quinta-feira, 2 de maio de 2019

Projeto do Deputado Iso Moreira institui Dia do Quilombola em Goiás



Aprovado no último dia 17, em segunda e última votação, segue agora para sanção do governador Ronaldo Caiado o projeto de lei do deputado Iso Moreira (DEM) que institui o Dia do Quilombola em Goiás, a ser comemorado em 20 de novembro.

O Estado possui 33 comunidades quilombolas, sete delas em processo de certificação pela Fundação Palmares.

Entre as comunidades, destaca-se a dos Calungas, localizada ao norte da Chapada dos Veadeiros. É considerada como sendo o maior quilombo em extensão territorial do Brasil, com 253 mil hectares e cerca de quatro mil habitantes.

Em 1991, a área foi reconhecida pelo Governo de Goiás como sítio histórico e patrimonial da cultura calunga.

Segundo Iso Moreira, o projeto de lei objetiva preservar uma cultura genuína, ligada a uma das raças mais importantes na formação étnica-cultural do Brasil, particularmente de Goiás, desde os seus primórdios:

“Um dos traços de uma sociedade em processo de evolução é o respeito por sua história e o entendimento de que o passado deve ser preservado para o conhecimento das futuras gerações”, ressaltou o parlamentar.

Calunga ou Kalunga é o nome atribuído aos descendentes de escravos, fugidos e libertos das minas de ouro do Brasil central, que formaram comunidades autosuficientes e viveram mais de duzentos anos isolados em regiões remotas, próximas à Chapada dos Veadeiros. São três comunidades, nos municípios de Cavalcante, Teresina de Goiás e Monte Alegre de Goiás.

A mais populosa comunidade está situada no município de Cavalcante, com pouco mais de duas mil pessoas, distribuídas nas localidades do Engenho II, Prata, Vão do Moleque e Vão das Almas, sendo esta última a mais recente a se integrar no seio do município (cerca de trinta anos).

Fonte: O Vetor

Nenhum comentário:

Postar um comentário