sexta-feira, 10 de abril de 2020

Após rompimento, Caiado tem data para reencontrar Bolsonaro



No dia 25 de março, após um pronunciamento de Jair Bolsonaro em rede nacional, o governador de Goiás Ronaldo Caiado anunciou o rompimento com o presidente. O goiano afirmou que o discurso foi irresponsável e desrespeitoso, e que, a partir de então, só falaria com Bolsonaro por comunicados oficiais.

Dezoito dias depois, os dois têm um encontro marcado. O governador de Goiás foi convidado pelo cerimonial do Planalto para visitar as obras do hospital de campanha de Águas Lindas de Goiás, no entorno do Distrito Federal, neste sábado (11). A informação foi confirmada pela assessoria de Caiado.

Dentro do governo federal, a repercussão do início das obras do hospital foi vista como um possível motivo de reaproximação entre o governador de Goiás e o presidente.

Caiado usou o Twitter para agradecer a administração federal por permitir que Goiás fosse o primeiro estado a receber o hospital.

A construção do hospital foi um pedido de Caiado ao Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. A previsão é que a estrutura, que contará com capacidade para 200 leitos de internação, todos com potencial para receber casos graves da doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19), seja finalizada em cerca de duas semanas.

A pasta entregará as tendas, no padrão da estrutura construída no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, já mobiliadas com as camas. Caberá ao Estado equipar a unidade, com apoio do Ministério da Saúde.

Também ficará a cargo do Estado o custeio mensal da unidade. A gestão e colocação da mão de obra deverá ser feita por uma organização social, ainda a ser definida.

O rompimento entre Caiado e Bolsonaro aconteceu devido aos movimentos do presidente em boicotar as medidas de prevenção ao coronavírus tomadas por governadores brasileiros. "Dizer que isso é um resfriadinho, uma gripezinha? Ninguém definiu melhor que Obama: na política e na vida, a ignorância não é uma virtude", disse o governador de Goiás no dia.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário