segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Bombeiros já vasculharam 25km de rio em busca de jovem na Chapada dos Veadeiros



As buscas pelo turista brasiliense Jacob Vilar Santana, 31 anos, continuam. O jovem foi levado por uma tromba d’água no dia 1º de dezembro, enquanto passeava com a namorada pelo Vale da Lua, na Chapada dos Veadeiros.

O Corpo de Bombeiros de Goiás, com apoio da corporação do Distrito Federal, informou que já foram vasculhados 25 quilômetros desde o local onde Jacob foi visto pela última vez.

“Fazemos buscas com cães farejadores, descemos de rapel pelas grutas e pedras e já percorremos todo o local até o Rio Tocantinzinho, mesmo sendo muito improvável que ele tenha chegado até lá porque há locais muito rasos”, informou um porta-voz dos bombeiros de Goiás.

Uma equipe de cinco militares e membros do Grupo Voluntário de Busca e Salvamento (GVBS) da Chapada dos Veadeiros tentam localizar turista desaparecido. Esse grupo é composto por guias e profissionais que conhecem bem a região.

Eles contam com uma rede de pessoas em vários pontos que auxiliam, por exemplo, quando há chuva nas cabeceiras dos rios que passam pela Chapada e que podem provocar trombas d’água como as que arrastaram Jacob.

“A gente monitora a região e mantém a comunicação constante, e fala quando há risco de enchente. Também ajudamos fazendo o mapeamento e reconhecimento de área”, disse o coordenador do grupo, Marcello Clacino.

Jacob, que nasceu em Brasília e mora em São Paulo, passeava com a namorada pelo local quando foi levado pela tromba d’água. Durante as buscas, foi localizado o colete salva-vidas que Jacob utilizava quando desapareceu.

“Na hora que saímos da pedra, a tromba d’água já bateu na gente e submergimos, quando voltamos para superfície, eu consegui pegar uma corda que jogaram para mim do outro lado, ele agarrou também, mas escapou da minha mão e não consegui segurá-lo. Aí ele sumiu a partir dessa situação”, lamentou a namorada.

Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário