segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Passado mais de uma semana, bombeiros seguem com buscas por turista que sumiu na Chapada dos Veadeiros




Passado mais de uma semana, o Corpo de Bombeiros segue com as buscas pelo turista Jacob Vilar Santana, de 31 anos, que sumiu após ser levado por uma cabeça d'água na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás. Enfrentando a chuva - que prejudica o trabalho - a corporação aumentou o raio de atuação em busca do analista de sistemas ou de qualquer pista que indique o seu paradeiro.

Jacob desapareceu no último dia 1º de dezembro, quando visitava o Vale da Lua, que é um local onde há formações rochosas e alguns poços usados para banho. A namorada dele, Jéssica Carmelo Zafalon, também caiu na água, mas foi resgatada. Ele é natural de Brasília, mas morava há cerca de um ano em Guarulhos (SP), por motivos de trabalho.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros Paulo Santos, a equipe que procura pelo turista muda a estratégia de atuação conforme a situação que o local exige. Ele destaca ainda que o tempo chuvoso torna o trabalho mais complicado, inclusive, por causar o mesmo fenômeno que arrastou Jacob.

"Hoje [segunda-feira] a busca está no mesmo local de anteontem. Ontem choveu demais, teve outra cabeça d'água forte e pode ter levado pistas. Às vezes, é necessário passar pelo mesmo local várias vezes", disse.

Inicialmente, os bombeiros tinham delimitado um raio de 10 km para as buscas. Agora, esse número passou para 15 km rio abaixo e margens.

'Tudo é possível'

Santos disse que não há previsão de encerramento das buscas e que não descarta nenhuma possibilidade, inclusive, de que ele possa estar perdido na mata, possibilidade a qual a família do turista se agarra para manter as esperanças de localizá-lo com vida. Dois irmãos e uma cunhada acompanham as buscas

"Tudo é possível. Ele pode ter saído da água sozinho, ser socorrido por algum fazendeiro que ainda não falou nada a ninguém. Tudo é possível", pontua.

Durante as buscas, os bombeiros já conseguiram localizar o colete salva-vidas que Jacob utilizava quando desapareceu. Até então, essa foi a única pista concreta sobre o caso.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário