sábado, 16 de junho de 2018

'Sobreviveu pela segunda vez', conta mãe de menino que ficou pendurado em árvore após acidente na TO-110, entre Novo Alegre e Combinado/TO




O pequeno Davi, de apenas dois anos de idade, ficou conhecido no sul do Tocantins nesta sexta-feira, após sobreviver a um impressionante acidente de carro.

Ele foi parar em cima de uma árvore após ser arremessado do veículo que capotou na TO-110, entre Novo Alegre e Combinado e teve apenas alguns arranhões. A mãe dele, Lílian Aparecida Neves, conta que não é a primeira vez que o filho escapa por pouco de uma situação de grande risco.

"Quando eu fiquei grávida, minha gravidez era de gêmeos. Quando tava com seis meses [de gestação] a menina morreu. Ele ficou lá e aguentou até o fim, as 36 semanas, com a irmã do lado. Nasceu perfeito. Meu Davi sobreviveu pela segunda vez", conta emocionada.

A mãe ainda está internada em observação no Hospital Regional de Arraias. "Ele está brincando e correndo pelos corredores aqui", diz ela.

A família mora em Ponte Alta do Tocantins, onde Lílian trabalha como secretária. Ela está de férias e iria visitar parentes em Brasília.

"Eu não lembro de nada do acidente, mas quando acordei ouvi ele gritando e me chamando. Eu tentei levantar, mas estava com o joelho machucado. Aí tentei me arrastar até ele, mas não conseguia ver onde ele estava". relembra a mãe. "Só sosseguei quando eu vi ele no colo do homem que socorreu. Com certeza foi um milagre", diz.

Davi estava em uma cadeirinha especial para crianças, mas sem o cinto de segurança. Ele foi retirado da árvore pelo motorista da ambulância do município de Novo Alegre, que passava pelo local.

"Agora eu não posso pedir a Deus mais nada, minha cota está cheia", diz Lílian.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário