quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Cavalcante assina convênio de R$ 2 milhões. Teresina de Goiás recebe R$ 2 milhões do Goiás na Frente




O governador Marconi Perillo encerrou o dia de visitas e celebrações de convênios na região Nordeste com a assinatura de convênio com a Prefeitura de Cavalcante, município localizado na Chapada dos Veadeiros, a cerca de 500 km de Goiânia.

Ao elogiar o programa Goiás na Frente, o prefeito Josemar Saraiva destacou a diferença entre o Governo de Goiás e os demais governos. “Quando a gente liga a televisão vê estados quebrados. Aqui em Goiás é diferente, o senhor anda distribuindo obra, governador Marconi”.

Terceiro maior município goiano em extensão territorial, Cavalcante é o lar de pelo menos três mil membros da comunidade Kalunga e tem mais de dois mil quilômetros de estradas vicinais. “Se não fosse a ajuda do governador, tenham certeza que não daríamos conta de atender todas as demandas da nossa comunidade”, comentou o prefeito.

Ao se dizer grato pelos R$ 2 milhões que a Prefeitura receberá do convênio do programa Goiás na Frente, informou que a totalidade dos recursos será investida em asfalto novo.

Em apenas oito meses de administração, Josemar já conseguiu ajuda para construir uma quadra poliesportiva. “Se não tivermos a sua ajuda é impossível darmos uma melhor condição de vida para nosso povo”, encerrou.

O governador Marconi Perillo exaltou o município de Cavalcante, “rico no ecoturismo, com uma diversidade extraordinária, destino turístico nato por tudo o que possui e berço de um rico folclore, com destaque para as manifestações da Comunidade Kalunga”.

Nas cidades de Teresina e Cavalcante, o governador foi cobrado pelas comunidades em relação ao projeto de extensão do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Sem se posicionar contra ou a favor do projeto, fez questão de definir as responsabilidades dos governos em relação ao tema.

“O Parque dos Veadeiros não é responsabilidade do Governo de Goiás. Ele é do Governo Federal”, declarou o governador ao citar o fato de a União estar querendo ampliar a área da chapada apesar de só ter pago 5% do que desapropriou quando da sua criação. “Como agora o Governo Federal quer desapropriar mais? Primeiro, tem que titular as terras e depois pagar o que já desapropriou. A União não tem o direito de tomar terra de ninguém. É muito bom criar parque, mas tem que ser dentro da lei, pagando os proprietários rurais. Se fosse minha a responsabilidade, eu já teria resolvido”, declarou.

Teresina de Goiás, município localizado na Chapada dos Veadeiros, Nordeste Goiano, a 490 quilômetros de Goiânia, recebeu na tarde de hoje, das mãos do governador Marconi Perillo, da primeira-dama Valéria Perillo e do vice-governador José Eliton, R$ 2 milhões do programa Goiás na Frente para serem aplicados em obras de recuperação asfáltica, construção de um salão de eventos, construção de um lago, revitalização da Praça Tiradentes e da quadra esportiva Tia Quita.

Marconi, a primeira-dama, José Eliton, parlamentares, assessores do governo e lideranças regionais foram recebidos pelo prefeito Josaquim Miranda e centenas de moradores que lotaram as dependências da Casa de Saúde, local que abrigou o evento. Além da destinação do dinheiro a fundo perdido para a Prefeitura, o governador aproveitou a cerimônia para inaugurar um campo de futebol soçaite construído através de parcerias entre o Estado, Governo Federal e a Prefeitura.

O prefeito Josaquim disse que a presença do governador em Teresina reforça a certeza de que o Governo de Goiás governa para todos os municípios, do maior ao menor. “Teresina é um município pequeno e carente. Só nós sabemos a importância de receber uma ajuda de R$ 2 milhões”, declarou. Por fim, o prefeito declarou que Goiás tem tomado decisões sérias, sem demagogia e respeitando a realidade do estado. “O governador é seguro em suas decisões, e é por isso que ele está com esse programa, o maior do Brasil”.

Marconi, durante seu discurso, confessou que tem se esforçado muito para poder dar conta de ajudar os prefeitos. “Não é fácil diante de um País em crise, com queda na arrecadação. Mas não estamos de braços cruzados”, observou.

Ao responder à reivindicação do prefeito para que sejam designados mais policiais para a região, o governador lembrou que o Estado irá empossar 2,5 mil novos policiais este ano e mais dois mil em 2018. “Já determinei que sejam enviados policiais para todos os municípios que ainda têm deficiência nessa área”, anunciou.

Marconi encerrou dizendo que Goiás está na vanguarda do Brasil e se referiu a outros estados que estão passando vergonha: “Aqui pagamos as nossas contas, investimos em obras, na melhoria da saúde, educação, habitação e em todas as outras áreas”.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário