quinta-feira, 30 de março de 2017

MPF acusa Marconi Perillo de beneficiar a Delta



O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra o governador Marconi Perillo (PSDB) por corrupção passiva e crime contra a administração pública.

A peça assinada pelo vice-procurador-geral da República, José Bonifácio Borges de Andrada, aponta que o tucano teria se beneficiado de recursos provenientes da Delta Construções em troca da ampliação do valor de contratos da empresa com o governo entre 2011 e 2012.

A denúncia, encaminhada ao ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), é baseada nos autos da Operação Monte Carlo, deflagrada pelo MPF em 2012 para desarticular suposto esquema de jogos ilegais comandado por Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Cachoeira também é denunciado por José Bonifácio, assim como Fernando Cavendish e Cláudio Abreu, que eram diretor executivo e presidente do Conselho de Administração da Delta e diretor regional da empresa no Centro Oeste, respectivamente.

Advogado do governador Marconi Perillo, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirma que foi surpreendido pela denúncia. "Julgava que este assunto estivesse esclarecido. Só posso atribuir isso a esse momento punitivo do Estado brasileiro", defende.

Kakay também diz que durante a CPI do Cachoeira, instalada em 2012 pelo Congresso Nacional, o assunto ficou esclarecido. O advogado completa que está certo de que "a denúncia não será aceita".

Fonte: O Popular

Prefeitura de Campos Belos/GO lança processo seletivo



A prefeitura de Campos Belos, no nordeste goiano, lançou nesta quinta-feira, 30, extrato de edital para processo seletivo.

O certame é para vagas imediatas e reserva técnica, segunda informações preliminares.

A publicação saiu no Diário Oficial do Estado, edição N° 22.539, página 85.

Os interessados devem se inscrever no período de 03 a 07 de abril de 2017, no horário das 08:00 às 12:00 e de 14:00 às 17:00 horas, na sede da Prefeitura Municipal de Campos Belos de Goiás, na Praça da Matriz nº 01- Centro.

Mais detalhes serão publicados posteriormente.




Informações: Concurso news

Imagem do dia: GO-112, trecho entre Monte Alegre de Goiás e o Distrito de Prata

GO-112 trecho entre Monte Alegre de Goiás e o Distrito de Prata/ Foto: Clezio Oliveira

Divinópolis de Goiás: Associação Quilombola do Distrito de Vazante realizará assembleia no próximo dia 9 de abril



A associação Quilombola do Distrito de Vazante, no município de Divinópolis de Goiás, convida a todos para participar de uma assembleia.

A assembleia acontecerá no dia 09 de abril de 2017, às 15 horas na Feira Livre local, no Distrito de Vazante.

Na ocasião, serão apresentados os resultados da Associação Quilombola.

Em breve acontecerá uma assembleia geral onde oficializará a comunidade local como quilombolas.

Assembleia aprova federalização da GO-118 e trechos de mais 6 rodovias



Os deputados goianos aprovaram, nesta quarta-feira (29/3) em segunda votação o projeto de lei nº 614/17 da governadoria que prevê a federalização de 580 quilômetros de rodovias estaduais goianas.

De acordo com o Executivo, com a federalização desses trechos rodoviários, o Estado de Goiás e a Região Centro-Oeste terão mais opções de tráfego e, por conseguinte, mais opções para a distribuição de sua produção.

“Por certo que o encurtamento das distâncias também irá gerar maior economia e possibilitar maior desenvolvimento”, argumentou o governador Marconi Perillo (PSDB), na justificativa do projeto.

Serão federalizados 227 quilômetros da GO-118, trecho Divisa GO/DF-Campos Belos; 156 da GO-050, trecho Jataí-Chapadão do Céu (Divisa GO/MS); 144,7 quilômetros da GO-184, trecho Jataí-Aporé; 27,5 da GO-302, trecho Aporé-Entroncamento GO-180; um quilômetro da GO-180, trecho Entroncamento GO-302-Cassilândia (Divisa GO/MS); 24 da GO-241, trecho Uruaçu-São Miguel do Araguaia.

Segundo o projeto, a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) entregará os trechos da malha estadual em boas condições de tráfego.

Com a lei aprovada, os serviços de manutenção e obras de melhorias passam a ser bancados pelo governo federal. As rodovias que serão federalizadas foram negociadas entre os dois governos.

Fonte: Opção

Encontro Técnico sobre a cultura do arroz irrigado acontece nesta quinta-feira na Fazenda Poções, em Flores de Goiás



Nesta quinta-feira (30), a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) promove o Encontro Técnico sobre a cultura do arroz irrigado, na Fazenda Poções, em Flores de Goiás.

O encontro tem como objetivo observar a evolução de cultivares nas condições de manejo adotadas pelo produtor.

Durante o evento será discutida a utilização de produtos fitossanitários feitos pelo próprio agricultor da Fazenda Poções, Alexandre Jorge Filho, para o controle de pragas e doenças que atingem o cultivo do arroz.

Ele apresentará a forma como tem desenvolvido o manejo do solo, uso da água e irrigação. Também será apresentado o desempenho de cultivares de arroz lançadas recentemente pela Embrapa CMO a BRS Catiana e a BRS Pampeira.

O evento pretende reunir 20 rizicultores da região, além de produtores de gado de corte interessados na troca de experiências sobre o melhoramento do rebanho bovino. Todas as informações serão embasadas por técnicos da Emater e da Embrapa.

Programação:

16h: Abertura / Boas Vindas / Café da Tarde
16h:  Programa de validação participativa
16h30: Apresentação e Avaliação das cultivares / Linhagens de Arroz Irrigado no Campo pelos Produtores
17h:  Deslocamento até a sede da fazenda/galpão
17h20: Palestra: Manejo de solo e água - Dr. Mábio Chrisley Lacerda
19h: Discussão
19h20:  Palestra: Manejo Integrado de Doenças do Arroz - Dra. Valácia Lemes da Silva Lobo
20h:  Discussão
20h20: Palestra: Melhoramento de bovinos de corte - Dr. Cláudio Ulhoa Magnabosco
20h40:Discussão
21h: Jantar

A Fazenda Poções fica na Rodovia GO-531, km 47, sem nº, Zona Rural de Flores de Goiás, CEP: 73 890-000.

Habitantes de Nova Roma/GO e outros 5 municípios estão expostos aos riscos de contaminação por meio do consumo de água imprópria

Imagem Ilustrativa


A Secretaria de Saúde de Goiás, por meio da superintendência de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, idealizou o projeto Água Potável um Direito de Todos.

A proposta visa garantir a qualidade da água distribuída para o consumo humano, em todos os municípios goianos, partindo da experiência colhida nas seis cidades que não possuem sistema adequado de tratamento de água.

Juntos, os seis municípios totalizam 24.817 habitantes expostos aos ricos de contaminação por meio do consumo da água imprópria, o que corresponde a 0,4% da população goiana.

Segundo a Vigilância, em Cachoeira de Goiás, Colinas do Sul, Guarinos, Mossâmedes, Nova Roma e Paranaiguara, a população fica exposta a doenças de veiculação hídrica ao utilizar poços e mananciais, sem estudo prévio da qualidade da água, e seu tratamento adequado.

Segundo Tânia Vaz, gerente de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador, esses seis municípios são a prioridade do projeto.

“O objetivo é sensibilizar os gestores municipais para viabilizar a instalação de sistema de tratamento e abastecimento de água nestes municípios, nos próximos dois anos, para o fornecimento de água potável à população”, informa Tânia. Como resultado, espera-se a redução na ocorrência de doenças de veiculação hídrica, como medida de proteção à saúde.

Implantação

O Projeto Água Potável um Direito de Todos está em implantação desde outubro de 2016 e encontra-se na fase de discussão nos municípios prioritários.

Em fevereiro, foram apresentados aos prefeitos das seis cidades e também de outras 15, num total de 21 cidades, os resultados de análises realizadas nos últimos anos, em cujas amostras de água foram registradas a presença da bactéria patogênica Escherichia coli, exceto o município de São Simão que não apresentou amostras insatisfatórias em um histórico recente.

Na ocasião, a Secretaria da Saúde falou da importância da realização de análises periódicas para monitorar a qualidade da água oferecida à população. “O próximo passo é realizar ações de conscientização junto à população e gestores municipais destas localidades”, diz a gerente de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador.

Monitoramento

O Ministério da Saúde/Sinvsa desenvolveu o Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua) objetivando a descentralização das ações de monitoramento da água. Nos municípios, os técnicos das Vigilâncias Municipais são responsáveis pela coleta da água do sistema de distribuição e também pelo registro dessas análises no Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua).

As amostras são encaminhadas ao Laboratório Central (Lacen), para análises físico-químicas e microbiológicos, conforme Portaria Ministerial 2914/2014.

Luan Mendonça de Pádua, técnico da Gerência de Vigilância Ambiental, explica que caso os testes detectem problemas na qualidade da água, os fiscais dos municípios são orientados a realizarem novas coletas e também notificar os responsáveis pelo serviço de abastecimento local para adotar medidas diante da situação encontrada.

O papel da Gerência de Saúde Ambiental é promover e realizar a vigilância da qualidade da água nos 246 municípios do Estado e, no caso de laudos insatisfatórios, são encaminhados à Gerência de Vigilância Sanitária de Serviços de Saúde para realização de inspeções, orientações e adoção das medidas sanitárias cabíveis.

Fonte: Comunicação da Secretaria da Saúde de Goiás

quarta-feira, 29 de março de 2017

Polícia prende homem com veículo roubado em Divinópolis de Goiás



O Comando de Operações de Divisas (COD) prendeu um homem com um carro roubado na última terça-feira (28), na GO-110, no município de Divinópolis de Goiás.

Os policiais abordaram um veículo VW Gol durante patrulhamento na rodovia, após consulta e checagem veicular, foi constatado que o numero do motor era referente a outro veiculo que possuía registro de furto/roubo.

Diante dos fatos, o condutor foi encaminhando para a delegacia de policia de São Domingos.

O condutor foi autuado em flagrante no Artigo 180 e 3º (Adquirir ou receber coisa que, por sua natureza ou pela desproporção entre o valor e o preço, ou pela condição de quem a oferece, deve presumir-se obtida por meio criminoso) do código penal brasileiro.

Com informações do COD

Iso Moreira planeja disputar mandato de deputado federal



Como o deputado federal Pedro Chaves (PMDB) desistiu da reeleição, o deputado estadual Iso Moreira (PSDB) informa aos seus aliados que vai disputar mandato de deputado federal em 2018.

Iso Moreira quer ser o representante da região Nordeste de Goiás em Brasília.

Se Pedro Chaves é conhecido como “rei do Nordeste goiano”, Iso Moreira é apontado como o “vice-rei”. Tal sua força política na região.

A ressalva é que a cúpula tucana pode pedir o apoio de Iso Moreira para o deputado federal Giuseppe Vecci, presidente do PSDB.

Fonte: Opção

Cirurgião pediátrico Zacharias Calil diz estar abalado com a morte das gêmeas siamesas Sara e Sofia de Campos Belos/GO



O cirurgião pediátrico Zacharias Calil, especialista em casos de siameses, acompanhou o caso das gêmeas de Campos Belos, Sara e Sofia, desde o início.

Ele diz que soube da morte das meninas pela mãe, Nayara Soares dos Santos, que ligou para ele na segunda-feira. Antes disso, ela já havia telefonado para falar sobre a piora no estado de saúde das filhas.

“Ela me ligou no sábado dizendo que elas estavam com febre alta e cansadas. Eu pedi para que viessem para Goiânia, porque casos assim se olha aqui”, conta o médico. Apesar disso, as meninas não tiveram tempo suficiente para fazer a viagem.

Conforme o cirurgião, Nayara relatou que, ainda no domingo, procurou o Hospital Municipal de Campos Belos e que, mesmo com febre alta, elas foram liberadas após receberem a receita de alguns medicamentos. Pouco tempo depois, porém, elas faleceram em casa.

Calil afirma que a família já tinha viagem marcada para Goiânia para esta terça-feira (28). “Os cirurgiões plásticos iriam colocar os expansores. Depois de uns dois meses faríamos a cirurgia”, lamenta.

O médico revelou ter se abalado com a morte das garotas. “Foi uma surpresa muito desagradável. Elas eram meninas viáveis, tinham muita condição de fazer a cirurgia”, declara.

Calil acompanhava o caso delas desde o nascimento, em 5 de outubro do ano passado. Unidas pelo abdômen e compartilhando apenas o fígado, elas nasceram prematuras, de 33 semanas, no Hospital Materno Infantil (HMI). Elas permaneceram internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital até o dia 26 daquele mês.

O especialista, por não ter acompanhado os últimos momentos devida de Sara e de Sofia, prefere não opinar sobre o que pode ter provocado a morte delas. No entanto, ele ressalta que gêmeos siameses não são pacientes comuns e demandam cuidados específicos.

“Elas poderiam ter alguma má-formação que não foi detectada nos exames. Em alguns casos, nós temos surpresas desse tipo até durante as operações”, ressalta.

Ainda assim, ele também prefere não julgar a conduta dos médicos do Hospital de Campos Belos, que liberaram as meninas com febre alta e condição delicada de saúde. “É difícil falar sobre isso sem estar lá. Eu teria que saber quais eram exatamente as condições”, salienta.

A reportagem telefonou diversas vezes para o Hospital Municipal de Campos Belos pelo número fornecido pela Secretaria de Saúde do Município, mas as ligações não foram atendidas.

A reportagem também tentou contato com o secretário Guilherme Davi da Silva, mas foi informada de que ele não poderia atender pois estava em reunião.

Fonte: Mais Goiás

terça-feira, 28 de março de 2017

De Divinópolis de Goiás: Família pede ajuda para trazer corpo de jovem que morreu no Rio de Janeiro



A família da jovem Elane Gomes, que morreu em um hospital no Rio de Janeiro na segunda-feira (27), pede ajuda para trazer o corpo para Divinópolis de Goiás.

Elane Gomes estava internada em estado grave, porém não resistiu e veio a óbito. O jovem tinha reumatismo no sangue, anemia, artrite e vasculite.

A família precisa de ajuda financeira para trazer o corpo da jovem para ser sepultado em sua cidade natal, Divinópolis de Goiás.

Pedimos atenção da prefeitura municipal de Divinópolis de Goiá quanto a esse caso. É de muita importância o auxilio a família nesse momento de dor e sofrimento.

Para ajudar basta realizar deposito de qualquer quantia na conta abaixo:

Agência: 4130-0
Conta Poupança: 6.568-4
Banco do Brasil
Elizabete Barbosa de Souza

Temporal caiu em Posse/GO na tarde de segunda-feira



Um temporal ocorreu em Posse, no norte de Goiás, no começo da tarde desta segunda-feira, 27 de março.

Em apenas 1 hora, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 40,2 mm de chuva, entre 12h e 13h (Brasília).

Posse é uma cidade próxima da divisa com o oeste da Bahia. Nos próximos dias, as condições para chuva aumentam na Bahia e no norte de Goiás e pode chover forte.

Instabilidade aumenta em MT, GO, e DF

A presença de dois sistemas de baixa pressão, o primeiro na altura da Bolívia e outro em alto mar na altura do Sudeste e ainda, a umidade que vem das áreas tropicais do país formam um corredor de umidade sobre Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.

Nestas áreas, pode chover com moderada a forte intensidade nos próximos cinco dias e acumular volumes entre 70 e 100 milímetros em diversas localidades destes estados.


Morrem as gêmeas siamesas de Campos Belos/GO, Sara e Sofia



Morreram, na madruga da última segunda-feira (27), Sara e Sofia, as duas bebês gêmeas siamesas de Campos Belos, nordeste de Goiás.

Ambas as meninas estavam com cinco meses e de malas prontas para viajarem nesta semana para Goiânia, capital do estado, quando iriam iniciar os procedimentos preparatórios para a delicada cirurgia de separação, que poderia ocorrer no próximo mês de setembro.

Prematuras, elas nasceram de 33 semanas, ligadas pelo abdômen e compartilhando o fígado.

Ambas estiveram internadas na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de Goiânia, depois do nascimento, em 2 de setembro, mantiveram o estado de saúde regular e em recuperação, até serem liberadas.

Na oportunidade,  o médico Zacharias Calil, especialista em casos de siameses, acompanhou o parto e monitorou o estado de saúde das siamesas.

Ele afirmou que o quadro clínico delas estava muito melhor do que o esperado. No entanto, explicou que ainda era cedo para vislumbrar a cirurgia de separação.

O nascimento das gêmeas siamesas Sara e Sofia Alves dos Santos, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, repercutiu na imprensa estadual.

40 graus de febre

De acordo com a família, as gêmeas estavam bem, mas neste domingo amanheceram com febre, que chegou a 40 graus e com aspecto de uma gripe.

A família levou as gêmeas ao Hospital Municipal de Campos Belos (público) onde foram atendidas e liberadas, mesmo com febre alta.

Ainda de acordo a família, o médico receitou medicamentos e as mandou de volta para casa. “Nem ao menos olharam a gargantinha das meninas”, disse um familiar. A febre não cessou, inclusive com os medicamentos receitados.

À noite, a mãe colocou as crianças para dormir e hoje pela manhã, ambas amanheceram mortas. 

Obvio que ninguém quer procurar culpados pela morte das crianças. Mas há perguntas que tem que ser feitas. 

Como o hospital libera um paciente com 40 graus de febre?

Não seria prudente colocá-las em observação, esperar a febre amainar e investigar as causas?

Esse teria que ser o procedimento para qualquer paciente.

Agora imagine então, duas crianças siamesas, grudadas, pacientes de alto risco e com necessidade de acompanhamento especialíssimo?

O velório dos corpinhos das gêmeas siamesas aconteceu na casa da família, no Setor Bem-Bom, em Campos Belos.

Fonte: Dinomar Miranda

Tribunal de Justiça realiza reunião para ampliar Projeto Escuta em Cavalcante/GO



A Corregedoria Geral de Justiça do Estado de Goiás (CGJGO), em conjunto com a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e Execução Penal do Estado de Goiás, realizou nesta segunda-feira (27) uma reunião para discutir os próximos passos do Projeto Escuta, no município de Cavalcante.

O objetivo principal é o fortalecimento da Rede de Proteção no enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes.

O projeto, antes sob coordenadoria do juiz Jerônimo Pedro Villas Boas, quando ele era juiz auxiliar da Corregedoria, passa a ser coordenado pela juíza Sirley Martins da Costa, auxiliar da CGJGO.

A rede de proteção no município está desarticulada, segundo a magistrada. Então, as providências neste primeiro momento serão principalmente no sentido de ajudar a articular esta rede. Para isto ficou já definido que a equipe interprofissional vai a Cavalcante, provavelmente na próxima semana, para tentar fazer este trabalho de fortalecimento da Rede de Proteção à Criança e à Mulher.

Projeto Escuta

O Projeto Escuta, instaurado pela Portaria nº 198/2015, iniciou seus trabalhos em Cavalcante em meados de 2015, com o objetivo de desenvolver um conjunto de ações integradas voltadas à prevenção, proteção e apoio a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

A equipe interprofissional da CGJGO compareceu ao município, visitando 12 escolas, com a realização de palestras de orientação e sensibilização quanto à identificação do abuso sexual e formas de denúncia. Cerca de 2,2 mil crianças e adolescentes foram atendidos e 2,3 mil cartilhas foram distribuídas.

De acordo com o juiz Jerônimo, a situação em Cavalcante só não piorou devido às ações da Corregedoria. Ele espera que o projeto ganhe força e seja levado para outras comunidades Kalungas no Estado, que passam por situações similares. “Eu conheço a região desde 1976, então tenho um pouco de vivência com a situação desta comunidade e ela é uma região que vem sendo esquecida pelas ações governamentais. E essa resposta foi tentativa do Poder Judiciário de minimizar o dano social causado aos Kalungas”.

Abusos Sexuais

O Município de Cavalcante, em especial as comunidades Kalungas, sofre bastante com casos de abusos sexuais, em especial, com casos de pedofilia. A Procuradora de Justiça de Cavalcante, Úrsula Catarina Fernandes da Silva Pinto, disse que há a necessidade de reinstalar o Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher (NEAM), que foi cancelado pelo governo no início de 2015, ficando as mulheres vítimas de violência domésticas sem atendimento.

A promotora levantou a questão ainda da possibilidade de se instalar o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) na região.

De acordo com o juiz Pedro Piazzalunga Cesário Pereira, da comarca de Cavalcante, o município tem o efetivo policial reduzido, contando apenas com três policiais por turno, trabalhando em desvio de função. Já Úrsula informou que não tem nenhuma policial do sexo feminino para atendimento das vítimas de abuso sexual.

“O atendimento é feito só por homens, o que, na minha opinião, é um outro constrangimento, reviver a violência para alguém do sexo masculino. A gente gostaria que tivesse alguém do sexo feminino para acompanhar, não só as vítimas de abuso sexual, mas também de violência doméstica”, disse. “Falta vontade política para priorizar aquela região”, reforçou a promotora de justiça.

Falta de Estrutura

O prefeito de Cavalcante, Josemar Saraiva Freire, reclamou que os casos de pedofilia no município é preocupante, mas que possuem outros problemas sérios de estrutura. Ele disse que a cidade não possui nenhum banco, que praticamente todo dia falta energia elétrica e que não possui sinal de celular. “Essa reunião foi ótima, serviu para colocar esses problemas na roda e para mostrar que, além da pedofilia, nós temos muitos mais problemas”, relatou.

Foi suscitada também a questão do Programa Pai Presente no município. Pedro Piazzalunga comunicou que o programa está fluindo, e que o único problema é a falta de comunicação e dificuldade de localizar o endereço dos supostos pais que moram nas zonas rurais. Com isso, o TJGO pretende expandir o Projeto Escuta, para melhorar o atendimento aos moradores do Município de Cavalcante e das comunidades Kalungas.

Participaram da reunião, a desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis; o corregedor-geral, desembargador Walter Carlos Lemes; a juíza auxiliar da CGJGO, Sirley Martins da Costa; o juiz Jerônimo Pedro Villas Boas; o juiz Pedro Piazzalunga Cesário Pereira; o prefeito de Cavalcante, Josemar Saraiva Freire; a promotora de Justiça de Cavalcante, Úrsula Catarina Fernandes da Silva Pinto, e representantes da Secretaria de Gestão Estratégica do TJGO.

Fonte: TJGO

Reunião discute combate à violência sexual e doméstica em Cavalcante/GO



As ações para o combate aos casos de violência de gênero em Cavalcante, no nordeste goiano pautaram reunião na  última segunda-feira (27), realizada pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e Execução Penal do Estado de Goiás.

O encontro aconteceu às 15 horas, na Corregedoria Geral de Justiça do Estado de Goiás (CGJGO).

A intenção é criar parcerias entre o Poder Judiciário e órgãos públicos locais para projetos a fim de inibir casos e conscientizar a população acerca da temática.

Participaram da reunião a presidente da Coordenadoria, desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, a juíza-auxiliar da corregedoria, Sirlei Martins da Costa, autoridades do município e servidores da Secretaria de Gestão Estratégica (SGE) e da Secretária Interprofissional Forense.

Fonte: TJGO

domingo, 26 de março de 2017

Vídeo:Idoso morto em Brasília brigava há 25 anos na justiça por fazenda em São Domingos/GO



A morte do idoso Jacinto Pereira de Sousa, de 81 anos, ainda é um verdadeiro mistério, ele foi morto em 20 de dezembro de 2016.

O idoso foi encontrado sem vida com carteira, dinheiro, celular e relógio. Segundo a reportagem da Record TV, exibida no inicio deste mês quem matou o idoso não queria roubar.

Seu Jacinto morava em uma casa na W3 sul na região central de Brasília, no dia 20 de dezembro ele saiu de casar para ir até a casa lotérica. A partir deste dia seu Jacinto não deu mais noticias para a família.

O corpo do idoso foi encontrado no dia 9 de janeiro de 2017 no setor de indústrias do Riacho Fundo II.

Segundo a reportagem, seu Jacinto brigava há 25 anos na justiça por uma fazenda no município de São Domingos, no nordeste goiano.

A fazenda fica localizada em uma região rica em minério e madeira, era um local onde políticos da região tinha interesse, segundo a reportagem da Record TV. A reportagem diz ainda que após todos esses anos seu Jacinto ganhou a causa na justiça.

A polícia civil do Distrito Federal investiga o caso.

Veja abaixo a reportagem completa:


Família pede ajuda para acompanhar jovem de Divinópolis de Goiás internada em estado grave no Rio de Janeiro

Elane Gomes

Elane Gomes, moradora de Divinópolis de Goiás está muito mal em um hospital no Rio de Janeiro e esta precisando muito que alguém da família a acompanhe.

A família não tem condições de bancar a viagem, e pede ajuda para a população.

Elane tem reumatismo no sangue, anemia, artrite e agora apareceu mais uma doença chamada vasculite. Elane esta em estado grave.

Para ajudar basta realizar o deposito de qualquer quantia na conta abaixo:

Agência: 4130-0
Conta Poupança: 6.568-4
Banco do Brasil
Elizabete Barbosa de Sousa

Recursos da Celg serão aplicados em obras; confira a relação inicial do nordeste goiano




O governo estadual divulgou no suplemento do Diário Oficial do Estado (DOE) a primeira lista das obras que receberão dinheiro da Celg Distribuição (Celg D).

Conforme informado os recursos financeiros provenientes da privatização da estatal irão contemplar 83 obras que terão prioridade até 2018.

O Estado aplicará R$ 842,44 milhões nessas obras prioritárias. A maior parte dos recursos provém da venda da Celg D (R$ 500 milhões). O restante virá do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Tesouro Estadual, FUNPRODUZIR e Saúde.

A prioridade será o término de obras rodoviárias. Foi relacionada também a conclusão de hospitais regionais.

Confira abaixo as obras que receberam os recursos no nordeste goiano:

CONCLUSÃO DA RODOVIA SÃO JORGE / COLINAS DO SUL
AME FORMOSA
AME POSSE
PAVIMENTAÇÃO COM BLOQUETE (SÃO JORGE) DE ALTO PARAÍSO
REFORMA DO GINÁSIO DE ESPORTES DE POSSE

Câmara pagou viagem de avião para Deputado Federal Daniel Vilela ir a evento partidário em Campos Belos e Posse/GO



Na prestação de contas da chamada de março da chamada cota parlamentar, no site da Câmara dos Deputados, o deputado federal goiano Daniel Vilela (PMDB) informa viagem aérea no trajeto Goiânia - Posse - Campos Belos - São Miguel do Araguaia - Goiânia, ao preço de R$ 13 mil.

A nota fiscal mostra o valor R$ 13 mil gasto  por Daniel e posteriormente pago pela Câmara.

Nos dias 10 e 11 de março, Daniel, que é presidente estadual do PMDB, liderou encontros regionais do partido em Posse Campos Belos, no nordeste goiano.

Os eventos tiveram puro caráter partidário e simbolizaram o lançamento da pré-candidatura do deputado ao governo de Goiás, como os próprios perfis de Daniel e PMDB nas redes sociais mostraram.

A cota parlamentar permite que o deputado gaste com passagens aéreas e fretamento de aeronaves desde que esteja em exercício da atividade parlamentar. Os deputados, então, apresentam as notas fiscais e são reembolsados pela Câmara.

Os encontros regionais do PMDB goiano foram reativados para fortalecer a candidatura de Daniel ao governo. Neste final de semana, o deputado participou de mais um giro pelo interior.

Abaixo, a nota fiscal apresentado por Daniel Vilela:



Fonte: Brasil 247

Preso pelo Polícia Civil, em Palmas, foragido da Justiça de Campos Belos/GO



Policiais Civis da 2ª Delegacia de Palmas, comandados pelo Delegado Pedro Ivo Costa Miranda, com apoio de agentes da 5ª DP, coordenados pelo delegado Evaldo de Oliveira Gomes, efetuaram, na tarde da última sexta-feira, 24, a prisão de Artur da Silva Jacino, 19 anos de idade.

Ele é suspeito de praticar um assalto a uma joalheria, em Campos Belos – GO, no dia 31 de janeiro de 2017, e foi capturado, mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Conforme o delegado Pedro Ivo, após um intenso trabalho de monitoramento, policiais civis do Núcleo de Investigações Policiais da 2ª DP com apoio de investigadores da 5ª DP, obtiveram informações de que um foragido da Justiça da Comarca de Campos Belos – GO estaria residindo em Palmas.

Com base na informação, os agentes intensificaram as buscas e identificaram o indivíduo como sendo Artur da Silva Jacino.

Ao realizar buscas sobre a vida pregressa do suspeito, os policiais civis descobriram que havia um mandado de prisão preventiva, em desfavor do mesmo, oriundo da Comarca de Campos Belos, pela prática do crime de roubo majorado.

Diante dos fatos, os policiais civis realizaram novas diligências e, na tarde de sexta-feira, localizaram o paradeiro do indivíduo, o qual estava escondido na residência de sua mãe, na Quadra 806 Sul.

Ao chegar ao local, os agentes deram voz de prisão a Artur e o conduziram a sede da 2ª DP, onde o delegado Pedro Ivo cumpriu a ordem judicial em desfavor do homem que, em seguida, foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), à disposição do Poder Judiciário de Goiás.

Com informações da SSP/TO

Segurança em Goiás é reforçada com mais 12 bases do Comando de Operações de Divisas, inclusive Campos Belos e Posse/GO



O governo de Goiás determinou a implantação de mais 12 bases operacionais do Comando de Operações de Divisas (COD), da Polícia Militar, ainda este ano, completando 24 unidades em atuação no Estado.

A força especializada de segurança é responsável pela fiscalização nas divisas do território goiano com outros estados.

Vão receber as novas bases os municípios de Águas Lindas de Goiás, Aporé, Catalão, Cidade Ocidental, Cristalina, Luziânia, Minaçu, Montividiu, Niquelândia, Porteirão, Serranópolis e Sanclerlândia. As 12 já existentes estão sediadas em Britânia, Cabeceiras, Campos Belos, Caçu, Chapadão do Céu, Corumbaíba, Goiânia, Itumbiara, Jataí, Uruaçu, Piranhas, Porangatu, Posse e São Miguel do Araguaia.

O trabalho intensivo do COD, de março de 2016 até março deste ano, resultou na apreensão de 14.089 ou aproximadamente 14 toneladas de drogas ilícitas.

No período foram feitas vistorias em 6.939 veículos, recuperadas cargas roubadas no valor de aproximadamente R$ 1 milhão e de aproximadamente R$ 2,5 milhões em mercadorias contrabandeadas. Nesses doze meses também foram apreendidos mais de R$ 600 mil, procedentes de roubo em instituições financeiras, 307 pessoas presas em flagrante e recapturados 49 foragidos da Justiça.

Criado em 20 de abril de 2012, o COD completa em 2017 cinco anos de efetivo combate à criminalidade, atingindo índices nunca alcançados na apreensão de drogas e armas (tráfico doméstico e internacional), contrabando de pneus e de cigarros, descaminhos e contrabandos diversos, combate intensivo à atuação de associações criminosas de roubo a instituições financeiras, dentre várias outras ocorrências, como recaptura de foragidos da justiça, recuperação de veículos furtados e intervenções para estabilização de crises em presídios.

Fonte Goiás Agora

sexta-feira, 24 de março de 2017

Divinópolis de Goiás: Caminhão tomba na GO-447, no Distrito de Vazante




Um caminhão carregado de areia tombou na madrugada desta sexta-feira (24), na GO-447, no Distrito de Vazante, no município de Divinópolis de Goiás.

O caminhão carregou areia na quinta-feira (23), em Monte Alegre de Goiás, e seguia sentido Divinópolis quando o acidente aconteceu.

O motorista ia parar no Distrito de Vazante para descansar antes de prosseguir com a viagem. Porém, já próximo à comunidade o acidente aconteceu.

O acidente aconteceu próximo ao cemitério do Distrito de Vazante.

O motorista do caminhão que estava sozinho saiu ileso.

BR-020 apresenta problemas na sinalização vertical




Alguns trechos da BR 020, Presidente Juscelino Kubitschek, próxima à região de Formosa de Goiás, têm deixado moradores e motoristas que dependem da rodovia irritados.

Os motivos para o descontentamento são as placas de sinalização que estão, em sua maioria, com informações erradas, algumas placas foram duplicadas e estão a menos de 200 metros umas das outras.

Arno Bruno Weiss foi quem informou à redação do Diário da Manhã sobre os absurdos que estão acontecendo na rodovia. “Tenho uma fazenda na região, já viajei para vários países do mundo e nunca vi tamanho desrespeito com o contribuinte como está acontecendo aqui. Recebo pessoas do exterior que me disseram como é possível que duas placas idênticas estejam tão próximas umas das outras”, diz Arno Weiss.

As sinalizações no Brasil são de suma importância para que a segurança dos condutores e pedestres seja garantida. O Estado, em papel fundamental, não faz o serviço direito, deixando o serviço e os custos para os moradores.

“Eu tive que tirar dinheiro do meu bolso para que uma pessoa pintasse a placa com as informações corretas, fiz tudo certinho, coloquei os nomes e direções corretas das cidades, apliquei a tinta especial e reflexiva. Não aguentava mais os caminhoneiros se perderem no meio do trajeto”, diz Arno indignado.

DNIT esclarece caos das placas

Procurado, o órgão responsável pela instalação das placas esclareceu os fatos. Segundo dito em nota, os erros podem ter ocorrido pois, no local, instalação e manutenção das placas ainda estão em fase de execução.

“Com relação à sinalização vertical implantada na rodovia BR-020/BR, informamos que na referida rodovia existe um contrato para a implantação e manutenção de sinalização que se encontra em fase de execução. Tendo em vista a demanda apresentada, nosso fiscal vistoriou o segmento apontado informando que as providências para a remoção das placas duplicadas e correções das placas com as legendas incorretas estão sendo realizadas às expensas da empresa contratada responsável pelos serviços de sinalização. Quanto à placa indicando o quarto acesso à Formosa, esclarecemos que no perímetro urbano de Formosa entre km 0 e km 8, existem 4 acessos à cidade que foram numerados de acordo com o sentido CRESCENTE da rodovia (sentido Salvador). Na foto questionada, a placa está no sentido DECRESCENTE (Brasília), portanto está correta.

Fiscalização e esclarecimentos

A fiscalização do trecho traçou uma rota georreferenciada em relação à placa indicativa com a legenda “Unaí 118 km” e informou que a distância é de 119 km até Unaí e 120 km até Buritis” , esclarece o órgão.

Placas malucas
                                                    
Cabeceiras está a 42 Km e não a 62 como indicam as placas. Outro erro contido na placa é que a próxima cidade desta direção é Buritis, que fica a 120 Km, e não Unaí a 118 Km. O DNIT informou que fez uma rota geolocalizada da placa indicativa com a legenda “Unaí 118 km” e informou que a distância é de 119 km até Unaí e 120 km até Buritis

O DNIT esclareceu que no perímetro urbano de Formosa entre km 0 e km 8 existem 4 acessos à cidade que foram numerados de acordo com o sentido crescente da rodovia (sentido Salvador). Na foto questionada, a placa está no sentido decrescente (Brasília), portanto está correta.

A sinalização do quilômetro 3 é completamente sem sentido. Formosa está na direção oposta ao indicado na placa.

Informado na placa “Laciara”, o nome da cidade na verdade é Iaciara. Km 22.

Placas duplicadas

É possível ver a duplicação de placas em uma curta distância. Na última fotografia é possível observar seis placas seguidas em um espaço menos que 500 metros.








Fonte: DM

Divinópolis de Goiás: Prefeito entrega materiais esportivos durante jogo dos amigos no Distrito de Vazante



O prefeito de Divinópolis de Goiás, Alex Santa Cruz, acompanhado dos diretores de esporte Leonardo Abreu e Pedro Passos, realizou a entrega de materiais de esportes para a comunidade do Distrito de Vazante, na tarde de quinta-feira (23).

Foram entregues bolas de futebol, handebol e basquete. Além de redes, o prefeito prometeu ainda um jogo de uniformes para o time da comunidade.

O jogo foi entre os amigos do vereador Diego Moraes contra os amigos do secretário de saúde, Humberto Brito.

No final o jogo ficou 4x1 para os amigos do vereador Diego.

O jogo foi realizado com intuito de reforçar o esporte no Distrito de Vazante. 




quinta-feira, 23 de março de 2017

Motoristas aguardam no Distrito de Vazante condições melhorar para prosseguir viagem pela GO-447

Foto: Clezio Oliveira

Na manhã desta quinta-feira (23), cerca de oito caminhões estavam parados no Distrito de Vazante, no município de Divinópolis de Goiás.

Os motoristas estavam aguardando as condições melhorar na rodovia GO-447, trecho entre Distrito de Vazante e entroncamento com a GO-118, para prosseguir com a viagem.

Com as fortes chuvas que caíram nos últimos dias na região, a GO-447 tem muita lama e atoleiros.

Os motoristas aguardaram a lama secar para continuar a viagem pela rodovia.

A GO-447 esta em obras desde 2014, e a promessa do Governo é que a pavimentação seja concluída em dezembro de 2017. 

Muita lama e atoleiros na GO-447, trecho entre o Distrito de Vazante e entroncamento com a GO-118

Fotos: Clezio Oliveira



São péssimas as condições da GO-447, no trecho entre o Distrito de Vazante, município de Divinópolis de Goiás e o entroncamento com a GO-118, no município de Monte Alegre de Goiás.

Com as fortes chuvas que vem caindo na região nos últimos dias, a GO-447, está quase intransitável.

Todos os anos muita lama e atoleiros causam transtornos para os usuários.

Devido as fortes chuvas a situação esta cada dia pior. A GO-447 esta em obras desde 2014, e a promessa do Governo é que a pavimentação seja concluída em dezembro de 2017.

Enquanto isso não ocorre, os usuários tem que passar por desvios escorregadios, cheios de lamas e mal sinalizados.

Todo cuidado é pouco ao transitar pela GO-447.