domingo, 16 de setembro de 2018

Parque da Chapada dos Veadeiros lança primeira trilha após incêndio




Após 11 meses do maior incêndio da história da reserva ambiental, o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros abre à visitação, neste domingo (16/9), a sua mais nova trilha: o Carrossel, com 1,5km de trajeto que se encontra entre a trilha dos Saltos e Corredeiras. É uma das propostas da diretoria do parque para alcançar novos públicos, com a inauguração das primeiras vias de escalada no local.

Entre as principais características do Carrossel está a diversidade de atrativos para uma trilha curta. É possível ir ao mirante, via de escalada, cânion e cachoeira no decorrer do percurso. O diretor do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, Fernando Tatagiba, ainda conta que o espaço tem "grande relevância ecológica, porque há rochas com idade de formação de mais de um bilhão de anos, quando o espaço ainda estava mergulhado no mar".

O desenvolvimento da nova trilha começou há três anos, apesar de sua construção constar no Plano de Manejo do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros de 2009. O que viabilizou a concepção do Carrossel foram os recursos vindos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o auxílio de parceiros locais.

Atualmente, o parque conta com quatro trilhas: a Siriema, o Salto Carrossel Corredeira, a Travessia das Sete Quedas e o Cânion e Cariocas. Os percursos ficam distribuídos entre os 240 mil hectares do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, espaço que foi ampliado no ano passado por um decreto do presidente Michel Temer.

Principal destino turístico dos brasilienses, a Chapada dos Veadeiros conta com as cachoeiras de Santa Bárbara, de Cavalcante, o Vale da Lua e, dentro do Parque Nacional, conta com a trilha noturna da Travessia das Sete Quedas, os saltos 80 e 120 e, para as pessoas com dificuldade de locomoção, a trilha da Siriema, de 800 metros de extensão, que leva ao Córrego Rodoviarinha.

Por causa da seca deste ano, uma dezena de incêndios foram identificados e combatidos pelos voluntários e funcionários do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros. Nenhum teve grandes proporções.

Enquanto a chuva não vem, a Associação Cerrado de Pé coleta sementes de árvores típicas do cerrado, como Cedro e Jequitibá, para a restauração da vegetação da reserva. A proposta é lançar as sementes na terra assim que as primeiras gotas d'água caírem.

Integração

A diretoria do parque iniciou a criação de um novo Plano de Manejo do espaço que visa a possibilidade de uma maior integração do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros com os municípios vizinhos. "Nossa visão de futuro é incluir novos pequenos cursos que integram municípios. Queremos tornar possível a saída do parque rumo a novas trilhas que ligam São José (GO) a Cavalcante (GO), por exemplo", conta Fernando Tatagiba.

A mudança na dinâmica do trabalho no parque seria possibilitada pela Instrução Normativa nº7, de 2017, da ICMBio, que busca dar mais espaço aos parceiros locais nos Planos de Manejo de unidades de conservação da natureza federais. "Desde a ampliação do parque, a intenção de fortalecer a relação com as entidades parceiras foi crescendo. Isso porque elas se mostraram essenciais no combate ao incêndio do ano passado e na vigilância do espaço contra as novas queimadas", ressalta Tatagiba.

Fonte: CorreioWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário