sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Prefeitos vão à Justiça contra Estado de Goiás por verbas da Saúde e transporte escolar



A Federação Goiana dos Municípios (FGM) foi à Justiça para cobrar a contrapartida do Estado para os programas Assistência Farmacêutica e Saúde da Família, além de repasses para o transporte escolar.

Os dois mandados de segurança são assinados por 45 municípios e pedem o bloqueio das contas estaduais nos valores de R$ 7,2 milhões e R$ 8,1 milhões, respectivamente. Eles são referentes apenas às cidades cujos prefeitos assinaram procurações para a federação.

No entanto, a entidade também protocolou representação junto ao Ministério Público para solicitar providências em relação à dívida total do Estado com os 246 municípios, incluindo bloqueio de recursos. Segundo o documento, são R$ 145 milhões da saúde, referentes às 12 parcelas de 2018, e outros R$ 47,5 milhões do transporte.

“Tivemos várias reuniões para tentar resolver a situação. Se não tiver o bloqueio, os prefeitos não conseguem fechar as contas”, argumenta o prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves (MDB), que preside a FGM.

Fonte: ”Giro” O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário