A1

sábado, 18 de abril de 2020

Prefeitos têm autonomia para tomar decisões sobre o que abre e fecha durante pandemia, diz governo Caiado



Os prefeitos dos municípios goianos passaram a ter autonomia para tomar decisões durante a pandemia do novo coronavírus, desde o julgamento de uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), pontuou que os prefeitos terão de assumir os riscos das decisões.

Caiado também deixou explicou que o governo estadual dará orientações, que podem ser adotadas ou não pelos municípios. Mas, no caso de aumento expressivo de casos de coronavírus em Goiás, será necessário retomar medidas mais rígidas.

“Nossa medição é diária. Se o quadro tiver algum percentual maior do que está ocorrendo agora, nós teremos novamente de recuar”, afirmou o governador.

Em relação à Região Metropolitana de Goiânia, a decisão sobre o que pode ou não reabrir deve ser tomada em conjunto pelos prefeitos da capital e de Aparecida de Goiânia.

Em Luziânia, no Entorno do DF, a prefeita Edna Aparecida já autorizou a reabertura do comércio local a partir deste sábado (18). A determinação foi dada antes mesmo da divulgação do novo decreto estadual, prevista para a próxima segunda-feira (20).

“A flexibilização do comércio local será feita de forma muito responsável, onde dependerá muito mais dos comerciantes do que do próprio órgão público”, relatou Edna.

A Prefeitura de Alto Horizonte anunciou que todo o comércio estará liberado a partir de segunda-feira e que vai fornecer máscaras para a população, sendo obrigatório o uso do item. As máscaras estão sendo produzidas por confecções da cidade.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário