segunda-feira, 22 de julho de 2019

Tirolesa a 55 km/h é atração radical na Chapada dos Veadeiros



O Voo do Gavião é realizado na Fazenda São Bento, a 8 km de Alto Paraíso, a capital da Chapada dos Veadeiros.

Sob dois cabos de aço paralelos, entre morros da Serra Almécegas e do Mirante da Fazenda São Bento, a experiência é um sobrevoo de quase um minuto e meio, sobre florestas do cerrado e com vista para atrativos naturais da região, como o Morro da Baleia e a Serra da Boa Vista.

“É um voo mais panorâmico e contemplativo porque a tirolesa não tem muita inclinação”, explica Amana Suriara Lima, coordenador dessa atividade que tem sua estabilidade garantida por conta dos dois cabos de aço da estrutura.

Conhecida pela variedade de atividades de aventura, com opções que vão de cachoeiras de fácil acesso a longas travessias, a Chapada dos Veadeiros é favorecida por sua geografia irregular.

Segundo o diretor da agência responsável pela atividade, Ion David Zarantonelli, as grandes altitudes e desníveis abruptos da região favorecem a chegada a picos e mirantes sem muito esforço.

A experiência é como ter a sensação de um voo de parapente, de onde é possível ter vista aérea de 360º da Chapada dos Veadeiros, e seu nome foi inspirado nos gaviões carcarás que passavam pelo local, enquanto a equipe montava os equipamentos, em 2010.

Voo do Gavião

A atividade tem uma duração total de cerca de uma hora e acontece apenas nos finais de semana, das 9h às 16h (de 2ª a 6ª apenas para grupos com agendamento prévio). Crianças de até 12 anos podem fazer voo duplo. O passeio custa R$ 100 (sentado) ou R$ 150 (deitado). Informações: www.travessia.tur.br



Fonte: Catraca Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário