segunda-feira, 18 de março de 2019

Campanha arrecada recursos para PM participar de curso da SWAT nos Estados Unidos. Ele criou um projeto de combate à exploração sexual infantil e uso de drogas em Cavalcante/GO



Um soldado da Polícia Militar (PM), há cinco anos na corporação, foi convidado para participar de um curso do grupo de elite da polícia americana, a Special Weapons And Tactics (SWAT), Armas e Táticas Especiais, nos Estados Unidos. Júlio César Ferreira Júnior está atualmente lotado no Comando de Operações de Divisas (COD) e teve atuação destacada por iniciativas como um projeto social.

Colegas dele montaram uma campanha para arrecadar recursos para a viagem.

Ferreira criou o Projeto Kalunga que tem como objetivo combater a exploração sexual infantil e uso de drogas no município de Cavalcante, região Nordeste do Estado. Por este trabalho, juntamente com outros dois policiais, o PM foi homenageado em São Paulo com a medalha de mérito da Organização Nações Unidas (ONU) em fevereiro deste ano e agora recebeu o convite da SWAT.

Para viabilizar a estadia do soldado no país norte-americano, colegas de corporação encabeçaram uma campanha para bancar os custos com hospedagem durante o curso. Os policiais, em parceria com o Instituto Rodolfo Souza e o Comando de Operações de Divisas e com apoio da Associação de Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (Assego), realizam o “Aulão e Corridão com os Caçadores”. O evento ocorrerá no dia 13 de abril, das 13 às 20 horas.

Trata-se de um evento que vai oferecer uma tarde de aulas de Direito Administrativo, Processo Penal, Lei de Drogas, Estatuto do Desarmamento, Lei dos Crimes Hediondos e Lei de Tortura e ainda uma corrida com a tropa de policiais do COD pelas ruas da capital. Para participar do evento o aluno precisa fazer inscrição no site pelo valor de 50 reais.

A organização do evento garante que todos os valores arrecadados serão utilizados para ajudar o soldado Júlio a realizar o sonho de participar do curso do grupo de elite americano, que tem por objetivo capacitar e formar instrutores de ações táticas, adentramento em ambientes hostis e de baixa luminosidade, além do resgate de reféns em ambientes fechados ou confinados.

A expectativa da campanha é arrecadar R$ 15 mil. O curso da SWAT acontecerá de 22 de abril a 10 de maio em Houston, no Texas.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário