quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Em nove cidades goianas os prefeitos tomaram posse sob judice. Um dos casos é em Divinópolis de Goiás



Em nove cidades goianas os prefeitos tomaram posse sob judice, ou seja, obtiveram recursos para serem diplomados, assumiram o mandato, mas esperam o julgamento de processos na Justiça Eleitoral.

São os casos de Água Fria de Goiás, Avelinópolis, Campinaçu, Divinópolis de Goiás, Iporá, Niquelândia, Petrolina de Goiás, Planaltina e Senador Canedo.

Em Campinaçu, na região norte de Goiás, o prefeito Milson Alves Magalhães (PP) aguarda o julgamento de um processo que acusa um ex-prefeito da cidade de abuso de poder em benefício da candidatura dele. De acordo com o advogado do prefeito, Diogo Cossara, o fato não ocorreu.

“A defesa entende que este fato não aconteceu desta forma. Prova disto é uma pessoa apenas que não tem nenhuma ligação direta com a campanha, então não tem nada que prove que isto aconteceu. A defesa confia no julgamento do TRE”, afirmou.

O prefeito de Divinópolis de Goiás, Alex de Eva (PPS), responde a um processo aberto pelo Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) que apura fraude eleitoral e compra de votos. O processo está no TRE-GO aguardando apreciação. Ele afirma que vai provar sua inocência.

“Quem foi investigado não tem nada a ver com a minha composição de trabalho. Investigou-se um grupo e tentou levar nas decisões deste grupo o meu nome. Minha campanha foi limpa e transparente. Estou sendo envolvido em um processo de investigação onde eu não tenho nenhuma participação sobre os atos que ocorreram”, afirmou o prefeito.

Em Iporá, no centro de Goiás, a Justiça Eleitoral cassou em novembro os registros de candidatura do prefeito eleito Naçoitan Leite e de seu vice, Duílio Alves de Siqueira, ambos do PSDB. O processo apurava se eles foram beneficiados por condutas irregulares do então prefeito, Danilo Gleic dos Santos, do mesmo partido.

A defesa de Naçoitan Leite (PSDB) informou que entrou com recurso contra a medida. Leite tomou posse no último dia primeiro e aguarda a conclusão do processo.

A reportagem entrou em contato por telefone com os demais prefeitos que tomaram posse sob judice, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Prefeitos goianos que recorreram para garantir posse:

Água Fria de Goiás -  José Eduardo Oliveira Neto (PTC)
Avelinópolis - Fábio Alves Neto (PR)
Campinaçu - Milson Alves Magalhães (PP)
Divinópolis -  Alex de Eva (PPS)
Iporá - Naçoitan Leite (PSDB)
Niquelândia - Valdeto Ferreira Rodrigues (PSB)
Petrolina de Goiás - Dalton Vieira Santos (PP)
Planaltina - David Alves Lima (PROS)
Senador Canedo - Divino Pereira Lemes (PSD)

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário