quinta-feira, 2 de maio de 2019

Secretarias acompanham visita técnica à área onde será instalada usina fotovoltaica no Nordeste Goiano



O governo de Goiás, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedi) e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), acompanhou, na última quarta-feira, dia primeiro, a visita da comitiva sul-coreana à cidade de São João d´Aliança, no Nordeste goiano, onde a empresa KSB Energy, em parceria com o grupo de investimentos Enspire Group, vai instalar uma usina fotovoltaica. O empreendimento será o maior do gênero no mundo, gerando 600 MW de energia.

A pedido do governador Ronaldo Caiado, os secretários Adriano da Rocha Lima (Sedi) e Andréa Vulcanis (Semad) estiveram com o CEO mundial da KSB Energy, Park Jong Bok e do CEO da empresa no Brasil, José Vieira, que elogiaram a área e se mostraram animados com o projeto. “É um terreno muito bom, é a segunda vez que o visitamos para coletar dados que vão embasar o projeto“, afirmou Park.

De acordo com José Viera, as informações coletadas nessa segunda visita ao local serão remetidas à Coreia do Sul, onde serão realizadas reuniões com outras empresas do país que estão apoiando o empreendimento. Além da usina, será instalada também uma fábrica, que vai produzir os painéis solares utilizados no local e que também serão comercializados no mercado interno e externo.

“Já temos uma personalidade jurídica no País, a KSB Brasil, o que significa que já podemos dar entrada na documentação e iniciar o plano de negócios da usina”, explicou José Vieira, citando os próximos passos do projeto.

A parceria entre KSB Energy e Enspire Group vai investir 2 bilhões de dólares – aproximadamente R$ 8 bilhões –, promovendo, inicialmente, a criação de mil empregos diretos na região.

Importância do projeto

Durante a visita, a secretária Andréa Vulcanis conheceu a área onde será instalada a usina fotovoltaica e, após conhecer detalhes do empreendimento, garantiu empenho para a aprovação das licenças ambientais, sem, no entanto, prejudicar a fauna e a flora locais.

“Estamos animados e, da parte da Semad, daremos todo o apoio para que o empreendimento seja estruturado de forma a garantir que o andamento seja célere, mas que também seja garantida a sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente”, afirmou Vulcanis.

Visitando o local pela segunda vez, o titular da Sedi, Adriano da Rocha Lima, também se mostrou otimista com a instalação da usina. “É um projeto que vai transformar a realidade socioeconômica da região e que vai inserir Goias na dianteira das discussões sobre a utilização de fontes de energia limpa e renovável”, explicou o secretário.

Comunicação Setorial Sedi

Nenhum comentário:

Postar um comentário