segunda-feira, 9 de julho de 2018

Pesquisa Diagnóstico/DM: Ronaldo Caiado venceria no primeiro turno



Em Goiás, os dois pré-candidatos da oposição liberal ao tucanato de José Eliton/Marconi Perillo, lideram as intenções de voto da população. Ronaldo Caiado (DEM) continua isolado, com 39,7%, contra 9,5% do emedebista Daniel Vilela e 9% do atual gestor. É o que aponta a pesquisa estimulada Diagnóstico/Diário da Manhã, que entrevistou 1.111 eleitores em um número não revelado de cidades goianas, entre os dias 30/6 e 4/7. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O resultado foi divulgado nesta segunda (9/7).

Nesse contexto, Caiado não encontraria dificuldades para encerrar o pleito ainda no primeiro turno, já que teria a maioria absoluta dos votos, excluídos os nulos e brancos, que somam 20,6%. Na sondagem, o democrata obteve 441 da intenções de voto, ao passo em que Vilela, Eliton, Weslei, Kátia e Edson somaram 287. Indecisos representam a situação de 13,9% dos entrevistados. Enquanto isso, na oposição de centro/esquerda, o pré-candidato mais bem colocado é Weslei Garcia (Psol), com 3,1%, contra os 2,2% de Kátia Maria (PT) e 2,1% de Edson Braz (Rede).

O desempenho dos partícipes do pleito já tinha sido registrado pela mesma pesquisa há cerca de um mês, entre os dias 5 e 9 de junho. Na ocasião, a posição dos três principais governáveis era a mesma, embora Caiado estivesse com 41,3% (queda de 1,6 ponto percentual) à frente de Vilela, com 8,7%, e dos 8,3% de Eliton. Os últimos dois, registraram alta respectiva de 0,8% e 0,7%, indicando que dividiram os espólios perdidos pelo líder.

Na segunda metade da tabela de intenções de voto, porém, Kátia Maria, à época com 4,8%, perdeu a liderança para Weslei, que registrava 1,4%. Naquela situação, Sara Mendes ainda era o nome ventilado pela Rede e registrava 1,3%. As perdas de Kátia (2,6%) também foram divididas entre Weslei (+1,7%) e Braz (+0,9%).

O número de nulos/brancos se manteve, o que pode ser interpretado como uma constante insatisfação de eleitores com a política, embora, para os candidatos, também represente um campo cujas ideias podem ser conquistadas até outubro.

Mudança

Na pesquisa espontânea o quadro muda drasticamente. No entanto, Caiado continua isolado na liderança com 18,4%, em desfavor dos 4,6% registrados por Eliton e outros 2,5% de Daniel, que desce para a terceira colocação. Enquanto isso, 58,6% dos entrevistados permanece indeciso ou preferiu não informar a decisão. Nulos/brancos receberam 13,3%.

Nessa perspectiva, eleitores resgataram políticos que estão fora da disputa. Marconi Perillo (PSDB) aparece com 1,8% das intenções e Íris Rezende (MDB), com 0,9%. Maguito vilela (MDB; 0,6%), Weslei (0,4%), Antônio Gomide e Kátia (ambos do PT, 0,3%) e Vanderlan Cardoso (PP, 0,2%) também foram citados.

Metodologia

A pesquisa for registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO), com o protocolo GO 03541/2018, no dia 30 de junho deste ano. 1.111 entrevistas foram realizadas em residências e em fluxo. A empresa contratante foi a UNIGRAF-Unidas Gráficas e Editora Ltda/Diário da Manhã. O nível de confiança é de 95%, com margem de erro de 3% para mais ou para menos. Diagnóstico Pesquisas de Comportamento foi a empresa responsável pela sondagem.

Com informações do Jornal Diário da Manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário