sábado, 28 de outubro de 2017

Avião que levava bombeiros à Chapada dos Veadeiros sai da pista ao pousar em Alto Paraíso de Goiás



Um avião do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal sofreu uma saída de pista ao pousar neste sábado (28) no aeroporto de Alto Paraíso de Goiás, no nordeste goiano.

O grupo seguia para uma visita à Chapada dos Veadeiros, que é atingida pelo maior incêndio da sua história.

O Corpo de Bombeiros de Goiás informou que cinco pessoas estavam na aeronave e não se machucaram. Porém, a TV Anhanguera apurou que dois ocupantes sofreram ferimentos leves, mas passam bem.

O acidente aconteceu por volta das 10h. O capitão do Corpo de Bombeiros Pedro Ferreira Neri do Corpo de Bombeiros de Goiás, que atendeu à ocorrência, explicou que há a suspeita que o vento forte colaborou para o problema.

“A aeronave não conseguiu pousar com sucesso e saiu da pista, continuou por cerca de 5 metros na mesma direção e parou antes de chegar à rodovia. Todos estão bem”, disse o capitão.

Por e-mail, a reportagem questionou ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e a Força Aérea Brasileira se alguma medida será tomada, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Vistoria

O grupo dos bombeiros do DF tinha saído de Brasília em direção a Alto Paraíso para se encontrar com os governadores de Goiás e do Distrito Federal, respectivamente, Marconi Perillo (PSBD) e Rodrigo Sobral Rollemberg (PSB). As autoridades sobrevoaram a região da Chapada dos Veadeiros afetada para acompanhar o combate às chamas.

Segundo o capitão Neri, estavam no avião o comandante-geral dos bombeiros do DF, coronel Hamilton Santos; tenente Vicente; tenente-coronel Glauber; o piloto, tenente-coronel Albuquerque; e o copiloto, major Pimentel.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário