sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Ronaldo Caiado promete sancionar, de imediato, projeto que autoriza suspender concessão da Enel



O governador Ronaldo Caiado afirmou nesta sexta-feira (22/11), durante entrevista concedida ao programa Fala Goiás em Rede das rádios Brasil Central AM e RBC FM, que assim que o projeto de lei que autoriza o Governo a suspender a concessão da Enel for aprovado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), ele a sancionará de imediato. O projeto de lei é de autoria do presidente da Alego, Lissauer Vieira, e está tramitando na Casa.

Caiado adiantou ainda que a sanção não será feita em Palácio, mas em frente à porta da empresa concessionária de energia elétrica. Isso deverá ocorrer durante uma grande manifestação, para qual ele convocou a participação de todos os goianos que foram prejudicados com as constantes quedas no fornecimento de eletricidade nos últimos meses.

A pergunta sobre a questão da Enel foi formulada pelo editor-geral do Diário da Manhã, Wellinton Carlos. O Fala Goiás em Rede, apresentado por Josiel Meneses e Débora Orsida, foi retransmitido por 48 emissoras de rádio da capital e do interior, ao vivo e em em outros.

Caiado fez um histórico da questão da Enel desde que assumiu o governo do Estado, em janeiro último. Relatou que foram 14 audiências oficiais com a participação da concessionária de energia, e de representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Ministério das Minas e Energia (MME) em busca de melhorias no fornecimento de eletricidade para as empresas e cidadãos goianos. Como resultado, a Enel assumiu um termo de compromisso, prometendo melhorias nas subestações e nos serviços de manutenção. Mas os problemas continuaram.

Embora este ano o índice de chuvas esteja inferior ao verificado em 2918, em Goiás o número de casos registrados de quedas no fornecimento de energia são cinco vezes maiores, “São cidades inteiras ficando o dia todo sem energia elétrica”, reclamou o governador. Ele recorreu ao chamado “Direito Recorrente”, que consta da Constituição Federal, para dizer que deve atuar na busca de uma solução para o problema energético que Goiás enfrenta. E que, segundo ele, é “inadmissível e inaceitável”.

Segurança nas penitenciárias

Sheilismar Ribeiro, da TV Serra Azul de Porangatu, perguntou ao governador sobre a recente entrega de equipamentos às unidades prisionais goianas. Ronaldo Caiado afirmou que o governo entregou equipamentos no valor total de R$ 6,7 milhões visando garantir mais seguranças nesses estabelecimentos e apoiar o trabalho dos agentes penitenciários. Foram adquiridos coletes especiais, algemas mais eficientes e aparelhos de scanners modernos, capazes de detectar objetos e drogas escondidos. Também foram entregues oito novas viaturas. Ele anunciou ainda que, nos próximos dias, serão destinadas 51 camionetes zero quilômetro para que os agentes penitenciários possam se deslocar com maior segurança.

Pacto Goiano pelo Fim da Violência contra a Mulheres

O professor Marcelo Costa, coordenador de Radioteledifusão da UEG, questionou o governador sobre o fato de Goiás figurar no topo da lista de Estados onde ocorrem maior número de casos de feminicídios no Brasil. O governador lamentou o fato de Goiás ser o segundo ou terceiro lugar nesse ranking, dependendo do levantamento. Lembrou que na última quinta-feira, 21, foi lançado o Pacto Goiano pelo Fim da Violência contra a Mulher. “Todas por elas não é frase de efeito, é para ser cumprido”, garantiu. Entre as ações adotadas ele citou o aplicativo Goiás Seguro e a construção de salas especiais nos Institutos Médicos Legais (IMLs) para que mulheres vítimas de violência sejam atendidas por médicas e tenham acompanhamento psicológico. Renegociação de débitos

Em resposta ao presidente da Associação Goiana de Imprensa (AGI), Valterli Guedes, o governador afirmou que a Semana da Conciliação Fiscal, promovida pela Secretaria da Economia, beneficiou 26.300 contribuintes goianos que tinham débitos de Imposto sobre Propriedade de Veículos (IPVA) e Imposto da Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens e Direitos (ITCD). Ocorreram 36 mil negociações e foram recuperados R$ 70 milhões em recursos que serão pagos de forma parcelada pelos contribuintes. No caso das dívidas com o Detran, a possibilidade de negociação de débitos de licenciamento de veículos com redução de juros e encargos foi prorrogada até o próximo dia 29, acrescentou o governador.

Campanha da Reforma da Previdência

A repórter da TV Brasil Central perguntou a Caiado sobre o site criado pelo Governo do Estado para informar a população sobre o projeto de Reforma da Previdência dos servidores públicos estaduais. Ele esclareceu que faltam atualmente R$ 230 milhões por mês para garantir o pagamento dos aposentados e pensionistas do Estado. O déficit acumula R$ 2,9 bilhões por ano. Se nada for feito, esse rombo pode chegar a R$ 6 bilhões em dez anos, salientou. “Hoje o Estado tem mais servidores inativos do que ativos. O colapso (da Previdência Estadual) é real”, alertou ele.

Cidadão HeróiEm suas considerações finais, o governador falou sobre o projeto Cidadão Herói, que vai homenagear cidadãos que realizam ações voluntários em benefício do resgate da autoestima e da melhoria de vida da população goiana. Ele pediu para que as pessoas que conhecem esses heróis produzam vídeos de um minuto a um minuto e meio de duração contando seus feitos, e os cadastrem no site cidadaoheroi.com.br até o próximo dia 30. Será feita uma votação eletrônica no site, no período de 2 a 9 de dezembro. Os mais votados receberão, das mãos do governador, o título de Cidadão Herói durante solenidade a ser realizada na Praça Cívica.

Fonte: ABC Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário