão em pauta baru e pequi



A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estará em mais de 40 cidades nesta semana, para mais uma rodada de reuniões com extrativistas, agricultores familiares, cooperativas, associações e outros parceiros dos estados do Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Ceará, Paraíba, Piauí, Goiás e Minas Gerais.

As visitas técnicas têm como objetivo ampliar o acesso à Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade-PGPM-Bio por meio de ações de planejamento, divulgação, capacitação e estruturação da política.

Em Goiás, estarão em pauta baru e pequi, nas cidades de Goiânia, São Domingos, Posse e Damianópolis.

Produtores extrativistas de 12 estados e mais de 57 municípios já acessaram a PGPM-Bio, em 2016.

O Amazonas e a Paraíba estão entre os estados com maior procura, com respectivamente 16,3% e 12,7% do total de recursos alocados, sendo responsáveis por 999 acessos e 916,5 toneladas de produtos subvencionados até outubro deste ano.

A política garante preço mínimo para 15 produtos da sociobiodiversidade, por meio de subvenção direta ao extrativista quando a venda da produção é realizada por preço inferior ao fixado pelo governo federal.

O apoio à comercialização de produtos da sociobiodiversidade, por meio da PGPM-Bio, organiza o ingresso do produto extrativista no mercado criando oportunidades de preços justos frente às diferenças regionais e à realidade dos extrativistas.

Também promove o ordenamento da cadeia produtiva quanto a oferta, além de aumentar o interesse de diversos setores como indústria de fármacos, cosméticos, higiene pessoal, biocombustíveis, fibras e outros, conferindo maior competitividade aos produtos.

Fonte: sfagro

Nenhum comentário:

Postar um comentário