segunda-feira, 25 de março de 2019

Prefeitura de Flores de Goiás abre processo seletivo



A Prefeitura de Flores de Goiás, no Estado de Goiás, publicou o edital nº 001/2019 referente ao seu processo seletivo simplificado que tem por objetivo o preenchimento de 5 vagas imediatas e mais 15 vagas para formação de cadastro reserva, totalizando 20 vagas em disputa.

Vagas

Oficineiro de Capoeira: R$ 998,00 para 40 horas semanais;

Oficineiro de Arte, Música e Contador de História: R$ 998,00 para 40 horas semanais;

Entrevistador do Cadastro Único e Bolsa Família: R$ 998,00 para 40 horas semanais;

Assistente Social: R$ 2.800,00 para 30 horas semanais;

Psicólogo: R$ 2.800,00 para 40 horas semanais;

Supervisor do Programa Primeira Infância no SUAS: R$ 1.800,00 para 40 horas semanais;

Visitador do Programa Primeira Infância no SUAS: R$ 1.050,00 para 40 horas semanais.

As vagas de Supervisor, Psicólogo e Assistente Social são de nível superior. As demais vagas são de nível médio.

Os profissionais acima irão atuar, durante o ano de 2019, na área de Assistência Social nos seguintes locais/programas:

Centro de Referência de Assistência Social (CRAS);
Centro de Referência de Assistência Social Volante (CRAS-Volante);
Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vinculo (SCFV);
Programa Primeira Infância no SUAS;
Bolsa Família-IGD.

Inscrições

As inscrições serão realizadas de forma gratuita, entre os dias 28 de março e 09 de abril de 2019, na Secretaria Municipal de Assistência Social, que fica localizada na Praça da Matriz, nº 44, no centro de Flores de Goiás.

Ao se inscrever, o candidato deverá entregar a ficha de inscrição preenchida, disponível no anexo IV do edital, juntamente com os originais e cópias da seguinte documentação:

Curriculum vitae, com os documentos que comprovem as informações de formação e experiência profissional;
Documento de identidade oficial com foto;
CPF;
Comprovante de residência atualizado;
Carteira de Trabalho.

Provas

Este processo seletivo será composto por análise curricular valendo até 20 pontos e por entrevista técnica, também valendo 20 pontos.

Na análise curricular poderão ser avaliados os cursos de pós-graduação ou graduação, de acordo com o nível de escolaridade do cargo, cursos de atualização e aperfeiçoamento na área de assistência social ou na área do cargo e a experiência profissional.

Serão aprovados na análise curricular e convocados para a entrevista apenas os candidatos que obtiverem a nota mínima de 14 pontos.

Serão aprovados na entrevista os candidatos que obtiverem a nota mínima de 12 pontos.
Validade

Este processo seletivo será válido por um ano, a contar da sua homologação, podendo ser prorrogado por mais um ano, conforme necessidade da administração pública.

Fonte: Concursos no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário