sábado, 13 de outubro de 2018

Diferente: Em Cavalcante/GO, deu Haddad, Daniel Vilela e Lúcia Vânia



Cidade no Nordeste goiano com aproximadamente 9,6 mil habitantes e 6,1 mil eleitores, Cavalcante teve um resultado bem diferente do que se viu em Goiás como um todo. O candidato à presidência Fernando Haddad (PT) seria eleito ainda no primeiro turno com 75,08% dos votos.

Famoso pela comunidade calunga e pelas belezas da Chapada dos Veadeiros, o município viu o favorito na corrida pela Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), ficar com apenas 12,91% dos votos. Em Goiás, Bolsonaro ficou com 57,24% dos votos.

Na disputa pelo governo de Goiás, Daniel Vilela (MDB) estaria no segundo turno com o governador José Eliton (PSDB), que disputava a reeleição. O emedebista conquistou 27,41% dos votos válidos e o tucano ficou com 27,24%.

O democrata Ronaldo Caiado, que acabou sendo eleito no Estado no primeiro turno, ficou com 25,16% dos votos em Cavalcante.

Foi uma das cidades onde ele teve a menor votação porcentualmente. No Estado, Caiado ficou com 59,73% dos votos e Daniel, 16,14%.

Senado

Também no Senado o resultado foi diferente de quase todos os outros municípios do Estado. A candidata derrotada Lúcia Vânia (PSB), que tentava a reeleição, ficou em primeiro lugar, com 30,75% dos votos, e Vanderlan Cardoso (PP) em segundo, com 21,13%. No quadro estadual, Lúcia ficou apenas em quarto lugar, com 9,42% dos votos.

Em Cavalcante, os quatro candidatos a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado mais bem colocados não tiveram votos suficientes no Estado para serem eleitos.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário