terça-feira, 9 de janeiro de 2018

GO-118: Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta há 2 anos para cancelar infração



O vendedor Djalma Maciel Martins tem uma moto e afirma que foi multado, há quase dois anos, por não usar o cinto de segurança. Apesar de ser morador de Jaraguá, na região central do estado, o motociclista conta que a infração foi registrada em Alto Paraíso de Goiás, onde ele diz nunca ter ido.

Djalma alega que esta é a segunda vez que ele é multado indevidamente.

A suposta infração foi registrada no dia 14 de fevereiro de 2016, na GO-118. O último recurso protocolado por ele foi aberto no dia 20 de junho do ano passado, por meio de uma Correspondência Registrada (AR) na Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop), responsável pela fiscalização nas rodovias estaduais.

Apesar de, na consulta eletrônica, o caso constar como recebido e não avaliado, a Agetop informou que a infração foi cancelada. No entanto, Djalma afirma que não tem nenhum documento confirmando este cancelamento.

Reincidência

Djalma foi multado em 2015 por estacionar em local proibido, desta vez em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Ele garante que também nunca que esteve na cidade, que fica a 240 km de Jaraguá, onde mora. Segundo ele, além disto, ele estava trabalhando no momento em que a infração foi registrada.

Na época, mesmo alegando que a infração não havia sido praticada por ele, ele pagou a multa, e registrou um boletim de ocorrência, com medo da placa da moto dele ter sido clonada.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário