sexta-feira, 6 de março de 2020

Festival Ilumina tem 8ª edição na Chapada dos Veadeiros, com mais de 60 atrações entre música, vivências, yoga e talks



“Trazer ferramentas para o autoconhecimento e a experiência de união entre o sagrado e a celebração, a ancestralidade e o futuro, a conexão interior e os encontros por afinidade”. É desta forma que a produtora Karla Duarte define o propósito do Festival Ilumina, que terá sua oitava edição entre os dias 9 e 12 de julho, na exuberante Chapada dos Veadeiros, próximo à cidade de Alto Paraíso de Goiás (GO).

Com mais de 60 atrações entre shows musicais, talks, rodas de conversa, vivências, performances e yoga, o Ilumina procura ser “um facilitador do processo individual de busca pelo bem-estar e transformação para um mundo mais consciente, alegre, compassivo e amoroso”, completa Lara Luzuah, também organizadora do evento. A edição de 2020 chega com novidades, serão quatro dias de evento com ampliação da agenda de Talks e da área de alimentação, que terá produtos veganos e sustentáveis de empresas nacionais.

Com palestrantes que são referências nacionais em suas áreas de pesquisa, os Talks trazem conteúdos mais aprofundados em assuntos ligados a wellness, autoconhecimento, contemporaneidade e meio-ambiente. Entre eles: Marcelo Rosenbaum, Viviane Mosé, Ale Luglio – Alimentação transformadora: consciência para uma nova década; Conceição Trucom – Alimentação Regenerativa e a Metafísica da Saúde; Alana Rox – A Alimentação que Cura como Conexão para a Nova Era; Preta Kiran – Autoconhecimento Feminino,  Fernanda Cunha – Da Dualidade para a Unidade; Morena Cardoso – A menina que virou Lua; Fernando Belatto – As Sete Chaves para Vencer a Ansiedade e Alcançar a Ação Consciente; Oberon; Thiago Maciel; Paulo Miranda.

Na programação musical, um mix de contemporaneidades e artistas consagrados, que conectam diversas gerações. Entre os destaques, Arnaldo Antunes – inquieto, inventivo, performático e em constante movimento. Acompanhado de Curumin e Betão Aguiar, o artista dá um mergulho em seu repertório, revisitando músicas emblemáticas de toda a carreira. Entram no set list, as super novidades do recém-lançado “O Real Resiste; a mistura de rock e samba de “RSTUVXZ” que, segundo ele próprio, tem uma mesma matriz africana; canções intimistas e espirituais, do “Ao Vivo Lá em Casa”. Este formato permite ao trio experimentar, trocar com o público e nadar livre no rico acervo de Arnaldo.

Com seu violão em punho, o pernambucano Geraldo Azevedo traz sua vasta obra que agrega os ritmos nordestinos às harmonias da Bossa-Nova, com influências de cirandeiros e repentistas que fazem o seu som sem fronteiras. O formato intimista, voz e violão cria uma conexão com os presentes, com uma troca de energia emocionante.

O conjunto de vivências traz sabedorias da floresta e dos Andes, do forró aos rituais de dança africanos, de terapias quânticas à bioenergética. São terapias corporais, práticas de meditação e rituais de conexão com o Eu Interior e o Eu Sagrado.

Lara Luzuah e Sundari, trazem o FLoral Dance, uma vivência de música, dança e experiência vibracional dos Florais do Cerrado; Leena e Kapish apresentam “A Arte do Êxtase”, quando o corpo experimenta ser música e celebra a integração com a mente; Na DanzaMedicina, Morena Cardoso mostra o caminho de volta para o verdadeiro Eu apaixonado, selvagem, em pulsão, devoção e pura força de vida; Fabricio Donato vai de Forró, a condução pela entrega mútua; Fernanda Cunha e Fernando Belatto revelam a potência da alquimia entre o masculino e feminino, representados pelo  Yoga Dance & O-DGI; A Palhaça Zambéia conduz uma meditação nada convencional; Rosangela Silvestre trabalha as conexões entre os ritmos e o movimento tradicional, arquétipos e história das danças de Orixá; Prem Tárika traz sua sabedoria para entrar em contato com a ancestralidade andina; Claudia do Valle abre o festival com a Meditação Guiada Florais do Cerrado e Thiago da Matta resgatar a antiga prática de andar descalço na natureza buscando equalizar o campo vibracional e ativar a energia vital.

Os praticantes de Yoga terão a oportunidade de vivenciar diferentes abordagens de mestres com experiências diversas. Fernanda Cunha convida para uma experiência corpo adentro através da prática de Vinyasa Flow; Camila De Lucca & Pedro Pessoa apresentam a Iyengar Yoga, método internacionalmente reconhecido por sua seriedade e qualidade de ensino; Thais Joy leva a Acroyoga, Hatha e Yin Yoga; Aline Ferreira pratica Hatha Vinyasa, técnica dinâmica e fluida que sincroniza respiração e movimento; Naruna Prem chama para a Kundalini, a yoga da consciência; entre outros convidados.

Nas Rodas de Conversa, serão compartilhados os temas: Agroecologia, Bioma Cerrado, Economia Criativa, Empreendedorismo e Espiritualidade, Saberes Ancestrais, Wellness e Veganismo. A área de alimentação proporcionará uma completa experiência do veganismo, como proposta de trazer uma alimentação mais consciente. Muitos alimentos e bebidas levam insumos do cerrado e priorizam os produtores locais e a produção nacional. Para além do Festival, os participantes podem usufruir da deslumbrante Chapada dos Veadeiros, com atrações como cachoeira, piscinas de águas naturais e trilhas ecológicas, contemplando toda a biodiversidade da região.

SERVIÇO:

Festival Ilumina
Datas: 9 a 12 de julho
Horário: 9/7: 16h às 23h | 10, 11 e 12/7: 8h30 às 23h.
Local: Novo Portal do Beija Flor: Go 239, km 9, Alto Paraíso de Goiás – Chapada dos Veadeiros (GO)

Ingressos:
3º Lote: passaporte para quatro dias: adulto – R$ 503 (individual); infantil: R$ 224 (individual)

www.festivalilumina.com

https://www.instagram.com/festivalilumina/

https://www.facebook.com/iluminaamor/

ilumina.chapadadosveadeiros@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário