sexta-feira, 6 de março de 2020

Advocacia-Geral da União vai processar Promotor Paulo Brondi que ofendeu Bolsonaro. Brondi já atuou na promotoria de Campos Belos/GO



O advogado-geral da União André Mendonça usou o Twitter para informar que vai abrir um inquérito contra o procurador da 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Jataí, em Goiás, Paulo de Tharso Brondi de Paula Rodrigues.

Paulo Brondi atuou como promotor de justiça em Campos Belos, no nordeste goiano, entre 2013 e 2015.

Em um texto que viralizou na internet, Paulo Brondi se refere ao presidente Jair Bolsonaro como cafajeste.

– Bolsonaro é um cafajeste. Não há outro adjetivo que se lhe ajuste melhor. Cafajestes são também seus filhos, decrépitos e ignorantes. Cafajeste é também a maioria que o rodeia. Porém, não é só. E algo que se constata é pior. Fossem esses os únicos cafajestes, o problema seria menor. Mas, quantos outros cafajestes não há neste país que veem em Bolsonaro sua imagem e semelhança? – diz o texto do promotor.

Em resposta, Mendonça disse que tal atitude por parte de Paulo Brondi é inadmissível, principalmente por se tratar de um membro de instituição séria como o Ministério Público. A AGU vai entrar com um processo junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).


Fonte: Pleno.news

Nenhum comentário:

Postar um comentário