terça-feira, 16 de julho de 2019

Governador visita obras do Centro de Reabilitação do Hospital de Alvorada do Norte/GO



No último domingo, dia 14, em Alvorada do Norte, durante Cavalgada do Corrente, o governador Ronaldo Caiado conheceu as obras em andamento do Centro de Reabilitação, construído em um prédio anexo. Espaço muito importante, já que o hospital atende acidentados na BR-020, que corta a cidade e também Simolândia.

Hoje, o Hospital de Alvorada conta com 32 leitos e recebe cerca de 100 pessoas por dia, entre pacientes de Simolândia, Iaciara, Mambaí, Damianópolis e outros municípios vizinhos. Em encontro com a prefeita da cidade, Iolanda Holicene (PSDB), Caiado disse que irá intermediar em Brasília para a melhoria da unidade.

“O nordeste goiano está completamente desprotegido na área da saúde, mas tenho voltado as atenções para essa região. Queremos atuar em sintonia com a prefeita para que possamos fazer cirurgias também de média complexidade. Temos um médico aqui que é obrigado a se multiplicar. Ou seja, às vezes, em caso de urgência, tem que fazer a própria anestesia e operar o paciente”, relatou o governador.

A visita à unidade também foi acompanhada dos deputados estaduais. “Nós vamos solicitar apoio junto ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e aos parlamentares estaduais e federais solicitar a destinação de emendas para a recuperação do hospital e também com o objetivo de custeio”, ressaltou Caiado. Ele lembrou que o Estado está montando uma policlínica em Posse e que é importante ter um hospital de retaguarda para que os paciente da região tenham um atendimento digno até serem encaminhados, se necessário, a Formosa ou outro município. “Esse é o objetivo real de apoio ao nordeste, fazer com que as pessoas vivam com dignidade e possam exercer a cidadania”, completou Caiado.

A prefeita Iolanda Holicene agradeceu a receptividade do governador. “Como sempre, quer muito nos ajudar”, afirmou. Ela explicou que a unidade precisa de custeio para se manter, já que recebe R$ 40 mil por mês. “Infelizmente, esse dinheiro não está dando, estamos sempre trabalhando no vermelho porque atendemos todos os municípios vizinhos e todos os acidentes que acontecem na rodovia vão parar no nosso hospital. Então, enfrentamos muitas dificuldades. Sabemos que o governador é médico tem essa sensibilidade e quer muito nos ajudar”, sublinhou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário