quinta-feira, 15 de março de 2018

Vídeo: tamanduá fêmea é atropelada na BR-020 e filhote não larga a mãe



A morte de uma tamanduá fêmea comoveu um motorista que voltava de viagem do Rio Grande do Norte na manhã desta quarta-feira. O filhote não soltava a mãe depois dela ter sido atropelada na BR-020, a 100 km de Alvorada do Norte, em Goiás, sentido Brasília.

Sem pensar duas vezes, o comerciante José Aroldo Lopes, 47, resgatou mãe e filho e quando chegou no DF acionou a Polícia Militar Ambiental. “É Deus que me coloca no caminho deles [animais]. Eu chego na hora certa e tudo se encaixa”, conta José que tem um carinho especial pelos bichos.

O morador da Estrutural parou o carro quando percebeu que tinha dois tamanduás no acostamento. Só que um estava morto e outro vivo.

“Quando eu vi que tinha um filhote montado, abraçado na mãe, eu tentei puxar e ele não soltava. Então, eu peguei um pano, enrolei os dois e trouxe de carro para Brasília”, conta. Até mesmo dentro do carro, o animal não soltava a mãe. Quando chegou à Brasília, José Aroldo ligou para a Polícia Militar Ambiental resgatar o animal.

Os dois tamanduás foram levados pelos policiais militares para o Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres. Até na hora do resgate, o filhote estava grudado na mãe. O animal passará por exames para saber se sofreu algum ferimento por conta do atropelamento.

Seu José é apaixonado por bichos e defensor das causas animais. Já resgatou 23 cachorros em situação de abandono. Quando viu a cena do filhote grudado na mãe, não pensou em outra coisa: resgatar os dois juntos!

Veja abaixo o vídeo:



Fonte: Jornal de Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário