domingo, 15 de março de 2020

Ronaldo Caiado pede suspensão de cultos e missas para prevenir disseminação do coronavírus no estado de Goiás



O governador Ronaldo Caiado (DEM) entrou em contato com líderes religiosos para pedir a suspensão de cultos, missas e eventos ligados à igreja como prevenção na disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Em suas redes sociais, ele anunciou, na manhã deste domingo (15), que as lideranças foram compreensíveis e aceitaram seu pedido. Goiás tem quatro casos confirmados, sendo três em Goiânia e um em Rio Verde.

“Neste momento, vamos manter a fé, rezar e fazer nossas orações em casa. E seguir todos os protocolos para evitar a contaminação pelo vírus. Em breve poderemos voltar a proclamar nossa fé lado a lado do líder religioso que cada um escolheu”, declarou o governador em suas páginas no Instagram e Facebook.

Conversei com líderes religiosos em nosso Estado e todos se mostraram compreensíveis e concordaram em suspender missas, cultos e eventos ligados às igrejas. Neste momento de pandemia do coronavírus, vamos manter a fé, rezar e fazer nossas orações em casa. #GoiásContraoCoronavírus — Ronaldo Caiado (@ronaldocaiado) March 15, 2020. Twiiter

Na semana passada, grandes eventos religiosos já haviam sido cancelados. A Marcha Para Jesus, que estava programada para acontecer no dia 1º de maio, foi adiada. A tradicional caminhada evangélica reuniu cerca de 300 mil fiéis na última edição, em 2019. O Conselho dos Vigários Episcopais da Arquidiocese de Goiânia proibiu reuniões, encontros, retiros, formações e pediu que fiéis idosos evitem celebrações em templos. 

Já a Federação Espírita do Estado de Goiás (Feego) anunciou na última sexta-feira a suspensão de todas as suas atividades internas para atender as recomendações das autoridades de Saúde.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário