A1

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Flores de Goiás: Parte da folha de pagamento de dezembro ainda está em aberto



Na cidade de Flores de Goiás, localizada no Nordeste goiano, cerca de 10% da folha de pagamento de dezembro ainda está em aberto. O prefeito Jadiel Ferreira de Oliveira (PL) afirma que recebe valor menor do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) por causa de dívidas contraídas em gestões anteriores.

“Quando assumi o mandato em 2016, precisava pagar R$ 16,8 milhões. Conseguimos reduzir para R$ 3,8 milhões em três anos. Mas a cobrança do governo federal é incontrolável. O FPM em janeiro deste ano já veio 12% menor do que em 2019. Tudo está mais caro, mas estamos recebendo menos dinheiro”, afirma o prefeito.

Flores de Goiás tem pouco mais de 16 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e tem como destaque a produção de arroz. No entanto, Jadiel afirma que a agricultura não gera riqueza para o município porque falta indústria. “Também chegamos a ter 180 mil cabeças de gado nas nossas fazendas. Porém, só vemos os caminhões levando os animais para empresas ficam longe daqui. Recebemos pouco ICMS e o repasse do governo federal é insuficiente. Eu gasto R$ 250 mil com transporte escolar por mês, mas ganho só R$ 168 mil para este fim por ano”, afirma o prefeito.

Os servidores do município que ainda não receberam o salário são, segundo o prefeito, funcionários administrativos da Secretaria Municipal de Educação.

Jadiel afirma que tinha previsão de realizar o pagamento até o fim do mês, mas foi necessário repassar R$ 100 mil para quitar o duodécimo da Câmara Municipal. Com isso, não há previsão para fechar a folha de dezembro.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário