quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Os candidatos mais ricos de Goiás. Candidato do Nordeste Goiano declarou possuir bens avaliados em R$ 17 milhões



O Tribunal Superior Eleitoral mostra os candidatos melhor aqui­nhoados e que disputam as eleições deste ano em Goiás. O total dos 16 mais ricos somam R$ 358 milhões em posses. Os valores, no entanto, podem variar porque os candidatos não são obrigados a declarar as quantias atualizadas de seus patrimônios.

De acordo com o TSE, o maior patrimônio declarado é do candidato a deputado estadual pela Rede, Gerly Borges Donato, o Cabo Donato, de R$ 50 milhões. De São Luis de Montes Belos, o policial militar declarou ter apenas um galpão e uma casa, valendo R$ 25 milhões cada.

O segundo colocado é Domingos Sávio (DEM), primeiro suplente na chapa de senador de Wilder Morais (DEM). Sávio declarou bens avaliados em R$ 32,7 milhões. Wilder, por sua vez, é o quinto do ranking, com um patrimônio de R$ 28,1 milhão.

Hermes Traldi (PMN), candidato a deputado federal e que já foi prefeito de Goiatuba, aparece em seguida, com R$ 30,6 milhões. A deputada federal Magda Mofatto (PR), candidata à reeleição, tem bens no valor de R$ 28,2 milhões.

O empresário Vanderlan Cardoso (PP), candidato ao Senado, aparece com patrimônio na ordem de R$ 26,6 milhões.

José Essado (Podemos), ex-deputado estadual e que tenta voltar ao Legislativo, diz ter R$ 22,7 milhões em bens.

Francisco Furtado, o Chicão (Rede), aparece com R$ 22,4 milhões.

Ernani de Paula (PP), ex-prefeito de Anápolis, declarou bens na ordem de R$ 20,7 milhões.

Benjamin Beze Júnior, o empresário e ex-vereador em Anápolis, candidato a primeiro suplente na chapa de Jorge Kajuru (PRP), tem R$ 19,1 milhões em bens.

O médico João Adriano (PSol), de Posse declarou possuir bens avaliados em R$ 17 milhões.

O presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), primeiro suplente na chapa da senadora Lúcia Vânia (PSB) aparece dom R$ 14,5 milhões em patrimônio.

A lista dos 16 candidatos mais ricos em Goiás é fechada por Armando Vergílio (SD), candidato a deputado estadual, com R$ 12,5 mi­lhões; Genivaldo Marques (PRB), com R$ 11,7 milhões; Iris Araújo (MDB), candidata a deputada federal, com R$ 11,1 milhões: e Eli Rosa (Podemos), ex-vereador de Anápolis e candidato a deputado estadual, com R$ 10,5 milhões.

Fonte: DM

Nenhum comentário:

Postar um comentário