quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Governo de Goiás diz que investe em 62 obras de saneamento e cita adutora do Rio Mosquito, sistema de esgoto de Iaciara/GO e sistema de água de Barbosilândia, em Posse/GO



Em todas as regiões do estado, os investimentos do Programa Goiás na Frente promovem 62 obras de saneamento, ampliam a rede de esgoto e de abastecimento de água.

Em Goiânia, foi inaugurado o Sistema Produtor Mauro Borges, que será responsável por abastecer municípios da Região Metropolitana, como Aparecida de Goiânia. A obra é avaliada em R$ 51 milhões.

O Sistema Produtor Mauro Borges (SPMB) foi projetado para dobrar a capacidade de produção de água tratada para a capital e região metropolitana de Goiânia, o que garantirá o abastecimento até o ano de 2040.

Abadia de Goiás, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Goianira e Nerópolis são exemplos de municípios da Região Metropolitana onde serão realizadas intervenções e benefícios para a população.

“O governo do estado é pautado pela política da construção e promove transformações que visam melhorar as condições de vida da sociedade”, diz o vice-governador Zé Eliton, coordenador-geral do programa Goiás na Frente, ao destacar o Sistema Produtor Mauro Borges como “uma obra com tecnologia importantíssima, que é referência em engenharia para o Brasil”.

Anápolis será contemplada com ampliação do sistema produtor, incluindo nova captação, adutora de água bruta, estação elevatória e ampliação da estação de tratamento.

Ações suficientes para abastecer o terceiro maior munícipio de Goiás, com a realização das obras de uma nova captação de água no Rio Capivari.

O prefeito Roberto Naves, na época do lançamento da obra, elogiou a postura do vice-governador Zé Eliton que se “empenhou pessoalmente” para tornar o empreendimento realidade. Eliton classificou como “expressiva” a obra de captação de água no Rio Capivari, em Anápolis. “Este é um empreendimento fundamental”, ressaltou.

Na Região do Entorno Sul do Distrito Federal está em execução a ampliação do sistema de água Corumbá. Orçado em R$ 108 milhões, o complexo irá abastecer Luziânia, Cidade Ocidental, Novo Gama e Valparaíso de Goiás.

Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Cristalina, Formosa, Padre Bernardo, Planaltina de Goiás e Santo Antônio do Descoberto são outros municípios que terão ações de saneamento no Entorno.

Acompanhado do presidente da Saneago, Jalles Fontoura, Zé Eliton entregou no dia 16 de novembro a ampliação do reservatório à população de Itapaci. O empreendimento vai garantir o fornecimento de água tratada para toda a cidade nos próximos 20 anos.

A Região Norte também contará com intervenções importantes. Campinaçu, Estrela do Norte, Mara Rosa, Minaçu, Niquelândia, Porangatu e Uruaçu terão ampliação ou conclusão de obras de esgoto e da rede de água.

No Nordeste, Campos Belos terá a continuidade das obras de implantação do sistema produtor do Rio Mosquito. Iaciara implantará o sistema de esgoto. Posse será contemplada com o sistema de água em Barbosilândia.

Para as regiões Sul e Sudoeste estão previstos investimentos em Cachoeira Dourada, Goiatuba, Morrinhos e Rio Verde.

Goianésia terá a ampliação do sistema de água. Em Cezarina, será concluída a implantação do esgoto.

Os municípios de Ipameri, Iporá, Itapaci, Itapirapuã, Jaraguá e Jussara também serão beneficiados pelas ações do Goiás na Frente.

Fonte: Governo de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário