A1

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Vice-governador cria grupo de trabalho para apoiar o projeto de Geoparque da Unesco na Chapada dos Veadeiros



O vice-governador Lincoln Tejota reuniu nesta segunda-feira (10) representantes da Educação, Meio Ambiente e Turismo do Governo de Goiás para criar um grupo de trabalho que irá atuar no avanço do projeto que insere Goiás na Rede Mundial de Geoparques da Unesco. “Existe uma convergência de vontades para que esse trabalho salte da tela e se torne realidade”, afirmou Tejota.

A professora e pesquisadora da Universidade Federal de Goiás (UFG), Drª Joana Sanchez, apresentou a proposta de tornar o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros em um dos Geoparques Mundiais da Unesco. Se aprovado, Goiás sediaria o 2º Geoparque no Brasil.

“Esse projeto vai estimular ainda mais o turismo na região norte do Estado. E conciliando as funções dos nossos órgãos, vamos conseguir baixar os custos desse trabalho”, declarou o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral. Nos últimos 10 anos, o turismo na Chapada dos Veadeiros cresceu 300%, revelando o grande potencial da região para o desenvolvimento do Estado.

Também participaram da reunião na Vice-Governadoria o reitor da UFG, Edward Madureira, o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Goiás, Alysson Cabral, o gerente das Áreas Mineradas da Secretária de Indústria e Comércio (SIC), Altamir Mendes Ferreira, e a gerente de Arte e Educação da Secretaria de Educação (SEDUC), Luz Marina de Alcântara.

“Hoje vamos dar início a esse grupo de trabalho com a missão de levar a Chapada dos Veadeiros para o nível internacional. Sediar um Geoparque da Unesco não é algo momentâneo, passageiro, será um legado espetacular do nosso trabalho”, concluiu o vice-governador. O grupo de trabalho se reunirá quinzenalmente, a fim de destravar os gargalos que surgirem no desenvolvimento da pesquisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário