quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Polícia suspende buscas pelo corpo do menino Bernardo, na rodovia BR-020



Policiais da Delegacia de Repressão a Sequestro (DRS) suspenderam as buscas pelo corpo do menino Bernardo, de um ano e 11 meses, na BR-020. O pai da criança, Paulo Roberto de Caldas Osório, 45 anos, confessou ter matado o filho e indicou para os investigadores o local onde teria jogado o cadáver.

Durante toda quarta-feira (04), um efetivo da Polícia Civil do Distrito Federal ficou mobilizado na rodovia, próximo à Roda Velha (BA). O helicóptero da corporação também prestou apoio para vasculhar a área.

De acordo com os investigadores, o local apontado pelo criminoso é uma região de plantação de soja e tem quatro trechos de mata fechada, que foram exaustivamente vasculhados pelos agentes. Até mesmo uma jiboia foi encontrada.

Os policiais que conduzem as apurações acreditam que Paulo Osório criou uma história para desviar a atenção e manipular as investigações. Agora, a polícia vai reconstituir o passo a passo do crime para descobrir, por outros meios, o que foi feito com a criança.

Frio a ponto de confessar ter matado o próprio filho por vingança, Paulo assustou até os investigadores mais experientes da PCDF. Aos policiais, relatou com tranquilidade e riqueza de detalhes as horas que antecederam o assassinato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário