segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Depoimento de João de Deus assusta investigadores após ‘sinais sobrenaturais’



De acordo com a delegada Karla Fernandes, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), alguns acontecimentos chamaram a atenção da Polícia Civil neste domingo (16), quando João Teixeira, conhecido como João de Deus, se entregou e foi levado para prestar depoimento.

Na ocasião, o escrivão designado para redigir o depoimento foi atropelado e quebrou o braço.

Outro fato, no mínimo estranho, relatado durante a presença do médium na delegacia foi uma falha no computador que acabou apagando o depoimento, que precisou ser refeito.

Logo após o fenômeno, a delegada Karla Fernandes decidiu ligar o ar-condicionado, e para isso teria usado uma extensão, que em segundos teve seu fio explodido e ainda queimou o frigobar. “Todo mundo gritou”, contou Karla

As informações foram confirmadas pela delegada. “Tudo isso aconteceu no dia do depoimento do médium e nos causou estranheza”, disse Karla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário