quinta-feira, 4 de abril de 2019

Com custo estimado em mais de R$ 100 milhões, governo já torrou R$ 56 milhões em obras da GO-447, entre Divinópolis de Goiás e a GO-118



A pavimentação da rodovia GO-447, entre a cidade de Divinópolis de Goiás e a GO-118, no município de Monte Alegre de Goiás, próximo a Campos Belos é a obra rodoviária mais esperada da história da região.

As obras da rodovia iniciaram em julho de 2014, com custo inicial de R$ 69.666.658,85.

A Goinfra, antiga Agetop, divulgou em seu site que o governo de Marconi Perillo e José Eliton gastou R$ 56 milhões em apenas 30% da obra, que tem custo estimado atualmente em mais de R$ 100 milhões, depois de três aditivos feitos pelo governo.

Não há previsão de quando as obras serão retomadas, enquanto isso, o asfalto de péssima qualidade começa a mostrar sinais de desgastes e a parte não pavimentada da rodovia com as fortes chuvas que vem caindo na região nos últimos dias está deixando a rodovia quase intransitável.

Motoristas estão com dificuldades para transitar pela rodovia, muitos ficam atolados na lama, ocasionando transtorno e muita irritação.

Já são quase 5 anos desde que as primeiras maquinas iniciaram a construção da rodovia, hoje, a rodovia apresenta falhas com desníveis e falta de sinalização por toda sua extensão.

A obra, se um dia chegar a ser concluída, beneficiará toda a população de municípios como Divinópolis, Monte Alegre de Goiás, Campos Belos, São Domingos e demais cidades da região, integrando duas vastas regiões do Nordeste goiano, ligando a GO-118 a BR-020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário