segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Alto Paraíso de Goiás decreta estado de emergência devido a incêndio



O município de Alto Paraíso, no Nordeste do Estado, decretou ontem estado de emergência devido ao incêndio que toma conta do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) e outras áreas do município.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), o município de Cavalcante, vizinho a Alto Paraíso, também teria decretado a mesma situação. A reportagem tentou entrar em contato com a prefeitura da cidade, mas não foi atendida.

O decreto, assinado pelo prefeito Martinho Mendes Silva, pondera a existência de “vários focos de incêndio que se alastram em várias regiões do município”, que estão fora de controle, “com risco iminente de atingir a Zona Urbana e aglomerados urbanos”.

Com o decreto, fica autorizada a mobilização de todas as secretarias do município para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, a convocação de voluntários, entrar em casas para prestar socorro ou determinar a evacuação, além de utilizar propriedades privadas, “no iminente perigo público”. Outro ponto do decreto é a dispensa de licitação para contratos de aquisição de bens para atividades em resposta ao desastre, assim como para obras e prestação de serviços. 

Reforços

Em nota, a Secima informou ontem que a força-tarefa na chapada ganhou o reforço de 21 integrantes do Corpo de Bombeiros de Goiás. Ainda de acordo com a secretaria, são 150 bombeiros e brigadistas que combatem as chamas, além de mais de cem voluntários que colaboram no apoio e logística.

Estão atuando no local, além da Secima, profissionais do Ibama, do ICMBio, da  Prefeitura de Alto Paraíso e o Corpo de Bombeiros de Goiás e do Distrito Federal. Será realizado hoje um sobrevoo na área para reconhecimento e novas definições de ação.

A tática, segundo informações do Corpo de Bombeiros passadas à secretaria, é reunir todos os esforços em locais prioritários, controlando a disseminação das chamas ponto a ponto. Além das quatro regiões turísticas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. há focos de incêndio ainda na área de proteção ambiental (APA) do Pouso Alto.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário