quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Ação do MP desarticula garimpo clandestino de ouro em São Domingos/GO




O Ministério Público realizou a Operação Montezuma em São Domingos, no nordeste goiano, desarticulando, na noite desta terça-feira (12/12), uma organização criminosa voltada para a prática de crime ambiental e de usurpação de minério da União, neste caso, ouro.

O promotor de Justiça Douglas Chegury, que coordenou a operação, informa que foram presos cinco garimpeiros e apreendidos equipamentos utilizados nas práticas criminosas.

Douglas Chegury esclarece que o grupo extraía o material em uma jazida clandestina de São Domingos e o beneficiava em moinhos localizados no distrito vizinho de Roda Velha, situado na Bahia, município de São Desidério.

Para isso, cavavam túneis de mais de 10 metros de profundidade, de onde era retirado o material. O cascalho e as pedras com resíduos de ouro eram triturados em um moinho escondido em um galpão de Roda Velha. Após serem triturados, o ouro era separado com o uso de mercúrio.

O grupo extraía em média 1 quilo de ouro por semana. Atualmente, o preço do quilo do minério está cotado em R$ 130 mil e calcula-se que o grupo já tenha negociado cerca de R$ 1 milhão.

O promotor revela que a investigação, que conta com o apoio do Centro de Inteligência do MP-GO e Polícia Militar, durou um mês e ainda prosseguirá para apurar participação de empresários e identificar os receptadores do ouro retirado criminosamente.

A operação levou o nome de Montezuma em uma referência ao líder asteca do século 16, que foi explorado pelo espanhol Hernan Cortez, que dominou o império indígena em busca de ouro.





Fonte: MPGO

2 comentários:

  1. A natureza agradece as formas sem equilíbrios.

    ResponderExcluir
  2. Doutor Douglas, cidadão exemplar, tem meu respeito e admiração.

    ResponderExcluir