quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Governo e população vão debater aplicação de R$ 81 milhões em Terra Ronca



Uma audiência pública nesta sexta-feira, dia 29, vai levantar as necessidades e desejos dos moradores da região do Parque Estadual de Terra Ronca, que abrange São Domingos e Guarani de Goiás, na divisa com a Bahia. Vão participar o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral; a secretária do Meio Ambiente, Andréa Vulcanis; deputados estaduais e federais e um representante do Iphan.

Autoridades e população vão discutir como aplicar os R$ 81 milhões captados por emenda parlamentar para Terra Ronca. A meta é alavancar o Turismo da região, além de levar desenvolvimento, emprego e renda para o Nordeste de Goiás.

Os recursos devem ser aplicados na criação de infraestrutura e melhoria no acesso ao Parque Estadual. Segundo o presidente da Goiás Turismo, o primeiro passo será pavimentar os 40 quilômetros que dão acesso à entrada do Parque e, em seguida, investir na estrutura local e na formação da comunidade que vive nas proximidades de Terra Ronca.

O governador Ronaldo Caiado destaca que promover o Turismo é uma das estratégias mais efetivas para se combater as desigualdades sociais e promover desenvolvimento. “É um fator que imediatamente resgata as condições de vida, levando emprego e renda às pessoas. Todos os lugares do Brasil e do mundo que apostam no Turismo alcançam as melhores rendas e melhores salários”, argumentou o governador.

Audiência pública

A audiência vai ser realizada no Parque Estadual, na entrada da Gruta Terra Ronca, e começa às 14 horas da sexta-feira. A equipe da Goiás Turismo já está na região para preparar e convidar o pessoal para a audiência. O presidente Fabrício Amaral comemorou a conquista e já começou a articular para garantir a melhor aplicação do recurso.

“Estamos entendendo – e recebemos todo o apoio do governador Ronaldo Caiado para isso – que o Turismo pode ajudar muito nosso Estado e de forma rápida, com a geração imediata de emprego, renda e melhoria na qualidade de vida da população. Goiás é um Estado com um potencial turístico muito grande e precisamos explorar isso com investimentos no setor. A bancada já protocolou a emenda para o investimento em Terra Ronca e, agora, nosso papel é garantir que esse recurso seja viabilizado para que possamos trabalhar”, explicou Fabrício.

“Considerando que Terra Ronca abriga a maior concentração de cavernas da América Latina, vamos trabalhar no sentido de, junto com a Chapada dos Veadeiros, internacionalizar o Turismo no Estado de Goiás. Beleza e potencial turístico, nós temos”, ressaltou o presidente da autarquia.

Terra Ronca

Com a maior concentração de cavernas da América Latina e uma referência em ecoturismo de Goiás, Terra Ronca fica no Nordeste goiano, a 600 quilômetros de Goiânia e a 400 quilômetros de Brasília. Esse tesouro do nosso Cerrado ainda é pouco explorado e conhecido. Rios, cachoeiras, trilhas e as águas que “roncam” no interior de cavernas formam um cenário que encanta os visitantes.

É um mundo subterrâneo, longe do alcance da luz, com formações que datam mais de 600 milhões de anos. Existem no Estado de Goiás 718 cavernas cadastradas e muitas estão na localidade. Algumas estão entre as maiores da América do Sul, como os conjuntos de São Mateus e Angélica e o Complexo de Terra Ronca.

Assessoria de Comunicação Agência Estadual de Turismo - Goiás Turismo      

Nenhum comentário:

Postar um comentário