sexta-feira, 10 de agosto de 2018

MP e Polícia Civil apreendem material de suposto estelionato contra quilombolas em Niquelândia/GO



A promotora de Justiça Nádia Maria Saab e policiais civis apreenderam, na terça-feira (7/8), documentos e dinheiro em espécie, supostamente relacionados à prática de crime de estelionato cometidos contra quilombolas, na rodoviária de Niquelândia, no norte de Goiás.

A promotora esclarece que a ação se deu após o recebimento de uma denúncia de que o presidente da Associação dos Quilombolas de Niquelândia estaria condicionando o cadastro para o benefício social denominado cheque-reforma ao pagamento de R$ 100,00, por pessoa, sob o argumento de que o valor seria uma doação para manutenção da entidade.

Chegando no local, a promotora constatou indícios de veracidade da fraude, pois encontrou dezenas de fichas, nas quais estavam grampeados recibos pagos pelos cidadãos no valor de R$ 100,00, além de diversos talonários com recibos destacados e os canhotos preenchidos.

Neste momento, ela acionou a Polícia Civil, que, representada pelo delegado Cássio Arantes do Nascimento e sua equipe, apreendeu diversos documentos e R$ 5.600,00.

Diante dos fatos, o delegado instaurou inquérito policial para apurar as circunstâncias da suposta prática da infração penal.

Fonte: MPGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário