terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Monte Alegre de Goiás: acusados de matar e depois atear fogo em casa serão julgados na próxima quinta-feira




Serão julgados na próxima quinta-feira (13), na Comarca de Campos Belos (GO), os réus Diógenes Araújo e Lucas de Torres.

Ambos são acusados de matar uma jovem e um homem de idade, em 2015, na cidade de Monte Alegre de Goiás, nordeste do estado, região da Chapada dos Veadeiros.

Segundo a Polícia e o Ministério Público de Goiás, os acusados, no dia do crime, após golpearem as vítimas com um pedaço de madeira, atearam fogo na casa e nos corpos.

As vítimas foram encontradas totalmente carbonizadas.

Gabriele Serafim Melo e Claudimiro Ferreira da Silva, conhecido pela alcunha de Ananias, moravam no Setor Mãe Marina, em Monte Alegre.

Ainda de acordo com o MP, naquele dia 5 de novembro, os quatro bebiam juntos, de madrugada, na casa de Ananias, quando a dupla de acusados propuseram às vítimas vender drogas na residência.

Como o casal se recusou, eles resolveram, enraivecidos, dar cabo à vida do casal.

Lucas de Torres, segundo a Promotoria, foi quem deu as porretadas nas cabeças das vítimas e quem carregou, nos braços e desacordada, a jovem Gabriele Melo do quarto para sala.

Foi nesse local que Ananias foi assassinado também com uma paulada na cabeça.

Ambos foram cobertos por roupas e tiveram os corpos incendiados.

A defesa do acusado Diógenes Araújo será feita pelo advogado Fabrício Póvoa.

Fonte: Dinomar Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário