terça-feira, 6 de novembro de 2018

Imobiliária que vendia o mesmo lote para proprietários diferentes é investigada, em Bela Vista de Goiás. Golpes podem ter sidos aplicados também em Posse/GO



Três pessoas foram presas, na manhã desta terça-feira (6), durante a segunda etapa da Operação Solo Sagrado, deflagrada em Bela Vista de Goiás. Os suspeitos são investigados pela prática de estelionato e associação criminosa.

Foi cumprido ainda um mandado de busca e apreensão na A Pontual Imóveis, localizada no Centro de Goiânia. Segundo o delegado Alexandre Pinto Lourenço, responsável pelo caso, foram presos temporariamente o atual proprietário da imobiliária, Douglas Bucalem, o irmão e ex-sócio, Daniel Bucalem, e um prestador de serviços que não teve o nome divulgado. Ambos foram conduzidos para a Unidade Prisional de Bela Vista de Goiás.

Os três indivíduos são acusados de envolvimento em um esquema de venda irregular de lotes no Parque Las Vegas, considerado um dos maiores loteamentos da América Latina. “O que deflagrou a operação foi a venda de cinco lotes que já haviam sido vendidos anteriormente. Havia inclusive toda a documentação de que eles tinham sido quitados pelo primeiro comprador. Nós fomos investigando e localizamos outros tantos imóveis com o mesmo problema”, explicou.

De acordo com o delegado, as vítimas denunciaram os golpes há aproximadamente cinco meses e desde então a Polícia Civil está investigando o caso.

Alexandre disse ainda que os golpes são aplicados há pelo menos 15 anos e podem ter sido aplicados em outros municípios onde a imobiliária administra loteamentos. São eles: Goiânia, Aragoiânia, Aparecida de Goiânia, Hidrolândia, Posse e cidades no entorno do Distrito Federal.

A reportagem tentou contato com a imobiliária, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta matéria.

Fonte: Mais Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário