sexta-feira, 24 de abril de 2015

Divinópolis de Goiás: Governo do prefeito Filoneto passa por momento de incertezas



Nada mais antigo do que a busca de grupos encastelados no poder para manter tudo como está, por mais que a situação seja de certa forma provisória, fruto de promessas que os mantêm para a infelicidade e fragilização do povo.

O prefeito Filoneto vive hoje um momento de muita incerteza na prefeitura municipal. O Gestor contava com as obras prometidas pelo governo do estado, para engrenar de vez o seu quarto mandato.

A gestão de Filoneto começou fechando lacunas de outra administração passada. Algum tempo depois o prefeito deu a sua cara ao município, com ruas e praças limpas.

Iniciou algumas obras com o apoio e financiamento do governo. Porém, hoje a maioria delas está paralisadas, é o caso do Ginásio de esportes, que teve seu piso arrancado por operários de uma empresa terceira, desde então a reforma parou.

A rodoviária da cidade também iniciou uma reforma no ano passado, e as obras da reforma se encontram paralisadas. Hoje o embarque e desembarque de passageiros é feito na feira municipal, local que não tem infraestrutura adequada. Os ônibus ficam no meio da rua, e em dias de chuva os passageiros tem que se virar para entrar nos ônibus.

O Vapt Vupt é a reforma mais adiantada do município, falta pouca coisa para conclusão, porém a reforma está paralisada.

Uma única empresa é a responsável pelas obras do Ginásio de esportes, da rodoviária e do Vapt Vupt. A licitação é feita pelo governo.

A mais famosa obra do município é a construção da nova GO-447, que atualmente se encontra quase toda paralisada, somente alguns funcionários preservam as obras de arte. Essa obra seria o ápice para o prefeito Filoneto conquistar a reeleição em 2016.

A construção do parque Fervedouro até agora não saiu do papel. Parece ser mais uma promessa eleitoreira do governo Perillo.

Isso pode ser apenas a ponta do iceberg, existem várias outras obras pelo município que estão paralisadas e sem data para serem reiniciadas.

O passo adiante, urgente, que o prefeito tem que dar é assumir o risco, cobrar dos grandes, evitar resistências e deixar de dar apoio a quem não saldar com seus compromissos.

Não é desejável e nem parece ornar com uso da lábia política, mas pode ser o caminho.

A argumentação do governo do estado, a mesquinhez de seus objetivos e a desonestidade intelectual que caracteriza é a mesma da época dos governos de Marivan e Moaci.

Filoneto está sendo desafiado, e o que ele mais gosta é de desafios. Se ele conseguir entregar todas as obras iniciadas e paralisadas, sua influência e importância serão mantidas em Divinópolis de Goiás. Inclusive nas próximas eleições municipais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário