terça-feira, 29 de maio de 2018

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fecha para visitação devido ao protesto dos caminhoneiros



Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, localizado no norte de Goiás, anunciou que vai fechar as portas para visitação a partir de quarta-feira (30) devido ao protesto dos caminhoneiros. Segundo o chefe do parque, Fernando Tatagiba, os postos das cidades que norteiam a reserva estão sem combustível, o que impede não só a circulação de turistas, mas também os servidores de irem trabalhar.

No total, o parque possui cerca de 30 servidores. Destes, os analistas ambientais fazem o que é possível de casa. No parque, serão mantidos apenas a equipe de oito brigadistas para atuar em casos de emergência, como incêndios e invasões.

"Infelizmente tivemos que tomar essa atitude porque os postos nos arredores estão sem combustível. Pelo que levantamos, todos estão zerados. Os funcionários não podem vir e não temos condições, desta forma, de manter a operação para visitação", disse Tatagiba.

O parque compreende cinco cidades: Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João D'Aliança.

Por conta da falta de combustível, o chefe do parque disse que o turismo foi fortemente afetado. "Estamos em contato permanente com guias turísticos e donos de pousadas. O que foi nos passados é que nos últimos dias houve um grade número de cancelamentos de reservas", afirma.

Tatagiba explica que somente o parque está fechado para a visitação. Outros pontos turísticos da região, como o Vale da Lua e algumas cachoeiras estão abertas.

O parque recebe cerca de 5 mil pessoas por mês. Esse número aumenta nos feriados e em julho, chega a 12 mil. Por isso, o intuito é reabrir o local o quanto antes.

"Queremos reabrir a visitação o mais rápido possível, mas dependemos da paralisação. Tão logo o fornecimento de combustível se normalize, isso será feito", pontua.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário