A1

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Mulher de comunidade calunga denuncia jovem de 19 anos por estupro na zona rural de Cavalcante/GO



Uma mulher, de 57 anos, de comunidade calunga, denunciou um jovem da mesma região de ter a estuprado. O crime, segundo o delegado responsável pela investigação, George Muniz, teria ocorrido na Fazenda Prata, zona rural que fica a cerca de 120 km do centro de Cavalcante, no nordeste goiano.

Após a denúncia, o delegado relata que a polícia foi até a comunidade nesta quinta-feira (30) à procura do suspeito, no entanto, ele teria fugido do local. Segundo Muniz, o suspeito, de 19 anos, já é conhecido por lá. “Nascido e criado naquela região”, relata.

Ele conta que o rapaz já tem passagens pela polícia por tentativa de estupro, furto, entre outros crimes. “Nos delitos cometidos anteriormente ele era menor de idade e por isso nunca ficou preso de fato, mas agora a situação é diferente. Vou pedir a prisão preventiva dele”, destaca.

Caso a Justiça conceder o pedido, o suspeito pode ser indiciado por estupro. O delegado conta ainda que após realizar a busca pelo suspeito no local os policiais levaram a vítima e outros familiares até a delegacia para prestarem depoimento. Ao ser ouvida, a vítima relatou ao delegado que é casada e a família do jovem que teria a violentado possui uma casa vizinha a dela.

O caso não é algo isolado na região. Muniz, que atua como delegado na cidade desde setembro de 2016, diz perceber que os casos de estupro não estão restritos às comunidades quilombolas. “Parece um mal disseminado na cidade”, disse. O estupro de vulnerável então, alcança altos índices no País.

De acordo com ele, alguns fatores podem favorecer os abusos - como o fato de haver comunidades muito afastadas e uma população pobre e em situação vulnerável. Neste novo caso, por exemplo, a filha da vítima que foi à delegacia prestar queixa, isso porque, o deslocamento da comunidade devido a distância da zona urbana dificulta o acesso.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário