segunda-feira, 16 de março de 2020

Estado projeta pelo menos mil casos de coronavírus em Goiás nos próximos 120 dias



O secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, afirmou nesta segunda-feira que as autoridades sanitárias projetam o registro de até mil casos de contaminação por coronavírus em Goiás nos próximos 120 dias, dos quais pelo menos 100 em estado crítico.

O governo estima que a maior parte dos casos críticos deve afetar pacientes do grupo de risco, como idosos, que demandam tratamento intensivo.

“Medidas precisam ser tomadas no tempo certo para que o problema não saia do nosso controle”, disse o secretário. O Estado recomendou aos agentes de saúde que façam visitas domiciliares para acompanhar os idosos. Alexandrino afirma que “não há uma única ação salvadora”, mas sim um conjunto de situações que pode evitar o alastramento do vírus no Estado.

De acordo com o secretário, o governo tomou a decisão de suspender aulas e eventos para evitar que o sistema público de saúde entre em colapso. Ele requereu aos pacientes contaminados com coronavírus que baixem o aplicativo disponibilizado pelo SUS para o monitoramento dos casos clínicos, e que a medida foi adotada para evitar o trânsito de pessoas nos pontos de atendimento de saúde.

Casos confirmados

Além de medidas que serão tomadas nos próximos dias, o Estado também baixou decreto com a suspensão das aulas na rede pública e privada de ensino em Goiás. A respeito dos quatro pacientes com quadro já diagnosticado de coronavírus, o secretário afirma que recuperam-se bem e seguem em quarentena.

O Hospital do Servidor Público foi preparado para receber pacientes com coronavírus. Caso haja necessidade, a Universidade Federal de Goiás (UFG) também disponibilizou a estrutura do novo Hospital das Clínicas, no Setor Universitário – que está praticamente concluído.

Fonte: Mais Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário