terça-feira, 17 de setembro de 2019

Tribunal instala Cejusc na comarca de Alto Paraíso de Goiás




A comarca de Alto Paraíso de Goiás instalou, na sexta-feira (13), o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Saúde (Cejusc). A unidade, no fórum de Alto Paraíso, atenderá demandas nas áreas cível, de família e tributária.

A solenidade de inauguração do Cejusc foi prestigiada pelo coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), juiz Romério do Carmo Cordeiro; diretor do Foro da comarca de Alto Paraíso, juiz Pedro Piazzalunga Cesário Pereira; promotor de Justiça da Márcio Vieira Villas Boas Teixeira de Carvalho, prefeito de Alto Paraíso, Martinho Mendes da Silva; delegado da Ordem dos Advogados do Brasil em Alto Paraíso, Vito Simon de Moraes; do presidente da Câmara de Vereadores de Alto Paraíso, Carlos José Pereira dos Santos e do presidente da Câmara Municipal de São João d'Aliança, José Gomes de Brito.

O juiz Romério do Carmo Cordeiro, coordenador do Nupemec, fez questão de destacar que o Cejusc é uma ferramenta que o Judiciário dispõe para alcançar a pacificação social. “A conciliação é, muitas vezes, a forma mais adequada para resolver os conflitos. Nem sempre a sentença é a melhor solução”, enfatizou o Romério do Carmo Cordeiro.

Pedro Piazzalunga salientou que a comarca abrange cerca de sete mil habitantes e possui, atualmente, um processo para cada cidadão. O quantitativo de novas ações distribuídas mensalmente é de 80, em média. “A instalação do Cejusc trará inegáveis benefícios aos jurisdicionados dessa comarca, diminuindo consideravelmente o número de ações propostas, dando uma resolução mais adequada para os conflitos, garantindo uma prestação jurisdicional mais eficiente e colaborando assim para a cultura da paz”, destacou o diretor do Foro de Alto Paraíso.

O Cejusc de Alto Paraíso terá uma parceria com a prefeitura do município, que disponibilizará servidores e conciliadores para atuarem no centro e, ainda, capacitação para a formação de conciliadores. O prefeito da cidade, que é conciliador formado, parabenizou a iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), afirmando que “o Cejusc irá contribuir para resolver as demandas da sociedade alto-paraisense e em um tempo mais satisfatório”.

Fonte: TJGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário